Friday, 14 de December de 2018

OPINIÃO


Educação

Na educação, como evitar o piloto automático?

31 Jan 2018    03:00    alterado em 04/02 às 12:22

Quando considerada um ambiente frio e estressante, a escola desestimula o prazer de ensinar e aprender, a convivência e o sonhar. Automaticamente, os planos e os projetos são substituídos pela obrigação, pelo fardo e pelo tédio de cumprir as tarefas pertinentes aos professores. O desânimo por conta da rotina e a falta de entusiasmo podem interferir até mesmo no desempenho de educadores considerados excelentes profissionais.

No momento em que a inércia toma conta, o "piloto automático da educação" é acionado. Além de prejudicar quem está ensinando, também interfere no processo de aprendizado dos alunos, os quais criam estereótipos e padrões que nem sempre se aplicam à realidade.

Frente às evidências, podemos optar por duas alternativas: aceitar que a educação e a escola são instituições em decadência, que não há nada a fazer; ou resgatar o grande potencial existente em cada um de nós, atuar de forma consciente, competente e motivada, repensar as relações e torná-las mais solidárias e cooperativas – tudo em busca de criar ambientes mais saudáveis e propícios à aprendizagem e ao desenvolvimento das potencialidades humanas, mesmo diante das dificuldades e dos desafios que vão surgindo no percurso.

O desenvolvimento das competências pessoais e produtivas é uma condição necessária para que o professor possa se conhecer melhor e, consequentemente, compreender o seu aluno. Assim, despertará o que há de melhor nele. Para isso, entender as competências abaixo se torna imprescindível:

Pessoal: é a habilidade de aprender a ser, a se aceitar, a se valorizar e a ampliar os conhecimentos acerca de si mesmo, a fim de superar medos e limitações, favorecer o resgate da autoestima e do autoconhecimento para o alcance da autonomia;

Autônoma: é a capacidade de pensar e decidir por si. É conhecer o ponto de partida e definir qual é chegada, comprometer-se com suas escolhas e assumir a responsabilidade pelos resultados;

Relacional: saber conviver é a habilidade de aprender a viver junto dos outros, com atitudes solidárias, cooperativas e construtivas;

Cognitiva: é o exercício de aprender a aprender, como forma de beneficiar-se dos conhecimentos, de compreender o mundo que nos rodeia, de desenvolver capacidades críticas, reflexivas e de discernimento;

Produtiva: é a arte do aprender a fazer, de pôr em prática os conhecimentos para saber fazer bem e eticamente um trabalho.

Essas são as bases para a expansão das possibilidades de perceber, reconhecer e construir uma nova abordagem de educação solidária, fundamentadas no desenvolvimento humano para compreender e aplicar cada competência de forma integrada e sinérgica.

Quando falamos em ambientes saudáveis, em alunos e professores motivados e felizes, em despertar o que há de melhor no outro e na escola que desejamos, discutimos coisas que consideramos importantes e valiosas para a vida – e, portanto, necessárias para a educação, a escola e a relação professor-aluno. Seja a pessoa que fará toda a diferença na vida de alguém!


*Eduardo Shinyashiki é presidente do Instituto Eduardo Shinyashiki, mestre em neuropsicologia, liderança educadora e especialista em desenvolvimento das competências de liderança organizacional e pessoal. Com mais de 30 anos de experiência no Brasil e na Europa, é referência em ampliar o poder pessoal e a autoliderança das pessoas, por meio de palestras, coaching, treinamentos e livros, para que elas obtenham atuações brilhantes em suas vidas. Mais informações: www.edushin.com.br

COMPARTILHE:

O que você achou da notícia?

61

PARABÉNS!
PARABÉNS!

55

BOM
BOM

53

AMEI!
AMEI!

51

KKKK
KKKK

50

ENGRAÇADO
ENGRAÇADO

39

Ñ GOSTEI
Ñ GOSTEI

40

CREDO!
CREDO!

Leia por assunto:

Educação

Comentários

comments powered by Disqus


Confira também:

Liberdade de Imprensa
FENAJ emite nota oficial

CPPA

Mesmo com situação levada à Justiça, esgoto a céu aberto continua na CPPA

MPE/TO e Prefeitura também judicializaram o caso, mas o problema continua na Casa de Prisão Provisória

Sindicância

Estado abre sindicância para apurar situação de servidores na Secretaria de Governo

De 18 de dezembro a 28 de fevereiro de 2019, terá início o recadastramento de todos os servidores do Poder Executivo



Focco

Presidente da Fendepol vem à Palmas em apoio aos Delegados do Tocantins

Rodolfo Laterza comparecerá ao Fórum Tocantinense de Combate à Corrupção em apoio à categoria


Serviço

Tocantins participa do Seminário Internacional sobre a Empregabilidade da Pessoa com Deficiência

O objetivo do seminário é compartilhar e debater as questões relativas às políticas públicas empreendidas pela comunidade internacional


Base Aérea

Governador Mauro Carlesse assina protocolo para instalar Base Aérea no Tocantins

O protocolo de compromisso terá a vigência de dois anos a partir de sua assinatura, podendo ser prorrogado por meio de um Termo Aditivo, desde que haja concordância das partes.


Fundos de Pensão

Avança projeto de Kátia Abreu que combate fraudes em fundos de pensão de servidores


Interior

População de Taguatinga é beneficiada com melhorias nos serviços de distribuição de água


Tapioca Cine

Produtora tocantinense ganha espaço no mercado internacional


Meio Ambiente

Justiça determina devolução de papagaio a moradora de Palmas, após multa e apreensão do Ibama


Educação

Educação e Unitins prorrogam prazo para professores se inscreverem em pós-graduação


AEM

Radares da BR-153 são fiscalizados pela Agência de Metrologia



  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira