Tuesday, 07 de July de 2020

POLÍTICA


COVID-19

Ayres defende uso do Hidroxicloroquina com acompanhamento médico

30 Jun 2020
Ayres defende uso do Hidroxicloroquina com acompanhamento médico

O Deputado estadual Ricardo Ayres (PSB) levantou uma discussão no Tocantins sobre a Hidroxicloroquina ou Cloroquina para o tratamento da COVID-19, doença causada pelo novo coronavírus. Com a curva crescente de casos no Tocantins e na própria Assembleia Legislativa, onde os deputados Olyntho Neto, Cláudia Lelis e Júnior Geo estão isolados após contaminação pelo vírus, Ayres, que foi tratado com o medicamento, defende a prescrição, com indicação e acompanhamento médico, na fase inicial da doença. O parlamentar ainda rechaçou a politização em torno de um tema de saúde tão importante. “Temos profissionais de saúde do Estado que são favoráveis ao medicamento e argumentam sua eficácia no tratamento da doença”, explica.

 

Ricardo Ayres já havia anunciado no dia 02 de junho que estava curado da COVID-19, vítima de uma contaminação comunitária pelo coronavírus. Segundo ele, seu quadro foi considerado como Pneumonia em fase inicial. O deputado fez uso do medicamento e relatou constatar uma melhora logo após início do tratamento.

 

O Deputado também argumentou entender que, por si só, seu resultado não pode ser colocado como ponto de decisão sobre a eficiência completa do medicamento, entretanto defende que ele não pode ser descartado ou seu uso desaconselhado, sem maiores estudos e um posicionamento médico sobre o quadro de cada paciente. “Utilizei a hidroxicloroquina e os resultados foram muito bons. Esse é um assunto técnico-científico e precisamos estudar e avaliar toda as formas de tratamento, principalmente no cenário crescente de contaminação no Tocantins e no Brasil. Defendo a continuidade dos estudos e o uso do medicamento com prescrição e acompanhamento médico”, explicou. 

 

Médico defende medicamento

Segundo o médico cardiologista que acompanhou o Deputado em seu tratamento, o Dr. Andrés Gustavo Sánchez relatou o seguinte: “iniciamos o protocolo de forma precoce, com consentimento informado, resultado favorável já nas primeiras 24 horas e atualmente tem critérios de cura da COVID-19 “. Sánchez também relatou que fez o tratamento com a substância em outros pacientes com resultados também positivos.

 

OMS volta atrás

Como citado pelo médico, a própria Organização Mundial de Saúde (OMS) reeditou seu posicionamento. No dia 23 de maio de 2020, o Grupo Executivo do Estudo Solidariedade da organização havia decidido parar os estudos sobre o uso da hidroxicloroquina no tratamento a COVID-19. A argumentação seria uma preocupação com a segurança do medicamento.

 

A mudança de posicionamento da OMS veio após a revista científica "The Lancet" publicar uma nota de retratação dos autores do estudo com cloroquina e hidroxicloroquina para Covid-19 publicado por ela própria no dia 22 de maio. Os cientistas afirmaram não poder mais garantir a veracidade dos dados usados para fundamentar a pesquisa, que havia constatado risco no uso das substâncias contra o novo coronavírus.

 

Sendo que no dia 3 de junho de 2020, o diretor-geral da OMS anunciou que, com base nos dados de disponíveis, os membros do comitê recomendaram que não havia motivos para modificar o protocolo do estudo. O Grupo Executivo recebeu esta recomendação e endossou a continuação de todos os ramos do Estudo, incluindo a hidroxicloroquina.

 

Medicamentos

Até o momento, não há nenhum medicamento, substância, vitamina, alimento específico ou vacina que possa prevenir a infecção pelo novo coronavírus. Devido ao fato de ser uma doença nova no mundo, temos pouca literatura disponível podendo recorrer a tratamentos off-label com o objetivo de diminuir o risco de evolução para a fase inflamatória. Certamente, a principal arma contra o COVID-19 será a vacina, a qual deverá estar disponível no final do ano 2020 ou início de 2021.

 

Politização do tema

Ayres encerrou rechaçando sobre o que chamou de politização sobre o medicamento e sobre a própria pandemia do Coronavírus. Segundo ele, é uma questão de saúde, de proporções que jamais vimos e de um vírus que, até o momento, temos poucas informações. O parlamentar defendeu que é preciso que sejam unidos esforços em prol de estudos sobre o remédio, tratamentos e sobre ações que possam conter o avanço da doença. “Não é momento de fazer política sobre usar ou não tal medicamento, precisamos é de estudos científicos, de profissionais da área. Estão fazendo política com uma doença séria que infelizmente tem dizimado famílias e desestruturado todo o mundo”, concluiu.

COMPARTILHE:


Confira também:


Pandemia

Brasil tem 65,4 mil mortes causadas pela covid-19

Do total de infectados, 927.292 já se recuperaram

Pandemia

Tocantins registra 168 novos casos da Covid-19

Atualmente, o Tocantins apresenta 12. 640 casos no total, destes, 7.850 pacientes estão recuperados, 4.566 pacientes estão ainda em isolamento domiciliar ou hospitalar e 224 pacientes foram a óbito.



Saúde

Cuidado com as dores gastroabdominais

Elas podem estar sinalizando para enfermidades como a apendicite, a diverticulite e a colecistite. Especialista alerta para a evolução rápida e risco de morte das três inflamações do abdômen


Sanidade

Novo caso de mormo no Tocantins é confirmado em São Salvador

A constatação veio após a realização do exame complementar confirmatório western blotting


Taquaruçu

Circo de Família e o amor como resposta

O espetáculo “Circo de Família” será apresentado ao vivo a partir das 10h do dia 05 de julho. Os ingressos podem já podem ser adquiridos a partir do valor de R$ 5,00 na bilheteria online.


Prevenção

Campanha Nacional de vacinação contra Influenza é prorrogada até dia 24 de julho


Regulação

ATR implementa atendimento presencial por agendamento


Justiça

Produtividade na Justiça Federal no Tocantins ultrapassa a marca de 26 mil processos julgados durante período de trabalho remoto


Tocantins

Monumento Natural Canyons e Corredeiras do Rio Sono completa oito anos de criação


Infraestrutura

Entrega de máquinas fecha ações do Governo do Tocantins em infraestrutura rodoviária no primeiro semestre de 2020


Economia

Intenção de consumo das famílias de Palmas cai novamente em junho



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira