Thursday, 20 de June de 2019

OPINIÃO


Ressocialização

Reeducandos do Barra da Grota finalizam curso de panificação e conquistam a oportunidade de trabalhar

11 Jun 2019    15:36
Divulgação Reeducandos do Barra da Grota finalizam curso de panificação e conquistam a oportunidade de trabalhar

Com objetivo de fomentar a ressocialização por meio da qualificação profissional, a Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju) oferta cursos de panificação naUnidade de Tratamento Penal Barra da Grota (UTPBG), em Araguaína, e nesta segunda-feira, 10, mais uma turma se formou. Foram oito reeducandos que receberam certificação de conclusão do curso durante uma confraternização pela finalização da capacitação.

O curso foi ofertado em parceria com a Embrasil, empresa cogestora da unidade penitenciária, e teve carga horária de 180 horas, dividas entre aulas práticas e teóricas. Durante os dias de capacitação, os reeducandos receberam orientações acerca da preparação de pães, bolos, tortas e salgados.

Para o diretor da unidade, Guilherme Martins, a qualificação oferece um novo caminho para os reeducandos. “O curso proporciona ao reeducando uma nova oportunidade no campo profissional, pois, ao finalizá-lo, ele está apto ao mercado de trabalho e possui certificado, por empresa competente, que atesta sua capacidade técnica para o desempenho das funções”, ressaltou.

O reeducando, D.A.P, de 23 anos, relata que com a qualificação terá um nova oportunidade de ingressar no mercado de trabalho. “Foi gratificante participar do curso, aprendemos várias coisas. Muitas vezes as portas do mercado de trabalho estão fechadas para nós, mas com essa oportunidade temos uma nova chance”, vislumbrou.

Trabalho na unidade

Após a finalização do curso, cinco reeducandos certificados foram selecionados para atuarem na panificação dentro da própria unidade, ingressando no projeto Amarelinhos. A seleção foi realizada por meio do setor de Inteligência e Administração da unidade.

Na fase inicial de trabalho, os reeducandos não serão remunerados, sendo beneficiados com remição de um dia de pena, por três dias trabalhados. Posteriormente, quando já estiverem com maior experiência, os reeducandos poderão alcançar remuneração, assumindo a produção dos lanches fornecidos dentro da unidade.  

Outras turmas

O curso de panificação conta com outras quatro turmas em andamento, com pretensão de qualificar 60 reeducandos. A formação dessas turmas está sendo ofertada por meio do Programa de Capacitação Profissional e Implantação de Oficinas (Procap).

Apesar de estar na mesma área, o curso tem uma carga horária menor, sendo 160 horas dividas pelas quatro turmas, 40 horas para cada. Durante as aulas, os reeducando são qualificados de forma teórica e prática. (Ascom). 

COMPARTILHE:


Confira também:


Esporte

Jogos de hoje definem próximo adversário do Brasil na Copa feminina

O fim da rodada decide as últimas vagas para as oitavas de final


  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira