Tuesday, 25 de June de 2019

JUSTIÇA


Nepotismo

Pedidos do MPE são aceitos e ex-prefeito de Santa Rita do Tocantins é condenado por nepotismo

16 Oct 2018    16:21    alterado em 16/10 às 16:23

Uma decisão do Poder Judiciário atendeu aos pedidos do Ministério Público Estadual (MPE) e condenou o ex-prefeito do município de Santa Rita do Tocantins, Arthur Caires Maia, em ação de improbidade pela prática de nepotismo, ou seja, nomeação de parentes em cargos públicos sem concurso. O ex-gestor municipal negou-se a cumprir recomendação expedida pelo MPE em fevereiro de 2017, que advertida sobre a proibição de nomeação de servidores comissionados ou contratos temporários com vínculo de parentesco.


O ex-prefeito teve seus direitos políticos suspensos pelo prazo de cinco anos, além da perda de função pública, proibição de contratar com o Poder Público e pagamento de multa no valor de 10 vezes o salário recebido enquanto era prefeito de Santa Rita do Tocantins.


As irregularidades começaram a ser investigadas pelo MPE em março de 2016, com a instauração de inquérito civil público para apurar a ocorrência de nepotismo e improbidade administrativa no âmbito da Secretaria de Educação do Município de Santa Rita do Tocantins, decorrente de nomeações para cargos comissionados e contratações de parentes do titular da pasta, Wesley Lopes Fonseca.


Diante das negativas do Poder Executivo Municipal em cumprir recomendação ministerial, o Promotor de Justiça responsável pelo caso, Vinícius de Oliveira e Silva, ajuizou Ação Civil Pública requerendo a condenação de Arthur Maia, o que foi atendido pelo Poder Judiciário. “O ex-prefeito ignorou o comando esculpido na Súmula Vinculante n. 13 do Supremo Tribunal Federal, apesar de devidamente alertado em duas oportunidades pelo Ministério Público Estadual”, comentou o Promotor de Justiça.


Dentre as irregularidades encontradas pelo MPE, estão o fato de que o coordenador de Controle Interno do Município, Diego Rocha da Costa, seria filho da chefe de Gabinete na secretaria de agricultura Terezinha Pereira da Costa. As investigações também apontaram que o Tesoureiro Wellyngton Jesperson Silva Rios seria sobrinho da diretora do Departamento da Administração Nanci Maria da Silva, além de outros casos relacionados no documento. A prática de nepotismo, conforme reconheceu o Supremo Tribunal Federal em entendimento vinculante, viola a Constituição Federal, especialmente o princípio da impessoalidade e moralidade.


Outras irregularidades


O ex-gestor Arthur Maia também foi alvo de uma outra Ação Civil Pública, proposta pelo MPE em março de 2017, por ato de improbidade administrativa.


Na Ação, cuja inicial foi recebida em 01 de outubro de 2018 pelo Judiciário, tornando réu o ex-prefeito, o MPE acusa o gestor de doar irregularmente imóvel público e utilizar máquinas públicas e seis servidores do município em obra privada destinada à construção de um posto de gasolina.


Conforme notícia feita à 5ª Promotoria de Justiça de Porto Nacional, várias máquinas pesadas pertencentes ao município – uma pá carregadeira, uma motoniveladora, um caminhão, dois tratores, um tanque de irrigação – foram utilizadas na construção da obra, localizada às margens da BR 153, no município de Santa Rita.


A Ação pede a indisponibilidade dos bens do ex-prefeito Arthur Maia; do pai do gestor e ex-secretário de Administração, Dirson Pereira Maia; bem como da empresa Auto Posto Indaiá II Eireli -ME e do seu proprietário, o empresário Milton Silva Chagas. (João Lino Cavalcante)

COMPARTILHE:


Confira também:


Sustentabilidade

Maior estacionamento solar do Brasil está localizado em Palmas

São mais de 1.000 metros quadrados utilizados nesse projeto, onde foram necessários instalar 500 painéis solares de 350 watts, cada

Aftosa

Primeira etapa da campanha registrou índice vacinal de 99,13% do rebanho tocantinense

Com um rebanho total de 8.356.175 bovídeos, o Tocantins registra índice vacinal acima de 99% na primeira etapa da campanha contra aftosa que também marcou o início da retirada da vacina contra a doença.


TJTO

Ex-prefeito de Taguatinga é condenado por não repassar a banco dinheiro de empréstimos feitos por servidores

Em sua decisão, o magistrado destacou que a conduta do ex-gestor, em se omitir do dever legal e contratual, quebrou um contrato e violou flagrantemente normas legais


Campo

Secretário da Agricultura apresenta potencial agropecuário para árabes

César Halum destacou a vocação agropecuária do estado e a posição estratégica do Tocantins com viabilidade econômica para investimentos.


Interior

Arraiá de Miracema conta com a participação de quadrilhas do município e da Capital


Tonolucro

Empresa completa marca de 1 milhão de entregas e consolida cultura de delivery na capital


AL

Sessão solene nesta terça-feira homenageia nordestinos residentes em Palmas


Votação

Presidente da Assembleia garante limpar a pauta de votação antes do recesso


Justiça

Violência contra a mulher: Defensoria está pronta para meter a colher sim


CAU/TO

Campanha “Compartilhando a Caminhada” arrecada calçados para instituições filantrópicas



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira