Wednesday, 02 de December de 2020

OPINIÃO


Opinião

Os servidores foram despojados de suas aspirações

19 Oct 2012

Por Paulo César Régis de Souza


A última greve dos servidores deve ser analisada de frente para o futuro. Quem protesta, já perdeu. Pois bem, protestamos, até com veemência em determinados momentos, mas perdemos. Por quê?


Em inúmeras oportunidades, tenho demonstrado, sem que tenha sido desmentido, que as despesas com o pessoal (Executivo, Legislativo e Judiciário) correm muito abaixo dos limites impostos pela Lei de Responsabilidade Fiscal. Sei também que com o crescimento do PIB abaixo do estimado, a crise do dólar, do euro, das bolsas, a receita corrente líquida pode ser impactada. Também tenho escrito que o forte controle nos gastos com pessoal concursado é acompanhado pelo forte descontrole das despesas com pessoal comissionado e terceirizado, sem que o zeloso Ministério do Planejamento enfrente esta “bolha” que agride as contas públicas. Tenho alertado que há 25 mil comissionados (não concursados) no Executivo, sem qualificação técnica e profissional, recebendo os mais altos salários.


Perdemos porque o governo não negociou e impôs unilateralmente o que afirmou (sem admitir contestação) ser possível conceder no momento: 15,8% para os civis e 30% para os militares, em três anos, abrindo um largo horizonte de conforto para o próprio governo que concederá reajustes em 2014, ano da sucessão presidencial, e em 2015, 1° ano do novo governo. Até lá, se possível, ajustes pontuais.


A mídia tomou posição a favor do governo e contra os servidores. Ponto final. Cobriram a greve com a indiferença e a distância da guerra civil na Síria com 25 mil mortos!


Havia algo no ar, além dos aviões de carreira!


Perdemos porque as lideranças se omitiram, se acovardaram. Muitas delas se afastaram dos sindicatos. As centrais e as federações sindicais supostamente compradas ou aboletadas nos altos empregos com super salários contribuíram para a desmobilização, desmotivação, despolitização e desengajamento. Os negócios espúrios de muitos deles com a verba do Fundo de Amparo ao Trabalhador-FAT desmoralizaram tais lideranças.


Perdemos porque foram plantadas notícias contra nós: A contra-propaganda produziu impactos na opinião pública: “ Oferta de um percentual de reajuste de 15,8%, parcelado até 2015”, “Governo aumenta em 133% despesa com folha de pagamento de servidores federais em oito anos”; “A pesada conta da greve. Cofres públicos gastaram R$1,2 bilhões em 513 dias de paralização de servidores desde 2005”; “Ação da AGU junto ao STJ que mandou descontar os dias parados”; “Servidor recebeu reajustes acima do avanço do PIB. Estudo mostra que, nos últimos nove anos, valor médio pago cresceu 33%, para 7,2 mil”.


O saco de bondades da Presidente Dilma se esgotou. Desde FHC que se cometem injustiças como os que já deram tudo de si pelo serviço público. O saco de maldades mostra sua face de empobrecer o país e gerar desilusões e despedaçar sonhos, com a arrogância dos que matam os rios amazônicos com a construção de barragens e usinas.


(*) Paulo César Régis de Souza é presidente da Associação Nacional dos Servidores da Previdência e da Seguridade Social- ANASPS.

COMPARTILHE:


Confira também:


Helvécio Maia

Governador em exercício assina decretos para criação do Comitê da primeira infância e inclusão de nome social de pessoas trans em órgãos da administração pública

Solenidade também contou com a entrega de armamentos, munições e uma nova viatura para o sistema prisional

Covid-19

Tocantins contabilizou 350 novos casos confirmados da Covid-19

Atualmente, o Tocantins contabiliza 259.124 pessoas notificadas com a Covid-19 e acumula 81.972 casos confirmados. Destes, 74.109 pacientes estão recuperados, 6.696 pacientes seguem em isolamento domiciliar ou hospitalar e 1.167 pacientes foram a óbito.



Aleto

Eduardo do Dertins participa de solenidade de entrega de equipamentos de segurança

Além do presidente da AL, participaram do evento os deputados Jair Farias (MDB), Olyntho Neto (PSDB), Cláudia Lelis (PV) e Valderez Castelo Branco (PP).


Serviço

IBGE/TO faz apelo para que empresas e escritórios de contabilidade respondam pesquisas econômicas

O IBGE ressalta que o levantamento é importante para retratar a realidade do segmento empresarial, industrial, construção civil, comércio e serviços e, dessa forma, embasar o planejamento econômico, as políticas públicas e os investimentos no estado.


Band

Erick Jacquin presta homenagem à mandioca no oitavo episódio do “Minha Receita”

Minha Receita vai ao ar toda quinta-feira, às 22h45, para todo o Brasil.


Revitalização

Avenida JK ganha espaço verde de convivência


Educação

Unitins oferta 534 vagas para o semestre 2021/1 em edital de transferência externa


Interior

Prefeitura de Miracema do Tocantins divulga resultado dos Editais da Lei Aldir Blanc


Meio Ambiente

Governo do Estado inicia o plantio de mudas no Parque Estadual do Lajeado em parceria com a ONG 8 Billion Trees


Campo

Com articulação do Ruraltins, produtores quitam passivo financeiro com Banco da Amazônia e garantem acesso à nova linha de crédito


Região central

Polícia Civil desarticula ponto de venda de drogas e prende dois suspeitos por tráfico em Miracema



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira