Friday, 14 de August de 2020

POLÍTICA


Infosolo Informática

Júnior Geo questiona volta do estacionamento rotativo na capital

05 Dec 2018
Júnior Geo questiona volta do estacionamento rotativo na capital

O vereador professor Júnior Geo (PROS) usou a tribuna na manhã desta quarta-feira, 5, para questionar a volta do estacionamento rotativo em Palmas a partir do dia 13 de dezembro pela empresa Infosolo Informática. Para o parlamentar, a implantação do sistema de cobrança é necessário, mas não da forma como ocorre.

A cobrança estava suspensa desde junho de 2017 e considerada ilegal pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE). Conforme Geo, “a empresa contratada não tem atestado de capacidade técnica e não apresentou os pré-requisitos necessários previstos em edital e na legislação para que pudesse ganhar a licitação. Além disso, o valor cobrado não condiz com a realidade econômica local”, destacou.

Na ocasião, o vereador apresentou sugestão que será encaminhada ao Executivo sobre a forma de administração do estacionamento. “Se há a necessidade de realizar cobrança de estacionamento rotativo, venho sugerir a atual gestão que coloque entidades sem fins lucrativos para gerir os estacionamentos da capital. O Executivo pode fazer este tipo de convênio. O dinheiro arrecadado fica para custear o funcionamento e desenvolvimento dos trabalhos da instituição. A sociedade clama por investimento do poder público na área social, nada mais justo do que promover desta forma”, afirmou.

COMPARTILHE:


Confira também:


Pandemia

Covid-19:Brasil tem 1,2 mil novas mortes e 60 mil novos casos

Até o momento, 2.356.640 pessoas se recuperaram da doença

Covid-19

Tocantins registra 646 novos casos da Covid-19

Atualmente, o Tocantins apresenta 34.409 casos no total, destes, 21.413 pacientes estão recuperados, 12.503 pacientes estão ainda em isolamento domiciliar ou hospitalar e 493 pacientes foram a óbito.




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira