Wednesday, 11 de December de 2019

OPINIÃO


Sexualidade Feminina

A emancipação da sexualidade feminina ao longo dos séculos

07 May 2019

Conhecer a história da sexualidade feminina é resgatar a luta em busca de sua autonomia ao longo dos séculos. Cartas foram conservadas como forma de manifestação do seu eu, e os relatos da repressão enfrentados entre muitas gerações de mulheres foram passado a diante para que não fossem esquecidos. Durante grande parte da história, os homens aparecem como protagonistas preservados nos livros, enquanto as moças, privadas de informações e espaços de discussão, enfrentavam os costumes que lhes delimitavam. Ao mesmo tempo, elas não deixaram de buscar um futuro onde pudessem garantir o direito de conhecer o próprio corpo e de fazer reverberar as suas vozes.

 Para as mulheres haviam restrições quanto ao desfrute do prazer sexual, a imposição dos costumes e a objetificação da mulher como mero aparelho de procriação tornaram-se frequentes, pois sua “função” era apenas gerar herdeiros, não se importavam em dar a elas prazer na hora do sexo. Mesmo que tenha se passado alguns séculos, a mistificação sobre a sexualidade feminina não acabou totalmente. Hoje em dia, ela continua sendo vista e tratada como um grande tabu pela sociedade.

Ainda é muito difícil para a maioria das mulheres refletirem e falarem sobre seus prazeres íntimos e descobrirem seus gostos sexuais. Mas, como incentivar essa descoberta? Com o intuito de trazer a emancipação sexual e fazer com que o público feminino desvende o que realmente gosta e deseja, a escritora Lani Queiroz trouxe uma solução: a literatura. Autora de livros eróticos, Lani reconheceu que as mulheres precisavam de um incentivo para que seus gostos e sua libido fossem instigados. Por meio de seus romances, que aborda questões mais profundas da mentalidade feminina, Lani traz personagens femininas que descobrem a si. Desse modo, as leitoras que acompanham essa jornada são incentivadas a mesma coisa. Com sua escrita intensa, o leitor pode se divertir e ao mesmo tempo descobrir mais sobre interessantes atividades sexuais

Em seu livro “A dívida”, publicado em e-book pela Amazon, a autora e pedagoga Lani Queiroz, apresenta ao leitor uma quebra da mistificação da sexualidade feminina imposta ao longo dos séculos. Primeiro livro da série Turbulência, a obra narra as descobertas românticas da jovem Sofia, que tem muitos sonhos e neles não incluem se apaixonar por um homem frio e implacável, mas dadas as circunstâncias, ela se vê em meio a uma paixão avassaladora e com isso descobre os prazeres da vida e seus desejos sexuais. Já Heitor não procurava por amor, apenas alguém para lhe dê um herdeiro, mas quando ele encontra a protagonista, todos os seus conceitos de mundo são alterados, e ele deixa de ver a mulher como um simples objeto.

Sobre a autoraProfessora e pedagoga, Lani é leitora ávida desde os dez anos de idade e começou a escrever contos e histórias aos treze. Sempre teve o desejo de tornar seus textos públicos e, em 2014, ao postar suas histórias em um site percebeu que a aceitação dos leitores foi além da esperada. Sua primeira obra foi publicada em 2015 e desde então tornou-se uma autora best-seller.

COMPARTILHE:


Confira também:


Adorno Zero

HGP realiza Campanha do Adorno Zero no ambiente hospitalar

O não uso de adornos pode evitar infecções relacionadas à assistência à saúde, bem como evitar acidentes de trabalho.

Olyntho Neto

Deputado propõe CNH Social Gratuita para cidadão de baixa renda

O Projeto de Lei que propõe a CNH Gratuita, ou seja, a Carteira Nacional de Habilitação Social (CNH Social) sem custo para a população de baixa renda, foi apresentado nesta semana na Assembleia Legislativa.



Intercâmbio Cultural

Vice-governador e Presidente da Ilha Príncipe manifestam Interesse em Programa de Intercâmbio Cultural

Foco do encontro foi desenvolver parcerias entre os dois países; gestores abordaram as oportunidades de cooperação, nomeadamente na área cultural


Palmas

Relatório final da LDO é aprovado em sessão extraordinária

O projeto agora segue para apreciação e votação em plenário, em turno único, cuja inclusão em pauta está atrelado a decisão da presidência da Casa legislativa e a regras regimentais.


CGE

Combate à Corrupção é tema de evento realizado pela Controladoria e parceiros

Evento contou com premiação e participação de alunos da rede estadual de ensino.


IML

Corpo de homem encontrado em Palmas aguarda identificação no IML


Endividamento

Palmenses continuam acima de média nacional quando o assunto é endividamento


CGE

Controladoria imprime perfil mais preventivo e ativador das forças políticas e sociais em 2019


PAGH-Cirúrgico

Governo realiza mais de 50 procedimentos cirúrgicos pelo Opera Tocantins no final de semana


Tom Lyra

Presidente da Adetuc participa de audiência pública sobre o programa Investe+ Turismo


Homenagem

Sessão solene homenageia transferência da capital para Miracema



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira