Saturday, 20 de October de 2018

POLÍTICA


Paraíso

Em Paraíso, Amastha garante a empresários política fiscal voltada ao desenvolvimento, atração de investimento e solução para segurança

15 May 2018    18:16
Em Paraíso, Amastha garante a empresários política fiscal voltada ao desenvolvimento, atração de investimento e solução para segurança Amastha, ex-prefeito de Palmas e candidato a governador, durante encontro com empresários nesta segunda-feira, dia 14, na sede da Associação Comercial e Industrial de Paraíso (Acip)

Em reunião com empresários de Paraíso do Tocantins (64 km de Palmas), o candidato a governador do Tocantins pela coligação “A Verdadeira Mudança”, Carlos Amastha (PSB), garantiu, se eleito no pleito suplementar de 3 de junho, implementará uma política tributária justa para atrair investimentos ao município com foco na vocação local, como o atrativo turístico, e resolverá o problema da segurança. 

“Paraíso tem um potencial logístico enorme. Porém, a riqueza sobe e desce pela BR-153 e não para aqui. Com foco na vocação, que é o agro, o potencial turístico e serviços, vamos implementar medidas que se baseiam na capacitação dos agentes envolvidos nesses segmentos, atração de investimentos e empresas e, como indutor do desenvolvimento, atender os setores com crédito”, afirmou  Amastha, no encontro realizado na noite dessa segunda-feira, dia 14, na sede da Associação Comercial e Industrial de Paraíso (Acip). “Imaginem o que faremos com essa Serra do Estrondo! Transformaremos num grande ponto turístico, que vai fomentar o comércio num todo. Se fizemos em Palmas, faremos aqui. Podem confiar”, complementou.

Política fiscal em vez de política arrecadatória

Questionado por empresários, Amastha abordou a proposta de política tributária de sua gestão. “Nunca esse estado teve uma política fiscal, mas sempre uma política arrecadatória. Nós desenvolveremos uma política tributária justa e que privilegie o desenvolvimento, a geração de empregos”, disse. Ele citou como um dos exemplos o Programa Palmas Solar, que muda a matriz energética e, por outro lado, concede desconto de 80% no IPTU por cinco anos. “Empresários e residências podem aderir. Em Palmas está crescendo demais a adesão ao programa que criamos. A conta é simples: a prefeitura dá o incentivo, e o dinheiro que o empresário ou morador pagaria de IPTU ou da conta de energia, ele investe na empresa, gerando mais renda, abrindo mais vaga de trabalho, enfim, fomenta a economia. Imagine esse programa em todo o Estado?”, declarou, reforçando que a meta é que o programa seja implantado em todo o território tocantinense.

Ele reafirmou que o secretário de Desenvolvimento Econômico será escolhido com base nas indicações dos segmentos empresariais do Estado. E outra mudança será a reformulação do Conselho de Desenvolvimento Econômico, que não será meramente consultivo, mas deliberativo. “O setor será responsável por definirmos a política fiscal e tributária do Estado. Fiz isso na prefeitura, como é o mais correto, e farei no Estado.”

Máquina pública precisa ser enxuta e eficiente

Outro ponto abordado por Amastha aos empresários de Paraíso foi a necessidade de enxugamento da máquina pública. Ele citou o exemplo de Palmas. Em cinco anos de gestão à frente da Prefeitura, Amastha valorizou os servidores com realização de concursos e pagamentos em dia dos direitos, como a data-base. “Assumi a Prefeitura com 10 mil servidores. Destes, 4 mil eram dos ‘contratinhos’. Só no gabinete do prefeito eram 400 contratinhos. Eu finalizei a gestão com três servidores. O que fizemos? Reduzimos ao máximo os contratinhos de indicação política por servidores concursados, que não devem favor a político nenhum. Entreguei a prefeitura com 96% de funcionários efetivos”, comentou.

Para Amastha, o Tocantins não pode depender da máquina pública. “Comigo vocês podem ter uma certeza: teremos um Estado enxuto e uma política tributária justa, que priorize o desenvolvimento”, disse. “Vamos desmontar o gigantismo da máquina pública e dar oportunidade para as pessoas com um conjunto de ações voltadas ao desenvolvimento”, ratificou.  

Segurança é outra prioridade

Em relação à segurança, Amastha também falou do exemplo de Palmas e reforçou que vai aparelhar e investirá no setor. “Diante da situação e, apesar de não ser responsabilidade do município e, sim, do Estado, não fugimos da responsabilidade. O que fizemos? Reformulamos a Guarda Metropolitana. Valorizamos os servidores com capacitação, benefício e estrutura de trabalho. Temos uma das melhores polícias militares do Brasil. Isso é fato, mas o Estado, como instituição, não dá aos valorosos homens e mulheres a mínima estrutura necessária. A PM do Tocantins anda de ‘golzinho’ e volta e meia não tem combustível. Em Palmas, a Guarda Metropolitana anda de Pajero e tem os melhores equipamentos. É isso que faremos no Estado.”

Turismo como fonte de renda

Em relação ao turismo, Amastha reafirmou que em Paraíso irá implementar ações que valorizem a cidade, com objetivo de aproveitar melhor a Serra do Estrondo, por exemplo, além de busca de investimentos. “Palmas não tinha turismo. Estruturamos, incentivamos o comércio que envolve o turismo e trouxemos eventos formidáveis que propagaram Palmas como cidade bela que é e com capacidade de receber turismo de eventos, turismo religioso e de negócios, além do turismo convencional. A rede hoteleira cresceu. Os eventos e as iniciativas que desenvolvemos enquanto gestão pública deram o incremento que faltava”, comentou.

Ele disse que Paraíso deverá seguir o exemplo de Palmas. Deve se estruturar para aproveitar a logística e sua localização. “Vocês não têm ideia do tanto de empresários que vou trazer para Paraíso. Mas teremos de melhorar a infraestrutura. Estive na rodoviária, que pena aquilo. É um dos portões de entrada da cidade e está daquele jeito, abandonado. A última reforma foi em 1994. Precisa mudar urgentemente”, finalizou.

COMPARTILHE:

O que você achou da notícia?

32

PARABÉNS!
PARABÉNS!

35

BOM
BOM

35

AMEI!
AMEI!

29

KKKK
KKKK

29

ENGRAÇADO
ENGRAÇADO

29

Ñ GOSTEI
Ñ GOSTEI

26

CREDO!
CREDO!

Leia por assunto:

Paraíso Amastha Empresários

Comentários

comments powered by Disqus


Confira também:


Economia

Mauro Carlesse recebe empresários interessados em investir no Estado

Grupo de empresários vão investir na produção de ovos no Estado; Gurupi e Paraíso são cidades estudadas para receber o empreendimento

Cinoterapia

Projeto com cães no HGP e Infantil comemora um ano

De acordo com a psicóloga do HGP, Jaqueline Monteiro o projeto vem beneficiando pacientes adultos e crianças.


Serviço

Inscrições abertas para o Curso de Supervisão em Serviço Social

Dos 12 módulos, três ocorrerão em Miracema (UFT) e os outros nove em Palmas, nos locais junto às unidade de Ensino (Unip, Unitins, Unopar, Itop) conforme programação disponibilizada no site do conselho.


Sanidade

Tocantins se prepara para vacinação de rebanho contra febre aftosa a partir de 1º de novembro

Após a vacinação, o produtor tem até 10 dias para fazer a declaração em qualquer uma das 139 unidades da Adapec no Estado,


Tocantins

Ligados: projeto itinerante da Energisa está ouvindo a população


Tocantins

Visando concorrência legal Metrologia Estadual verifica taxímetros em Palmas


Sermão aos Peixes

PF apura desvios na área da saúde


Segurança

Forças de segurança do Tocantins recebem a visita do ministro Raul Jungmann em Palmas


Economia

Estimativa do PIB Industrial do Tocantins aponta leve recuperação em 2017


Meio Ambiente

População de Palmas gasta o dobro de água recomendado pela ONU



  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira