Friday, 27 de November de 2020

OPINIÃO


Palmas

Governador Carlesse autoriza implantação de máquina de radioterapia no Hospital do Amor

10 Nov 2020
Esequias Araújo/Governo do Tocantins Governador Carlesse autoriza implantação de máquina de radioterapia no Hospital do Amor

O governador do Tocantins, Mauro Carlesse, assinou no final da tarde dessa segunda-feira, 9, documento autorizando a transferência do local de implantação do serviço de radioterapia, que seria inicialmente no Hospital Geral de Palmas para uma área pública ao lado do complexo do Hospital de Amor que está sendo construído na Capital, e cujos pacientes poderão usufruir assim que a entidade for habilitada pelo Ministério da Saúde (MS).

A assinatura ocorreu durante uma reunião no Palácio Araguaia que contou com as presenças do vice-governador Wanderlei Barbosa; do senador Eduardo Gomes; do presidente do Conselho da Fundação Pio XII, responsável pelo Hospital do Amor, Henrique Prata; do secretário de Saúde (SES), Edgar Tollini; do gerente da Rede de Prevenção, Diagnóstico e Tratamento do Câncer do Tocantins (SES), Rodrigo Cândido de Souza; da arquiteta Mônica Avelino; e do engenheiro Gustavo Ruza. 

O serviço faz parte do Plano de Expansão da Radioterapia no Sistema Único de Saúde (PER/SUS) desenvolvido pelo Ministério da Saúde desde 2012 com o objetivo de ampliar a oferta de serviços oncológicos no Estado e buscar a autonomia e independência nos tratamentos. 

“Desde que assumi a gestão, fiz esse compromisso e tenho trabalhado pela expansão desses serviços no Tocantins, para que o cidadão tocantinense que necessite de tratamento não precise fazê-lo fora do Estado; mas que possa contar com uma rede estruturada para que seu tratamento seja aqui mesmo no Tocantins, perto da família, recebendo apoio necessário para sua plena recuperação”, destacou o governador Mauro Carlesse.

O secretário de Saúde, Edgar Tolini, complementou que a implantação do serviço de radioterapia na Capital é uma garantia de assistência aos tocantinenses que necessitarem do serviço. “É um compromisso do Governador Carlesse em relação a oferta do serviço de oncologia no Estado. Ao promover essa implantação no âmbito do SUS, a Gestão garante ao cidadão mais tranquilidade no atendimento de radioterapia e outros serviços de alta complexidade, de forma que faça seu tratamento aqui mesmo sem custos com deslocamento, sem ter que se afastar da família”, ressaltou.


Tratamento Oncológico no Tocantins

De acordo com o gerente da Rede de Prevenção, Diagnóstico e Tratamento do Câncer do Tocantins da SES, Rodrigo Cândido de Souza, o Estado caminha para um atendimento pleno em alta complexidade na área de oncologia. “Com a implantação do Hospital de Amor no Tocantins e a implantação do Plano de Expansão da Radioterapia no SUS, o Estado caminha para garantir atendimento a todas as patologias em nosso território. Ou seja, a gente conseguindo atender todos os cânceres aqui no nosso território, eliminaria a necessidade de transferência desses pacientes para fora do Estado”, afirmou.

Na Capital, no âmbito do HGP os pacientes já contam com serviços da alta complexidade: radioterapia, braquiterapia, quimioterapia e cirurgia oncológica.

Já Araguaína é referência para tratamento oncológico em toda a região macro-norte, realidade bem diferente em relação há anos atrás. “É bom destacar que em Araguaína, o serviço estava parado desde 2014, com uma máquina nova sem ser utilizada, e desde que o Governador Carlesse assumiu a gestão, não mediu esforços para instalar a máquina e começar os atendimentos. Hoje isso é uma realidade, em Araguaína fazemos atendimentos em radioterapia, quimioterapia e cirurgia oncológica, atendendo toda população da região macro-norte”, destacou o Gerente.

Ainda em Araguaína, está em andamento a reforma do Hospital São José que será um centro especializado em atendimento de alta complexidade de oncologia para região macro norte. A previsão é que já em 2021 esteja em pleno funcionamento.

“Outra questão que merece destaque é o fato de termos todos esses atendimentos de excelência, atendendo toda a população do Estado com cobertura nos 139 municípios. Não temos fila de espera, o Tocantins cumpre o prazo de 60 dias para primeiro tratamento após o diagnóstico em conformidade com a Lei Federal nº 12.732”, finalizou o gerente Rodrigo Cândido.


Hospital de Amor

O presidente da Fundação Pio XII, Henrique Prata, abordou a importância do apoio do Governo do Tocantins ao Hospital do Amor. “O que antes era algo formal nós definimos por escrito. Houve uma compreensão entre o Governador Carlesse, o secretário Edgar Tollini e o Hospital do Amor em relação a essa transferência. Agora o Governo e o Hospital de Amor estão caminhando juntos e quem ganha é toda a população do Tocantins com esse projeto que é referência. Lá as pessoas vão poder fazer o tratamento completo”, afirmou Henrique Prata.

O Hospital do Amor é referência internacional no tratamento contra o câncer. Está originalmente sediado em Barretos (SP), mas agora, uma nova unidade será instalada em Palmas, em uma área de 76,240 mil m². O prédio contará com 15 mil metros de área construída e vai abrigar uma equipe de 756 funcionários e 195 médicos.

COMPARTILHE:


Confira também:


Estado

Governador em exercício conduz última audiência pública do projeto Justiça Cidadã

Projeto visa aproximar o cidadão dos serviços do Judiciário.




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira