Thursday, 22 de August de 2019

POLÍTICA


Segurança

Em 28 dias três mulheres foram presas por tentar entrar com drogas na Cadeia de Colinas

10 Feb 2019    17:00
Em 28 dias três mulheres foram presas por tentar entrar com drogas na Cadeia de Colinas

Uma mulher identificada pelas iniciais I. B. N., de 51 anos, foi flagrada na tarde desta sexta-feira, 08, tentando entrar na Cadeia Pública de Colinas do Tocantins com drogas introduzidas em suas partes íntimas. Os agentes que estavam de plantão deram voz de prisão à mulher que estava na cadeia para visitar o seu filho, Lucas Noleto Lobo, de 25 anos, condenado por tráfico de drogas. Esse é o terceiro caso em 28 dias de visitante tentando entrar com drogas no ambiente de carceragem na Cadeia de Colinas.

Os agentes da unidade receberam a informação de que a mãe de Lobo estava levando ilícitos para ele, quando questionaram a visitante sobre a informação, ela ficou nervosa e não quis passar pela revista pessoal, elevando o grau das suspeitas. Diante disso, os agentes a conduziram ao hospital da cidade onde foi realizado um exame de raio-X que confirmou a presença de ilícito.

Após a confirmação, os agentes deram voz de prisão à mulher pelo crime de tráfico e a conduziram à Central de Atendimento da Polícia Civil do município. Também foi instaurado Procedimento Administrativo Disciplinar (PAD) em desfavor do filho da visitante, para apuração mais detalhada do fato.

“Prevenir a entrada de entorpecentes na unidade é um trabalho que fazemos cotidianamente e como não fazemos revista vexatória, essa ação é um pouco mais complexa e depende da inteligência e da dedicação dos servidores para conseguir realizar flagrantes como esse. Por isso parabenizo a minha equipe pelo trabalho”, disse o diretor da cadeia, Silvestre Boaventura, diretor da cadeia.

Histórico
Em 11 de janeiro, M. S. O. M., 35 anos, foi flagrada tentando entrar na Cadeia Pública de Colinas do Tocantins no seu corpo. No dia 1º de fevereiro L. A. C., 25 anos, também foi presa após ser comprovado que ela estava como ilícitos introduzidos em suas partes íntimas. Ambas foram responderão pelo crime de tráfico de drogas e poderão pegar de 5 a 15 anos de prisão em regime fechado.

COMPARTILHE:


Confira também:


Justiça

União pode bloquear repasses voluntários a estados, decide STF

A possibilidade do bloqueio está prevista no artigo 11 da Lei de Responsabilidade Fiscal (LC 101/2000), cuja validade é julgada nesta quarta-feira pelo plenário do Supremo.

Operação Medusa

Polícia Civil prende 15º suspeito da Operação Medusa

Deflagrada no último dia 15, a Operação Medusa visa combater ataques criminosos ocorridos em 2018 a mando de facção criminosa de renome nacional.


Saúde

Pacientes do Tocantins correm o risco de ficar sem diálise

Instituto de Doenças Renais não recebe repasses desde abril. 140 pacientes serão prejudicados pela ausência de recursos para oferecer o tratamento adequado


Fotografia

Dia da Fotografia com a TIM: dicas para tirar boas fotos e ofertas em smartphones

Quando o assunto é fotografia, o foco é o mais importante na hora de fazer os cliques. O elemento a ser destacado deve estar claro e bem posicionado.


Festival Gastronômico

Prefeitura lança programação artística do 13º Festival Gastronômico de Taquaruçu


AL

Audiência pública homenageia UMA e Siqueira Campos


Agricultura

Seminário de Apicultura supera expectativa em números de participantes


Futebol

Capital empata com Palmas na abertura do Estadual de Futebol Sub19


Taquaruçu

Governo inaugura Núcleo de Identificação de Taquaruçu e entrega viaturas e armamentos para a Polícia Civil


Sanidade Animal

Adapec reúne mais de 70 médicos veterinários autônomos para debater sanidade animal



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira