Monday, 21 de May de 2018

Monday, 21 de May de 2018

POLÍTICA


Internet

Ao apontar dados, Especialistas destacam a importância de combater “brincadeiras” perigosas propagadas pela internet

07 Jun 2017

Requerida pela deputada federal Josi Nunes(PMDB/TO), a Comissão de Educação da Câmara Federal realizou nesta terça,06, uma audiência pública que debateu sobre o Projeto de lei 7170/2017, de autoria da tocantinense, que altera a lei do marco civil da internet e o Decreto – Lei 2.848 do Código Penal para combater trotes e práticas como o Jogo da "Baleia Azul" dentre outros tipos de brincadeiras e desafios considerados perigosos propagados pela internet.

Em sua apresentação, a psicóloga Fabiana Vasconcelos destacou que de 2010 para 2017, o número de vídeos com este tipo de conteúdo aumentaram de 500 para 14.300. Jogos como o desafio do desmaio, por exemplo, chegam a ter seis milhões de visualizações do Youtube conforme apontou a especialista.

A psicóloga alerta que os desafios desta natureza atualmente aparecem com nomes diversos na rede mundial de computadores tais como; os desafios do desodorante, da canela em pó, da camisinha e do Superbonder, que consiste em colar boca e narinas simultaneamente para evitar a respiração.

Ainda segundo Fabiana, os jovens desconhecem as sequelas da prática e os riscos de morte súbita. "São práticas que podem levar a sequelas como aneurisma, cegueira temporária ou permanente, paraplegia e até morte cerebral. Uma pesquisa realizada em 2015, pela psicóloga Dra. Juliana Guilheri,  feita com 1.395 crianças francesas e brasileiras, de 9 a 17 anos, revela que 40% já brincaram de asfixia e 10% já chegaram a desmaiar. Então, são dados muito alarmantes e preocupantes", completou.

Para a presidente da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), Evelyn Eisenstein, este tipo de prática não pode continuar sendo visto como um tipo de brincadeira. "As crianças não sabem interpretar o que estão vendo nas mídias. Não conseguem separar fantasia de realidade. Existe uma sociedade patológica, doentia que está lucrando com a morte de crianças e adolescentes.   Muitos acham que os problemas surgem na adolescência, mas estes problemas começam na infância.  O efeitos que temos vistos como brincadeiras, não são brincadeirinhas. É preciso que toda a sociedade esteja alerta, inclusive, a mídia", alertou.

Já o coordenador do MBA (Mestre em Administração de Negócios) em Direito Eletrônico da Escola Paulista de Direito, Rony Vainzof, reforçou a necessidade dos ajustes na legislação. "O bem jurídico que a gente quer defender aqui é a vida. Nós não estamos falando de liberdade de expressão ou de qualquer outro tipo de censura. O assunto que nós estamos tratando aqui é proteger a vida de crianças e adolescentes. Se quatro a cada dez  jovens já tentaram algum tipo de jogo de asfixia e os jovens desconhecem essas sequelas. Então, é necessário  apurar a responsabilidade de cada um neste processo. O provedores e aplicações já estão pautando as "Fake News" ( noticias falsas) dentre outros temas. A pauta das brincadeiras perigosas também precisam ser pautadas . Precisamos de Politicas Publicas de educação digital sobre os riscos", defendeu.

Avaliando positivamente a Audiência Pública, a deputada federal Josi Nunes adiantou que tramita na Câmara, um requerimento solicitando a urgência da aprovação de um projeto de lei, de autoria do deputado Odorico Monteiro (PSB/CE) que também trata sobre o tema. " Já tivemos outras audiências sobre esse tema nesta casa, e várias propostas já foram apresentadas, como este PL de minha autoria, que visa combater a incitação à pratica de trote ou outra conduta perniciosa na internet. Quero reunir com os demais deputados que apresentaram a matéria com este teor, para que a nós possamos apensar, juntar os textos e aprovar este projeto em plenário o mais breve possível", acrescentou Josi.

Também participaram da audiência pública o Presidente do Instituto DimiCuida Demétrio Jereissati, o Membro Fundador do Instituto de Direito da Tecnologia da Informação (IDTI), Caio César Carvalho e o professor Luciano Coelho, que tem defendido o combate  a estas  práticas nas escolas do Tocantins.
 
--
Assessoria de Comunicação/Gabinete Deputada Federal Josi Nunes(PMDB/TO)

COMPARTILHE:

O que você achou da notícia?

3

PARABÉNS!
PARABÉNS!

2

BOM
BOM

2

AMEI!
AMEI!

2

KKKK
KKKK

2

ENGRAÇADO
ENGRAÇADO

2

Ñ GOSTEI
Ñ GOSTEI

1

CREDO!
CREDO!

Comentários

comments powered by Disqus


Confira também:


Eleições 2018

Kátia Abreu: “vou fechar a torneira da corrupção para devolver o dinheiro do povo”

Candidata recebe apoio em Pedro Afonso e Itacajá ao apresentar propostas para desenvolvimento e combate à pobreza

Eleições 2018

“Salvadores da pátria levaram TO à bancarrota”, diz Carlesse

“Os que de fato lutam para melhorar o Estado estão aqui, nesse palanque, porque acreditam em um projeto de estabilidade. Que lutam por um Tocantins melhor para todos”, disse, sobre seus aliados.



Tocantins

MPE denuncia acusado de extorquir dinheiro de mulher com fotos íntimas

Apurou-se que as ameaças se intensificaram e a vítima, coagida e intimidada, aceitou entregar a quantia de R$ 300,00


Eleições 2018

Na Fieto, Vicentinho indicou a possibilidade de reduzir a carga tributária do Tocantins

Vicentinho Alves demonstrou preocupação com as contas públicas e destacou a necessidade do governo do Estado “não gastar mais do que arrecada”.


Educação

População de Guaraí ganha a 8ª unidade do Colégio da Polícia Militar

A solenidade realizada na tarde desta quinta-feira, 17, contou com a presença da secretária da Educação, Juventude e Esportes, Adriana Aguiar e do comandante da Polícia Militar, coronel Jaizon Veras Barbosa


Rally Baja Jalapão

4º Rally Baja Jalapão 500: roteiro passará por três cidades


Márlon Reis

“Precisamos que o Governo diminua para que a Tocantins cresça”, diz Márlon Reis durante encontro na Fieto


Tocantins

Justiça do Tocantins descumpre decisão do STJ sobre prisão domiciliar


Campanha

Hospital Municipal de Araguaína conscientiza pais sobre abuso e exploração sexual infantil


Festival

Festival atrai pesquisadores do circo brasileiro


Mário Lúcio

“Entendo que só a política séria pode melhorar a vida das pessoas”, diz Mário Lúcio na TV em Araguaína



  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira