Saturday, 24 de August de 2019

OPINIÃO


Editorial

Isolada, prefeita Cinthia perde o equilíbrio mirando no Palácio Araguaia

23 Jul 2019    00:55    alterado em 24/07 às 08:23
Reprodução do Twitter Isolada, prefeita Cinthia perde o equilíbrio mirando no Palácio Araguaia

Desde que assumiu o comando da capital, a prefeita Cinthia Ribeiro ainda não mostrou a que veio. Do ponto de vista administrativo a sua gestão continua engessada. Os primeiros erros cometidos pela chefe do executivo foi entregar pontos estratégicos da administração a um grupo de pessoas que não tinha e nem tem nenhum conhecimento do cotidiano da capital. A chamada “galera de Brasília”, ora fragmentada com a volta do núcleo para a capital federal, deixou a prefeita com sérios problemas administrativos e de difícil relação política com lideranças da capital.

Para se ter uma ideia do desespero da prefeita basta olhar suas postagens no Twitter. No último dia 20 ela culpou a oposição pelo absurdo de danificar e expor fios no parque infantil do Cesamar. Os fios desencapados, pondo em risco a vida das crianças que brincam no parque, foram apontados pela prefeita como um ato da oposição para prejudicar seu governo. Na rede social, a prefeita escreveu: “Vamos identificar os responsáveis e encaminhá-los para a polícia. Até p Fazer oposição tem q ser inteligente, entendem?! Venham p o campo do debate, das proposições, das idéias. O povo não tolera mais esse jogo “baixo e sujo”. Acordem! Esse tipo de prática tem nome e endereço” (sic). Ela afirma que foi a oposição que teria desencapado os fios para que crianças tomassem choque, mas não citou quem seria essa oposição. É sabido que hoje a prefeita conta com dois núcleos contrários à sua gestão, o Palácio Araguaia e o grupo do seu ex-aliado Carlos Amastha.

Na postagem desta segunda, a prefeita mirou o Palácio Araguaia. Sem meias palavras falou que o governo estava pegando carona na programação de férias nos eventos de Taquaruçu. No Twitter ela disparou: “Parece que de vergonha ninguém morre né? Achei que Clone foi só nome de novela e Plágio Programa de TV local. O governo do TO pega carona no trabalho da prefeitura de Palmas, afinal não tem NADA p divulgar sobre Taquarucú. Fazer graça c chapéu alheio é fácil né? Bora trabalhar!” (sic). Essa reação da prefeita pode ser associada ao fato de ter batido nas portas do Palácio Araguaia implorando para o governador Carlesse (DEM) liberar a servidora Cleizenir Divina dos Santos, indicada pela deputada Dorinha Seabra (DEM) para assumir a Secretaria da Educação. Mesmo tendo anunciado a vinda da nova gestora da educação no dia 12, a prefeita não conseguiu ainda empossar a convidada devido total falta de interesse do governador de atender seu pedido.

Com o Palácio Araguaia fazendo vista grossa em estreitar laços com o Paço Municipal, Cinthia tenta buscar apoio na bancada federal aceitando indicações de nomes para compor sua equipe, como é o caso da Secretaria da Educação entregue à deputada federal Dorinha Seabra (DEM) – e ainda não consumado por falta da chancela do governador em emprestar a servidora de carreira do estado.

Outro episódio que teria irritado a prefeita foi o tão propalado, dançado e cantado namoro com o senador licenciado Eduardo Gomes (MDB). O plano teria sofrido um enorme abalo depois que Gomes assumiu o cargo de Secretário de Estado da Governadoria, pasta dentro do Palácio Araguaia, de articulação política. A aproximação de Eduardo com o governador Carlesse (DEM) e a amizade de longas datas com o vice-governador Wanderlei Barbosa (PHS), que é candidatíssimo ao cargo de prefeito de Palmas nas próximas eleições, colocou em xeque o sonho da prefeita de ter como principal aliado o senador que é conhecido no meio político como poderoso articulador de campanhas vitoriosas.


Devido as últimas trapalhadas da gestão como foi o caso da “censura prévia” ao humorista Léo Lins, que fez piadas de mal gosto com Palmas e principalmente por ter tocado no calcanhar de Aquiles da prefeita no caso das vaias. O resultado do imbróglio foi catastrófico para o paço devido o recorde de bilheteria do show onde os palmenses foram e pagaram para aplaudir o humorista.

Excessos a parte do artista em relação a outros assuntos polêmicos, uma das verdades ditas nas brincadeiras foi sobre as vaias que causam constrangimento por onde a prefeita passa, impedindo-a de interagir com o público que ela governa. Esse é um dos motivos pelos quais ela tem evitado falar em público ou permanecer nos palcos dos eventos. Eficiência na assessoria teria evitado todo esse desgaste. Mais uma trapalhada na equipe que não consegue se comunicar na “Torre de Babel”, apelido recebido pelo prédio sede da prefeitura, na JK.

Para não dizer que nem todos os movimentos feitos pela chefe do executivo nos últimos dias para tentar salvar seu nome e tornar-se competitiva no próximo ano foram falhos, ela acertou em um nome quando nomeou Rogério Ramos, funcionário de carreira da prefeitura, como secretário de finanças. O nome de Ramos foi bem aceito devido ter carreira ilibada na vida pública. Exerceu por várias vezes cargos de confiança em gestões passadas e sempre desempenhou bem suas funções.

Até afinar o discurso da equipe e resolver problemas básicos como limpeza, limpeza de mato, operação tapa-buracos, péssimo atendimento das UPAs e o paisagismo que morre por falta de água dando uma imagem acinzentada a nossa bela capital, a prefeita ainda tem que dá explicações ao MP sobre possível superfaturamento em contratação de tendas e shows com valores questionados pela justiça. Uma coisa é certa e visível: Cinthia percebeu que não se pode contratar por amizade e sim por competência. O erário é dinheiro sagrado do povo e o povo tem respondido nos eventos o que pensa da gestão.

A intenção da prefeita em valorizar “prata da casa” pode ter sido despertada tarde demais. A prova maior disso é a falta de confiança na gestão por parte das lideranças que Cinthia oferece a mão em noivado. Acontece todo o preparo, mas na hora da cerimônia o noivo some como foi o caso do senador licenciado Eduardo Gomes (MDB), que dançou a valsa, mas acabou acordando em outro endereço. Além disso, nos últimos dias, a deputada federal Dorinha Seabra (DEM) aceitou o convite, mas até agora foi impedida de trocar alianças porque seu aliado partidário, no caso o governador Carlesse, não rezou o bendito. (Por Wibergson Gomes)

COMPARTILHE:


Confira também:


Fogo na Amazônia

Presidente autoriza uso das Forças Armadas contra incêndios na Amazônia

O governo não informou o número de militares que poderão ser empregados nas ações de combate aos incêndios.

Criação de Tilápias

Governador participa de lançamento do projeto de criação de tilápias em tanques rede

No local, serão instalados 25 tanques rede (tamanho 4x4x4) com material de alumínio e telhas de aço inox. Serão colocados entre 2.500 e 3.000 alevinos (designação dada aos peixes recém-saídos do ovo e que já reabsorveram o saco vitelino) em cada tanque.



PPA

Governador Mauro Carlesse abre sétima consulta pública do PPA

Durante a abertura do evento o governador Mauro Carlesse anunciou que pretende implantar no Estado o projeto Pioneiros Pátria Amada, com foco no meio ambiente.


Saúde

Hospital Geral de Palmas opera com menor índice de ocupação da história

O novo fluxo e o planejamento estratégico na realização das cirurgias ortopédicas são resultado do comprometimento da atual gestão da Secretaria de Estado da Saúde (SES), que está regularizando e aumentando os estoques de medicamentos, materiais e insumos


Gurupi

Em Gurupi, governador Mauro Carlesse prestigia inauguração de Centro Cultural e exposição sobre ex-governador Siqueira Campos

Além do ex-governador Siqueira Campos, o evento contou com a presença de políticos e autoridades de Gurupi e região.


Campo

Secretaria da Agricultura e parceiros realizam o 3° Tecnifruti no Projeto Manuel Alves


Projeto Orelhinha

Tocantins recebe, pela segunda vez, projeto que resgata autoestima de jovens


Operação Forâneo

Polícia Civil realiza “Operação Forâneo” em Lagoa da Confusão e desarticula associação criminosa por tráfico interestadual de drogas


Audiência

Delegados de Polícia Civil do Tocantins tem audiência Pública com o Ministro Sérgio Moro


Saúde

Cirurgia bariátrica: mudanças do físico ao emocional


Operação Medusa

Polícia Civil prende 15º suspeito da Operação Medusa



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira