Sunday, 08 de December de 2019

OPINIÃO


Ressocialização

Reeducandos do Barra da Grota finalizam curso de panificação e conquistam a oportunidade de trabalhar

11 Jun 2019
Divulgação Reeducandos do Barra da Grota finalizam curso de panificação e conquistam a oportunidade de trabalhar

Com objetivo de fomentar a ressocialização por meio da qualificação profissional, a Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju) oferta cursos de panificação naUnidade de Tratamento Penal Barra da Grota (UTPBG), em Araguaína, e nesta segunda-feira, 10, mais uma turma se formou. Foram oito reeducandos que receberam certificação de conclusão do curso durante uma confraternização pela finalização da capacitação.

O curso foi ofertado em parceria com a Embrasil, empresa cogestora da unidade penitenciária, e teve carga horária de 180 horas, dividas entre aulas práticas e teóricas. Durante os dias de capacitação, os reeducandos receberam orientações acerca da preparação de pães, bolos, tortas e salgados.

Para o diretor da unidade, Guilherme Martins, a qualificação oferece um novo caminho para os reeducandos. “O curso proporciona ao reeducando uma nova oportunidade no campo profissional, pois, ao finalizá-lo, ele está apto ao mercado de trabalho e possui certificado, por empresa competente, que atesta sua capacidade técnica para o desempenho das funções”, ressaltou.

O reeducando, D.A.P, de 23 anos, relata que com a qualificação terá um nova oportunidade de ingressar no mercado de trabalho. “Foi gratificante participar do curso, aprendemos várias coisas. Muitas vezes as portas do mercado de trabalho estão fechadas para nós, mas com essa oportunidade temos uma nova chance”, vislumbrou.

Trabalho na unidade

Após a finalização do curso, cinco reeducandos certificados foram selecionados para atuarem na panificação dentro da própria unidade, ingressando no projeto Amarelinhos. A seleção foi realizada por meio do setor de Inteligência e Administração da unidade.

Na fase inicial de trabalho, os reeducandos não serão remunerados, sendo beneficiados com remição de um dia de pena, por três dias trabalhados. Posteriormente, quando já estiverem com maior experiência, os reeducandos poderão alcançar remuneração, assumindo a produção dos lanches fornecidos dentro da unidade.  

Outras turmas

O curso de panificação conta com outras quatro turmas em andamento, com pretensão de qualificar 60 reeducandos. A formação dessas turmas está sendo ofertada por meio do Programa de Capacitação Profissional e Implantação de Oficinas (Procap).

Apesar de estar na mesma área, o curso tem uma carga horária menor, sendo 160 horas dividas pelas quatro turmas, 40 horas para cada. Durante as aulas, os reeducando são qualificados de forma teórica e prática. (Ascom). 

COMPARTILHE:


Confira também:


COP 25

Agenda do Estado na COP 25 busca investimentos para a estratégia Tocantins 20-40 e para o programa Pátria Amada Mirim

Reuniões com investidores europeus e participação ativa na Amazon-Madrid também estão no cronograma

Câmara

Damaso integra comissão especial que irá debater PEC da 2ª instância

A Constituição estabelece que ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória. Atualmente, o trânsito em julgado ocorre depois do julgamento de recursos aos tribunais superiores


CGE

Controladoria e parceiros realizam evento em alusão ao Dia Internacional Contra a Corrupção nesta segunda, 9

Programação contará com premiação de vencedora da rede estadual do Concurso de Desenho e Redação da CGU sobre o mesmo tema.


Carlesse

Carlesse participa da troca de comando no Corpo de Bombeiros e destaca importância de uma mulher assumir o 1º Batalhão

Tenente-coronel Andreya de Fátima Bueno é a primeira mulher a assumir o posto de comando de batalhão no Estado


Palmas

Arte leva esperança e tranquilidade aos pacientes do HGP


Infraestrutura

Governo realiza recuperação de pontos críticos da TO-239 entre Itacajá e Itapiratins


Região central

Polícia Civil conclui investigações sobre estupro de vulnerável em Miranorte


Solidariedade

Governo atende mais de 30 aldeias indígenas no Tocantins com o Criança Feliz


Capital por um dia

Governador anuncia implantação de Colégio Cívico-Militar em Miracema


"Salve Maria"

Modelo do aplicativo “Salve Maria” poderá ser implantando no TO



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira