Monday, 10 de December de 2018

OPINIÃO


Ponto de vista

A CF/88 é um marco para a efetivação dos direitos e deveres do cidadão

05 Oct 2018    13:09    alterado em 05/10 às 13:09
A CF/88 é um marco para a efetivação dos direitos e deveres do cidadão

Por Thaís Almeida de Aguiar, graduada em Direito pela Faculdade Católica do Tocantins.

A Constituição da República Federativa do Brasil foi promulgada em 05 de outubro de 1988, completando 30 anos de vigência neste ano de 2018. Sua edição foi um grande passo para a efetivação dos direitos e deveres individuais e coletivos, uma vez que prevê em seu bojo uma gama de garantias para a fiel concretização do fundamento da dignidade humana.

Suas palavras revelam o caráter democrático do Estado Brasileiro, demonstrando que a finalidade das ações estatais é sempre o bem comum. O Preâmbulo da Carta Magna não possui caráter normativo – vez que não institui deveres e direitos - constituindo-se em uma evidenciação de princípios norteadores para a redação do texto constitucional, assim tem como escopo assegurar o exercício dos direitos sociais e individuais, a liberdade, a segurança, o bem-estar, o desenvolvimento, a igualdade e a justiça.

Os artigos iniciais trazem os fundamentos do país, seus objetivos fundamentais e os princípios que regulam as relações internacionais, da leitura destas normas conclui-se que o Brasil tem o objetivo de assegurar a todos os cidadãos uma vida digna, justa, livre e igualitária, estipulando diretrizes a serem seguidas por todos aqueles que governaram o país.

Em sequencia têm-se os direitos e garantias fundamentais, é aqui que se encontram a maioria dos direitos e deveres assegurados pela Carta Maior, em seu artigo 5º é dito que todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo aos brasileiros e estrangeiros residentes no país a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, corroboram com estes dizeres os direitos sociais previstos, além do direito à nacionalidade e os direitos políticos.

A previsão destes direitos e deveres existe para a concretização do fundamento da dignidade humana. Este fundamento tem sua importância revelada em decisões judiciais, na edição de novas leis e no trato com as pessoas em geral, uma vez que aponta que todos os seres humanos possuem uma mesma origem e são de igual maneira detentores de direitos e deveres, todos com o intuito de assegurar uma vida em sociedade com qualidade e respeito.

O respeito entre os semelhantes deve sempre nortear a vida em sociedade, pois claramente existem opiniões e hábitos diferentes, devendo o direito de expressão ser assegurando, sem ferir o direito e a honra do outro. A igualdade entre os seres humanos é uma norma natural, não necessita de uma lei formal para a sua regulamentação, uma vez que é notório que todos são iguais, não só perante a lei, mas na aquisição de direitos e deveres, na obtenção do respeito nas relações sociais.

A Constituição Federal de 1988 não se limita a estipular de direitos e deveres, princípios e normas, mas traz também a organização do Estado, dos Poderes, sobre a Defesa do Estado e das Instituições Democráticas, da Tributação e do Orçamento, da Ordem Econômica e Financeira e da Ordem Social, assim tem-se que o legislador cuidou de prever normas gerais para a formação do Brasil, que se consolidou como um Estado Democrático de Direito.

Visto isto, a Constituição Federal do Brasil de 1988 é um marco para a concretização dos direitos individuais e coletivos, pugnando pela dignidade humana, trazendo o respeito e a igualdade como norteador da ação estatal, objetivando a garantia de um Estado comandado por um povo que possui direitos sociais, visando a uma existência proba. Deve-se valorizar a Carta Magna, exigindo seu fiel cumprimento nas relações sociais, e nas internacionais, com a consciência de que não apenas os detentores de cargos políticos devem atuar com honestidade, mas também todo o povo que compõe o Estado Brasil.

COMPARTILHE:

O que você achou da notícia?

54

PARABÉNS!
PARABÉNS!

28

BOM
BOM

35

AMEI!
AMEI!

32

KKKK
KKKK

26

ENGRAÇADO
ENGRAÇADO

32

Ñ GOSTEI
Ñ GOSTEI

28

CREDO!
CREDO!

Leia por assunto:

Constituição Brasil Direito

Comentários

comments powered by Disqus


Confira também:

Liberdade de Imprensa
FENAJ emite nota oficial

Política

Em diplomação, Bolsonaro pede confiança daqueles que não votaram nele

Presidente eleito diz que voto popular é "compromisso inquebrantável"

Rio dos Bois

Vice-governador Wanderlei Barbosa participa de solenidade de entrega de obras no interior do Tocantins

Durante a cerimônia, foi inaugurado no Setor Ayrton Senna, uma Feira Coberta, urbanização e área de lazer, quadra de futebol e vôlei de areia, bueiro duplo na Fazenda Britânia, mata-burros e entrega de veículos.



Abuso

Polícia e MP de Goiás vão apurar denúncias contra médium João de Deus

O escândalo envolvendo João de Deus veio à tona na última sexta-feira (7), quando o programa Conversa com Bial, da TV Globo, veiculou o relato de várias mulheres que afirmam terem sido vítimas do médium.


Educação

MEC libera R$ 5,7 milhões para instituições federais vinculadas no estado do Tocantins

Com o repasse desta semana, o MEC mantém em 100% a liberação de recursos financeiros das despesas liquidadas de obras, equipamentos, serviços e outras despesas de funcionamento.


Reconhecimento

Projetos de promotores que ajudaram a transformar a realidade social são premiados pelo MPE

O Procurador-Geral de Justiça, José Omar de Almeida Júnior, destacou que os projetos premiados não demandaram recursos adicionais da instituição


Tocantins

Atendimentos em saúde nas próprias unidades penais geram vantagens para os municípios e para o Sispen


Imbróglio

Acionistas da Agência de Fomento ajuízam ação e impedimento do presidente e de diretor da Agência


Serviço

Semana Estadual de Direitos Humanos será realizada de Norte a Sul do Tocantins


Solidariedade

Campanha de Natal da Seduc promove solidariedade e integração dos servidores


AEM-TO

Metrologia Estadual verifica radares na região norte do Tocantins


Anulação de Exonerações

MPE ajuíza ação para anular exonerações de delegados regionais e de servidoras da delegacia de combate à corrupção



  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira