Monday, 18 de November de 2019

OPINIÃO


Ponto de vista

O processo de virtualização da vida

30 Sep 2018    12:49    alterado em 30/09 às 12:49
O processo de virtualização da vida

Rafael Pereira
@rapres (Redes Sociais)
Telefone:(63) 9 81171300

Em épocas de ascensão tecnológica e implementação de recursos para meio de comunicação, podemos analisar os geradores de informações como impactantes em conflitos nos diálogos virtuais, tornando-se comum no cotidiano, mas com influência expressiva na vida social.

A intolerância exacerbada nas redes sociais é preocupante, partindo do pressuposto que as pessoas preferem viver em certas bolhas, as quais estão apenas para reafirmar suas opiniões. Isto prova a decorrência de críticas severas aos fatos contrários ao que este cidadão pensa. A linha de diálogo é resumida no que é particular como entendimento, e pouca ou nula aceitação das ideias vindas do externo, mesmo que se prove ao contrario afim de desconstruir ideias precipitadas.

Esta prática é relativamente nova e comum, por que não se faz necessário a identidade física do indivíduo, é subliminar e abstrata em suas observações nas redes sociais digitais. Neste ponto a paciência é curta, a continuidade de conferência são regadas em palavras de baixo escalão.
Esta bipolaridade na expressão é partilhada de um lado, no virtual e contida no mundo real. Superficialmente estes cidadãos se mostram visivelmente como tímidos quando confrontados com situações no mundo real, não é por repreensão nos formatos de educação, mas talvez por ser reflexo desta deturpação entre vida virtual e real.

A remediação pode ser vista na implementação de novas políticas escolares colocando em prática a conivência nas entidades públicas, a aproximação das camadas administrativas, além de mostrar informações verídicas sobre fatores que implicam a vida social (ex. Constituição). Obviamente que seio familiar ajuda e muito nestes processos, a ausência do diálogo e aproximação afetiva, empurra aos poucos as pessoas para o meio virtual.

Podemos citar inúmeras razões para fazer um casamento positivo entre as comunicações, as influências no mundo real quando impactadas no virtual. O simples fato da organização e aceitações de opiniões reaquecem os debates, sendo favorável numa sociedade sadia, nos seus variados conceitos.

COMPARTILHE:


Confira também:


Economia

Com Selic em queda, poupança pode passar a render menos que a inflação

Outro fator é a redução de recursos para o financiamento habitacional. Atualmente, 65% dos recursos de poupança são destinados aos financiamentos habitacionais.


  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira