Tuesday, 18 de February de 2020

OPINIÃO


Saúde

Catarata Zero: Kátia Abreu visita clínica em Palmas e conhece tecnologia utilizada nas cirurgias

29 Jan 2020
Catarata Zero: Kátia Abreu visita clínica em Palmas e conhece tecnologia utilizada nas cirurgias

Na manhã desta terça-feira (28) a senadora Kátia Abreu visitou mais uma clínica oftalmológica credenciada no programa “Tocantins – Catarata Zero”, em Palmas, e conheceu de perto toda a tecnologia utilizada no procedimento cirúrgico.

 

Acompanhada do médico especialista e vice-presidente da Sociedade Tocantinense de Oftalmologia, Marcos Rodrigues de Souza, Kátia Abreu conversou com pacientes e familiares sobre o programa e aceitou o convite para acompanhar todo o processo de uma cirurgia de catarata.

 

“É um procedimento simples, porém delicado, que propõe devolver qualidade de vida à nossa população. Vamos operar todos os tocantinenses que precisam e não têm como pagar a cirurgia particular, nas 139 cidades do Tocantins”, pontuou.

 

O objetivo da senadora é zerar as filas de espera por esse tipo de cirurgia na rede municipal de saúde, em todo estado.

 

Nessa primeira etapa do programa “Tocantins – Catarata Zero”, que segue até o final do mês de março, as cirurgias serão realizadas em seis municípios – Palmas, Paraíso do Tocantins, Porto Nacional, Gurupi, Tocantinópolis e Araguaína, de forma que contemple todos os municípios tocantinenses.

 

Quem pode fazer a cirurgia?

 

Todos os pacientes, independentemente da idade, que forem diagnosticados com catarata podem e devem ser submetidos à cirurgia.

 

Como ser atendido(a)?

 

O primeiro passo é procurar o posto de saúde da cidade onde mora para consultar com o médico da unidade, o qual vai encaminhar para um especialista em oftalmologia. Comprovando a existência de catarata, o paciente já entra para a fila de regulação (via Sisreg) para fazer os exames necessários e posteriormente a cirurgia. Casos mais graves são prioridade.

COMPARTILHE:


Confira também:


Operação Escroque

Polícia Federal desarticula braço de organização criminosa especializada em fraudes no Seguro Desemprego

O nome da operação faz referência àqueles que se apoderam de bens alheios, por meios ardilosos e fraudulentos.


  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira