Monday, 10 de December de 2018

POLÍTICA


Paraíso

Em Paraíso, Amastha garante a empresários política fiscal voltada ao desenvolvimento, atração de investimento e solução para segurança

15 May 2018    18:16
Em Paraíso, Amastha garante a empresários política fiscal voltada ao desenvolvimento, atração de investimento e solução para segurança Amastha, ex-prefeito de Palmas e candidato a governador, durante encontro com empresários nesta segunda-feira, dia 14, na sede da Associação Comercial e Industrial de Paraíso (Acip)

Em reunião com empresários de Paraíso do Tocantins (64 km de Palmas), o candidato a governador do Tocantins pela coligação “A Verdadeira Mudança”, Carlos Amastha (PSB), garantiu, se eleito no pleito suplementar de 3 de junho, implementará uma política tributária justa para atrair investimentos ao município com foco na vocação local, como o atrativo turístico, e resolverá o problema da segurança. 

“Paraíso tem um potencial logístico enorme. Porém, a riqueza sobe e desce pela BR-153 e não para aqui. Com foco na vocação, que é o agro, o potencial turístico e serviços, vamos implementar medidas que se baseiam na capacitação dos agentes envolvidos nesses segmentos, atração de investimentos e empresas e, como indutor do desenvolvimento, atender os setores com crédito”, afirmou  Amastha, no encontro realizado na noite dessa segunda-feira, dia 14, na sede da Associação Comercial e Industrial de Paraíso (Acip). “Imaginem o que faremos com essa Serra do Estrondo! Transformaremos num grande ponto turístico, que vai fomentar o comércio num todo. Se fizemos em Palmas, faremos aqui. Podem confiar”, complementou.

Política fiscal em vez de política arrecadatória

Questionado por empresários, Amastha abordou a proposta de política tributária de sua gestão. “Nunca esse estado teve uma política fiscal, mas sempre uma política arrecadatória. Nós desenvolveremos uma política tributária justa e que privilegie o desenvolvimento, a geração de empregos”, disse. Ele citou como um dos exemplos o Programa Palmas Solar, que muda a matriz energética e, por outro lado, concede desconto de 80% no IPTU por cinco anos. “Empresários e residências podem aderir. Em Palmas está crescendo demais a adesão ao programa que criamos. A conta é simples: a prefeitura dá o incentivo, e o dinheiro que o empresário ou morador pagaria de IPTU ou da conta de energia, ele investe na empresa, gerando mais renda, abrindo mais vaga de trabalho, enfim, fomenta a economia. Imagine esse programa em todo o Estado?”, declarou, reforçando que a meta é que o programa seja implantado em todo o território tocantinense.

Ele reafirmou que o secretário de Desenvolvimento Econômico será escolhido com base nas indicações dos segmentos empresariais do Estado. E outra mudança será a reformulação do Conselho de Desenvolvimento Econômico, que não será meramente consultivo, mas deliberativo. “O setor será responsável por definirmos a política fiscal e tributária do Estado. Fiz isso na prefeitura, como é o mais correto, e farei no Estado.”

Máquina pública precisa ser enxuta e eficiente

Outro ponto abordado por Amastha aos empresários de Paraíso foi a necessidade de enxugamento da máquina pública. Ele citou o exemplo de Palmas. Em cinco anos de gestão à frente da Prefeitura, Amastha valorizou os servidores com realização de concursos e pagamentos em dia dos direitos, como a data-base. “Assumi a Prefeitura com 10 mil servidores. Destes, 4 mil eram dos ‘contratinhos’. Só no gabinete do prefeito eram 400 contratinhos. Eu finalizei a gestão com três servidores. O que fizemos? Reduzimos ao máximo os contratinhos de indicação política por servidores concursados, que não devem favor a político nenhum. Entreguei a prefeitura com 96% de funcionários efetivos”, comentou.

Para Amastha, o Tocantins não pode depender da máquina pública. “Comigo vocês podem ter uma certeza: teremos um Estado enxuto e uma política tributária justa, que priorize o desenvolvimento”, disse. “Vamos desmontar o gigantismo da máquina pública e dar oportunidade para as pessoas com um conjunto de ações voltadas ao desenvolvimento”, ratificou.  

Segurança é outra prioridade

Em relação à segurança, Amastha também falou do exemplo de Palmas e reforçou que vai aparelhar e investirá no setor. “Diante da situação e, apesar de não ser responsabilidade do município e, sim, do Estado, não fugimos da responsabilidade. O que fizemos? Reformulamos a Guarda Metropolitana. Valorizamos os servidores com capacitação, benefício e estrutura de trabalho. Temos uma das melhores polícias militares do Brasil. Isso é fato, mas o Estado, como instituição, não dá aos valorosos homens e mulheres a mínima estrutura necessária. A PM do Tocantins anda de ‘golzinho’ e volta e meia não tem combustível. Em Palmas, a Guarda Metropolitana anda de Pajero e tem os melhores equipamentos. É isso que faremos no Estado.”

Turismo como fonte de renda

Em relação ao turismo, Amastha reafirmou que em Paraíso irá implementar ações que valorizem a cidade, com objetivo de aproveitar melhor a Serra do Estrondo, por exemplo, além de busca de investimentos. “Palmas não tinha turismo. Estruturamos, incentivamos o comércio que envolve o turismo e trouxemos eventos formidáveis que propagaram Palmas como cidade bela que é e com capacidade de receber turismo de eventos, turismo religioso e de negócios, além do turismo convencional. A rede hoteleira cresceu. Os eventos e as iniciativas que desenvolvemos enquanto gestão pública deram o incremento que faltava”, comentou.

Ele disse que Paraíso deverá seguir o exemplo de Palmas. Deve se estruturar para aproveitar a logística e sua localização. “Vocês não têm ideia do tanto de empresários que vou trazer para Paraíso. Mas teremos de melhorar a infraestrutura. Estive na rodoviária, que pena aquilo. É um dos portões de entrada da cidade e está daquele jeito, abandonado. A última reforma foi em 1994. Precisa mudar urgentemente”, finalizou.

COMPARTILHE:

O que você achou da notícia?

43

PARABÉNS!
PARABÉNS!

44

BOM
BOM

45

AMEI!
AMEI!

35

KKKK
KKKK

35

ENGRAÇADO
ENGRAÇADO

37

Ñ GOSTEI
Ñ GOSTEI

34

CREDO!
CREDO!

Leia por assunto:

Paraíso Amastha Empresários

Comentários

comments powered by Disqus


Confira também:


Rio dos Bois

Vice-governador Wanderlei Barbosa participa de solenidade de entrega de obras no interior do Tocantins

Durante a cerimônia, foi inaugurado no Setor Ayrton Senna, uma Feira Coberta, urbanização e área de lazer, quadra de futebol e vôlei de areia, bueiro duplo na Fazenda Britânia, mata-burros e entrega de veículos.

Educação

MEC libera R$ 5,7 milhões para instituições federais vinculadas no estado do Tocantins

Com o repasse desta semana, o MEC mantém em 100% a liberação de recursos financeiros das despesas liquidadas de obras, equipamentos, serviços e outras despesas de funcionamento.


Reconhecimento

Projetos de promotores que ajudaram a transformar a realidade social são premiados pelo MPE

O Procurador-Geral de Justiça, José Omar de Almeida Júnior, destacou que os projetos premiados não demandaram recursos adicionais da instituição


Tocantins

Atendimentos em saúde nas próprias unidades penais geram vantagens para os municípios e para o Sispen

O diretor de Políticas e Projetos de Educação para o Sistema Prisional, Oseias Costa Rego, considera que esse tipo de parceria com os municípios é de suma importância.


Imbróglio

Acionistas da Agência de Fomento ajuízam ação e impedimento do presidente e de diretor da Agência


Serviço

Semana Estadual de Direitos Humanos será realizada de Norte a Sul do Tocantins


Solidariedade

Campanha de Natal da Seduc promove solidariedade e integração dos servidores


AEM-TO

Metrologia Estadual verifica radares na região norte do Tocantins


Anulação de Exonerações

MPE ajuíza ação para anular exonerações de delegados regionais e de servidoras da delegacia de combate à corrupção


Tocantins

Repasse adicional de 1% do FPM entra nos cofres das prefeituras nesta sexta-feira, 07; ATM estima R$ 60 milhões distribuídos aos Municípios



  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira