Wednesday, 24 de April de 2019

POLÍTICA


Infosolo Informática

Júnior Geo questiona volta do estacionamento rotativo na capital

05 Dec 2018    18:20    alterado em 05/12 às 18:20
Júnior Geo questiona volta do estacionamento rotativo na capital

O vereador professor Júnior Geo (PROS) usou a tribuna na manhã desta quarta-feira, 5, para questionar a volta do estacionamento rotativo em Palmas a partir do dia 13 de dezembro pela empresa Infosolo Informática. Para o parlamentar, a implantação do sistema de cobrança é necessário, mas não da forma como ocorre.

A cobrança estava suspensa desde junho de 2017 e considerada ilegal pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE). Conforme Geo, “a empresa contratada não tem atestado de capacidade técnica e não apresentou os pré-requisitos necessários previstos em edital e na legislação para que pudesse ganhar a licitação. Além disso, o valor cobrado não condiz com a realidade econômica local”, destacou.

Na ocasião, o vereador apresentou sugestão que será encaminhada ao Executivo sobre a forma de administração do estacionamento. “Se há a necessidade de realizar cobrança de estacionamento rotativo, venho sugerir a atual gestão que coloque entidades sem fins lucrativos para gerir os estacionamentos da capital. O Executivo pode fazer este tipo de convênio. O dinheiro arrecadado fica para custear o funcionamento e desenvolvimento dos trabalhos da instituição. A sociedade clama por investimento do poder público na área social, nada mais justo do que promover desta forma”, afirmou.

COMPARTILHE:


Confira também:


Consórcio da Amazônia Legal

Em Consórcio da Amazônia Legal, governador Carlesse propõe atuação conjunta das bancadas em prol dos Estados

Após fala de Carlesse, foi aprovada reunião conjunta com as bancadas e Palmas como sede da próxima reunião do Consórcio


  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira