Thursday, 12 de December de 2019

OPINIÃO


Opinião

O relativo e o absoluto nas questões do bem e do mal

28 Nov 2012

José João Neves Barbosa Vicente
 
No que tange às reflexões sobre o problema do bem e do mal, a história do pensamento humano seguiu duas vias: a absoluta e a relativa.

O pensamento moderno, por exemplo, ao refletir sobre a questão do bem e do mal lidou com o mesmo problema enfrentado pelo pensamento antigo e medieval que, de um modo geral, seguiu a via absoluta. Mas, não se pode negar, também, que introduziu elementos novos na tentativa de resolver algumas dificuldades. Hobbes, por exemplo, considerou o problema do bem e do mal uma questão de movimento. Assim, um movimento bem sucedido gera prazer; em caso contrário resulta em dor. É mal tudo aquilo que causa dor ou desconforto; é bem tudo aquilo que agrada. Fica evidente, portanto, que de acordo com este tipo de pensamento, bem e mal são coisas relativas: o que agrada a um pode não agradar a outro.

Nenhum homem deseja a sua própria destruição, mas sua preservação. Assim, o esforço no sentido de preservar-se constitui um bem, qualquer coisa que tenta entravar este esforço constitui um mal. Mas, como disse Espinosa, é importante ressaltar que o esforço do homem deve ser racional. Ele deve compreender o que está fazendo e conhecer as consequências, pois é no compreender e no conhecer os seus esforços que está a sua felicidade, o seu mais alto bem. Um ato bom, certamente, não é aquele praticado com esperança de ganhos egoístas ou com vistas à simpatia dos outros. O ato bom, como disse Kant, é aquele praticado por dever: devemos agir de acordo com uma máxima que possamos querer, ao mesmo tempo, que ela se converta em uma lei geral; devemos a gir de modo a desejarmos que o mundo inteiro siga o princípio do nosso ato. Estes são os critérios que constituem o bem e o mal.

A questão do bem e do mal pode ser considerada, também, como insistiu J.S. Mill da escola utilitarista, em termos de “o maior bem para o maior número”. Assim, em relação a um ato deve-se questionar se ele trará muitos benefícios a um grande número de pessoas. Aqui bem e mal são compreendidos como algo determinado por fatores sociais; o ato de um indivíduo é acentuado na experiência de outros. Para esse tipo de pensamento, bem e mal são determinados pelo efeito do ato sobre a vida de outros indivíduos que vivem agora ou viverão no futuro. Para a escola pragmática, como J. Dewey, por exemplo, o bem deve ser aquilo que atende aos objetivos do grupo e do indivíduo nesse grupo. Assim, um ato bom deve considerar o indivíduo como fim e não como me io, pois o indivíduo como unidade social é a última medida do bem e do mal. Tudo que enriquecer sua vida deve necessariamente enriquecer a de todos.

Fica evidente, portanto, que toda a história do pensamento humano sobre o bem e o mal seguiu duas vias fundamentais com várias nuanças: a absoluta que considera o bem e o mal como algo estabelecido desde o começo dos tempos como demonstrei em outras reflexões, e a relativa que considera o problema como algo que deve ser descoberto por meio do estudo de cada situação especial em foco. Isto é, são o tempo e o lugar que determinam o bem e o mal. As duas vias devem ser analisadas minuciosamente, mas não se pode negar que a tendência dos homens que nutrem respeito pela ciência e pela razão é acentuar o ponto de vista relativo e afastar do ponto de vista absoluto.

 


Filósofo, professor da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e Editor da GRIOT – Revista de Filosofia - josebvicente@bol.com.br

COMPARTILHE:


Confira também:


Governo Municipalista

Ao lado de Bolsonaro, governador Carlesse afirma que Governo Municipalista vai gerar mais de 20 mil empregos no Tocantins

Os recursos também serão usados para a construção da nova ponte de Porto Nacional. A obra deve levar aproximadamente dois anos e quatro meses para ser concluída.

Ação

TIM é a primeira operadora a ser nomeada empresa Pró-Ética pela Controladoria-Geral da União

Para receber essa habilitação, o Programa de Integridade da TIM passou por uma criteriosa avaliação de um comitê gestor formado por membros da CGU, do Instituto Ethos, da B3, entre outros.


13º salário

Assembleia antecipa 13º salário dos servidores para esta sexta-feira

A folha do 13º soma R$ 6,5 milhões que, somados aos salários de novembro, pagos no último dia 2, no valor de mais de R$ 13 milhões, totalizam quase R$ 20 milhões injetados na economia tocantinense, neste mês de dezembro.


TJTO

Desembargador Ronaldo Eurípedes nega pedido de liberdade provisória a Iury Italu Mendanha

E arrematou sua decisão ponderando que, “em detida análise da ação penal originária, não se verifica desídia ou omissão, seja da autoridade judiciária ou do Ministério Público, que estão exercendo seus respectivos encargos de forma devida e em conformidade


Seciju

Governo do Tocantins realiza dia D de atendimentos em alusão ao Dia Internacional dos Direitos Humanos


Sustentabilidade

Comitê das Bacias Hidrográficas dos Rios Lontra e Corda elege novos membros e mesa diretora


Boas novas

Governo apresenta resultados de projetos do Turismo de Base Comunitária no Jalapão, em Brasília


Europa

Comitiva do Tocantins é recebida na Embaixada Brasileira em Madrid


Melhorias

Rodovia que liga Taquaruçú a Buritirana recebe manutenção corretiva e preventiva


Intercâmbio Cultural

Vice-governador e Presidente da Ilha Príncipe manifestam Interesse em Programa de Intercâmbio Cultural



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira