Thursday, 12 de December de 2019

POLÍTICA


Pressão

ATM lamenta retirada de Municípios do relatório da Reforma da Previdência e convoca municipalistas a lutarem pela inclusão em Plenário

04 Jul 2019
ATM lamenta retirada de Municípios do relatório da Reforma da Previdência e convoca municipalistas a lutarem pela inclusão em Plenário

O presidente da Associação Tocantinense de Municípios (ATM), prefeito de Pedro Afonso, Jairo Mariano, lamentou a não inclusão dos Municípios no relatório da comissão especial da Nova Previdência – Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 06/2019, apresentado nesta terça-feira, 02, pelo relator da Reforma Previdenciária na comissão Especial da Câmara, o deputado Samuel Moreira (SP).

Para o presidente da ATM, as mudanças no atual sistema previdenciário podem ser benéficas aos Municípios que possuem Regime Próprio de Previdência. “Estima-se uma redução de despesa de R$ 41 bilhões em quatro anos e R$ 170 bilhões em 10 anos com aposentadorias e pensões somente para os 2.108 Municípios com Regimes Próprios”, apresentou Mariano, ao frisar que, mesmo sem a inclusão, os prefeitos atuam pelo compromisso do equilíbrio financeiro.

Posicionamento municipalista
Ao representar os Municípios de todo o Brasil, o presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Glademir Aroldi, chegou a se reunir com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, e da Câmara, Rodrigo Maia, para apresentar posicionamento do movimento municipalista favorável à aplicação das regras de servidores públicos federais, estaduais e municipais.

Segundo a CNM, as discussões reforçaram a relevância da proposta para a governabilidade do país, que enfrenta déficit previdenciário crescente. Apesar dos pedidos, incluindo os próprios presidentes das Casas, para manutenção dos Regimes Próprios de Previdência Social (RPPS) no texto, no início da tarde desta terça-feira, 02, já estava sendo amplamente divulgada a exclusão na versão final do relatório – fruto de acordo dos líderes da Câmara.

Congresso
Segundo integrantes do Governo, a não inclusão visa agilizar a aprovação do relatório da previdência, que tem permanecido muito tempo apenas em discussões. Na comissão, o relator Moreira disse que se mantém mantidas as "condições" e a "esperança" de incluir estados e municípios durante a votação no Plenário principal da Câmara. O presidente da ATM disse estar confiante numa eventual votação de destaque, em Plenário, para que seja feita a inclusão dos Estados e Municípios na reforma previdenciária.

“Sabemos que muitas das conquistas dos Municípios no Congresso Nacional se deram por meio de muita articulação e pressão política com parlamentares. A ATM convoca os prefeitos do Estado para continuarem os contatos com deputados e senadores do Tocantins em Brasília para conseguirem a votação de um eventual destaque que inclui os Municípios na reforma”, disse Mariano.

Atualmente, os parlamentares analisam requerimentos da oposição que pedem o adiamento da votação da comissão.

COMPARTILHE:


Confira também:


Governo Municipalista

Ao lado de Bolsonaro, governador Carlesse afirma que Governo Municipalista vai gerar mais de 20 mil empregos no Tocantins

Os recursos também serão usados para a construção da nova ponte de Porto Nacional. A obra deve levar aproximadamente dois anos e quatro meses para ser concluída.

Ação

TIM é a primeira operadora a ser nomeada empresa Pró-Ética pela Controladoria-Geral da União

Para receber essa habilitação, o Programa de Integridade da TIM passou por uma criteriosa avaliação de um comitê gestor formado por membros da CGU, do Instituto Ethos, da B3, entre outros.


13º salário

Assembleia antecipa 13º salário dos servidores para esta sexta-feira

A folha do 13º soma R$ 6,5 milhões que, somados aos salários de novembro, pagos no último dia 2, no valor de mais de R$ 13 milhões, totalizam quase R$ 20 milhões injetados na economia tocantinense, neste mês de dezembro.


TJTO

Desembargador Ronaldo Eurípedes nega pedido de liberdade provisória a Iury Italu Mendanha

E arrematou sua decisão ponderando que, “em detida análise da ação penal originária, não se verifica desídia ou omissão, seja da autoridade judiciária ou do Ministério Público, que estão exercendo seus respectivos encargos de forma devida e em conformidade


Seciju

Governo do Tocantins realiza dia D de atendimentos em alusão ao Dia Internacional dos Direitos Humanos


Sustentabilidade

Comitê das Bacias Hidrográficas dos Rios Lontra e Corda elege novos membros e mesa diretora


Boas novas

Governo apresenta resultados de projetos do Turismo de Base Comunitária no Jalapão, em Brasília


Europa

Comitiva do Tocantins é recebida na Embaixada Brasileira em Madrid


Melhorias

Rodovia que liga Taquaruçú a Buritirana recebe manutenção corretiva e preventiva


Intercâmbio Cultural

Vice-governador e Presidente da Ilha Príncipe manifestam Interesse em Programa de Intercâmbio Cultural



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira