Friday, 10 de July de 2020

POLÍTICA


Escândalo entre os Bolsonaro

PF vazou investigação de Queiroz para Flávio Bolsonaro, diz suplente do senador

17 May 2020
Edilson Rodrigues - Agência Senado PF vazou investigação de Queiroz para Flávio Bolsonaro, diz suplente do senador

O senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) foi informado com antecedência sobre a Operação Furna da Onça, que levantou acusações de desvio de dinheiro público por Fabrício Queiroz, ex-funcionário de Flávio em seu gabinete de deputado estadual no Rio. É o que afirma o empresário Paulo Marinho, em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo deste domingo 17.

Segundo Marinho, que é suplente de Flávio no Senado, o filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) lhe contou ter sido informado por um delegado da Polícia Federal do Rio de Janeiro sobre a operação entre o primeiro e o segundo turno das eleições de 2018. 

O empresário, então um importante apoiador da campanha presidencial de Bolsonaro, alega que, de acordo com relatos de Flávio, o delegado adiou a deflagração da operação para que a campanha do ex-capitão não fosse atrapalhada. O mesmo delegado orientou o senador a demitir Queiroz e a filha dele, que trabalhava no gabinete do então deputado federal Jair Bolsonaro em Brasília. Os dois foram exonerados em 15 de outubro de 2018.

Ainda segundo Marinho, atual pré-candidato à prefeitura do Rio pelo PSDB, Flávio lhe pediu uma indicação de um advogado criminalista e estava “transtornado” quando lhe contou a história. Flávio também teria tido acesso aos registros da conta bancária de Queiroz com as movimentações suspeitas que estavam sendo investigadas, após receber a informação da PF.

“No dia 12 de dezembro, uma quarta-feira, me liga o senador Flávio Bolsonaro me dizendo que queria falar comigo, por sugestão do pai.

A Operação Furna da Onça já tinha sido detonada e trazido à tona o episódio do Queiroz. Flávio estava sendo bombardeado pela mídia. O Queiroz estava sumido. Ele me disse: ‘Gostaria que você me indicasse um advogado criminalista’. E combinamos de ele vir à minha casa às 8h do dia seguinte, uma quinta-feira, 13 de dezembro. Passei a mão no telefone e liguei para o advogado Antônio Pitombo, de São Paulo, indicado por mim para defender o capitão no processo da [deputada] Maria do Rosário no STF [Supremo Tribunal Federal]. E ele me indicou um advogado de confiança, Christiano Fragoso, aqui do Rio.

No dia seguinte, quinta-feira, 13, às 8h30, chegam na minha casa Flávio Bolsonaro e o advogado Victor Alves, que trabalha até hoje no gabinete do Flávio, é advogado de confiança dele. Estávamos eu, Christiano Fragoso, Victor e Flávio Bolsonaro. Flávio começa a nos relatar o episódio Queiroz. Ele estava absolutamente transtornado.

E esse advogado, Victor, dizendo ao advogado Christiano que tinha conversado com o Queiroz na véspera e que o Queiroz tinha dado a ele acesso às contas bancárias para ele checar as acusações que pesavam contra o Queiroz.

E Flávio então nos conta a seguinte história: uma semana depois do primeiro turno, o ex-coronel [Miguel] Braga, atual chefe de gabinete dele no Senado, tinha recebido o telefonema de um delegado da Polícia Federal do Rio de Janeiro, dizendo que tinha um assunto do interesse dele, Flávio, e que ele gostaria de falar com o senador. O senador contou que disse ao coronel Braga que se encontrasse com essa pessoa [o delegado] para saber do que se tratava. Estava curioso. E aí marcaram um encontro com esse delegado na porta da Superintendência da Polícia Federal, na praça Mauá, no Rio de Janeiro.”

Leia a  íntegra na Revista Carta Capital e no jornal Folha de S. Paulo.

COMPARTILHE:


Confira também:


Pandemia

Tocantins registra 406 novos casos da Covid-19

Atualmente, o Tocantins apresenta 13.845 casos no total, destes, 8.915 pacientes estão recuperados, 4.690 pacientes estão ainda em isolamento domiciliar ou hospitalar e 240 pacientes foram a óbito.

Pesquisa

Tocantins soma 59 pesquisas científicas autorizadas em Unidades de Conservação estaduais

Mesmo com a suspensão temporária das atividades nas unidades devido a Covid-19, o sistema de controle de pesquisas científicas em UCs estaduais do Naturatins registrou, no 1º semestre de 2020, sete autorizações recentes em andamento


Tocantins

Balanço mostra que Justiça Federal no Tocantins já repassou mais de R$ 200 mil para ações de combate à Covid-19

No Tocantins, a 4ª Vara Federal de Palmas destinou R$ 70.923,80, a Subseção Judiciária de Araguaína R$ 69.464,00 e a Subseção de Gurupi destinou R$ R$ 63.750,00.


Biodiversidade

Tocantins inicia monitoramento do período reprodutivo 2020 do Pato mergulhão no Jalapão

O Governo do Tocantins tem o compromisso de cumprir o calendário de monitoramento da espécie, firmado com o Plano de Ação Nacional para a Conservação das Espécies Ameaçadas de Extinção ou do Patrimônio Espeleológico (PAN/ICMBio)


Covid-19

Governador vistoria instalações de hospital contratado para atender pacientes da Covid-19


Meio Ambiente

Governo do Tocantins suspende autorização para queima controlada até novembro


Aprovação de Matérias

Assembleia encerra primeiro semestre após diversas matérias aprovadas


Paraído do TO

Bombeiros militares atuam em combate a incêndio em carga de madeira na BR-153


Desempenho

Tocantins alcança segundo lugar no ranking de monitoramento da Agência Nacional de Águas


Cultura

Prazo para cadastro de eleitores e candidatos ao Conselho de Cultura termina na sexta



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira