Monday, 22 de October de 2018

OPINIÃO


Política

A segurança pública e a reforma tributária

02 Mar 2018    19:59

Ao reunir governadores e representantes dos estados e anunciar recursos de R$ 42 bilhões para equipar polícias e construir presídios, o presidente Michel Temer abriu uma vertente de apoio aos governos estaduais para as demandas da segurança pública. Mas R$ 33,6 bilhões desse montante serão empréstimos do BNDES que, mesmo com juros privilegiados, os estados terão de pagar. Ainda mais: o programa será de cinco anos e, em 2018, só um quinto dos recursos será repassado. Além disso, os estados em recuperação financeira têm dificuldades jurídicas para receber empréstimo.  

De um lado, é positivo o reconhecimento do governo federal de que tem sua parcela de obrigação na execução da segurança pública. De outro, fica explícito que os entes federados não dispõem de situação financeira para arcar com as despesas de sua responsabilidade para manter em bom funcionamento as polícias e o sistema penitenciário. Além das medidas de choque, anunciadas na sequencia da decretação da intervenção no Rio de Janeiro e da criação do Ministério da Segurança Pública, o presidente e seus auxiliares da área econômica precisam  encaminhar uma reforma tributária que atribua aos estados e até os municípios uma parte maior do bolo de impostos arrecadados. O custeio da segurança pública através de empréstimos do BNDES só pode ser admitido em caráter emergencial, pois o pagamento das parcelas, mesmo com juros reduzidos, trará mais insolvência ao erário estadual.

Quando os militares assumiram, em 1964, muitos tributos antes arrecadados pelos estados e municípios foram centralizados na União. A justificativa era que, dessa forma, seria mais fácil combater a corrupção. Com os cofres cheios, o governo militar transferiu recursos “a fundo perdido” (isto é, sem a necessidade do beneficiário devolver) para estados e municípios tocarem suas obras e serviços. Feita a redemocratização, essas torneiras de dinheiro sem retorno foram sendo fechadas sem que se fizesse a devolução do poder arrecadador às duas esferas menores de governo. O resultado é a situação de penúria em que vivem estados e municípios, hoje incapazes de pagar pelos serviços de sua responsabilidade. Os acontecimentos recentes da política nacional – Mensalão e crimes apurados pela Lava Jato e similares – demonstram que não prevalece premissa de que os dinheiros arrecadados pela União são blindados contra a corrupção.  É preciso mudar...

 

*Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves - dirigente da ASPOMIL (Associação de Assist. Social dos Policiais Militares de São Paulo) 

COMPARTILHE:

O que você achou da notícia?

51

PARABÉNS!
PARABÉNS!

44

BOM
BOM

41

AMEI!
AMEI!

43

KKKK
KKKK

44

ENGRAÇADO
ENGRAÇADO

39

Ñ GOSTEI
Ñ GOSTEI

32

CREDO!
CREDO!

Leia por assunto:

Segurança Pública Reforma Tributária Investimento

Comentários

comments powered by Disqus


Confira também:


Brasil

Ministra rebate Eduardo Bolsonaro e diz que instituições são sólidas

No vídeo que circulou nas redes sociais, Eduardo Bolsonaro está em uma sala de aula e diz que “para fechar o STF nem precisa mandar um jeep, basta mandar um cabo e um soldado”.

Negócios

Governador Mauro Carlesse intensifica política de atração de investidores para o Tocantins

Mauro Carlesse já tem previsto em sua agenda, ainda sem data marcada, visitas ao Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Paraná, na cidade de Maringá.



Serviço

Saúde e Medicina 4.0

O que podemos observar em nossa era contemporânea é a modernização em todas as áreas com os avanços tecnológicos, e nesta premissa surgem os novos métodos de aprendizado com o auxílio da Tecnologia da Informação.


Eleições 2018

Jair Bolsonaro diz que não existe ameaça de fechar Supremo e fala em desconhecer declarações do filho

"Não existe isso de crítica e fechar STF. Se alguém falou em fechar o STF, tem que consultar o psiquiatra", afirmou. "Eu desconheço, duvido. Alguém tirou de contexto".


Beleza

Musa do Brasileirão, Bianca Leão conta como perdeu barriga depois de gravidez

Ela conclui contando que parou de comprar muita besteira para dentro de casa


Brasil

Acidentes de trânsito com vítimas caem 18% até agosto, revela DPVAT


Ocorrência

Suspeito de aplicar vários golpes é preso pela Polícia Civil em Guaraí


Estado

BRK Ambiental apresenta programa de estágios e ensina consumo consciente para universitários em evento em Gurupi


Educação Superior

Equilíbrio financeiro e busca pela melhoria da qualidade de ensino marcam primeiros seis meses da atual gestão da Unitins


Cinoterapia

Projeto com cães no HGP e Infantil comemora um ano


Serviço

Inscrições abertas para o Curso de Supervisão em Serviço Social



  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira