Thursday, 12 de December de 2019

POLÍTICA


Publicado no DOE

Projeto de Lei que institui o ZEE no Tocantins é aprovado

07 Dec 2012

Foi publicado no Diário Oficial do Estado do Tocantins desta quinta-feira, 6, a instituição do ZEE - Zoneamento Ecológico Econômico, aprovado durante sessão extraordinária pelos deputados que votaram o Projeto de Lei.
 
No Diário estão definidos as Zonas e respectivas subzonas do ordenamento territorial e direcionamento das políticas públicas no Tocantins, definidas para efeito de planejamento das ações públicas e privadas do Estado. As definições foram feitas com base em dados biofísicos e socioeconômicos, e posteriormente discutidas e acordadas com atores locais por meio de oficinas participativas, entrevistas com gestores municipais, e consultas públicas.
 
O zoneamento aprovado definiu cinco zonas e quatro subzonas, e indicou formas de intervenção específicas para cada uma destas em conformidade com suas características naturais. A Zona A - Área para Ocupação Humana possui paisagens com maior suporte ambiental à ocupação, na qual as atividades econômicas devem ser estimuladas, em conformidade com a legislação vigente.
 
Na Zona B - Áreas para Conservação Ambiental e do Patrimônio Natural –estão contidas áreas com diferentes níveis de fragilidade, conservação e alteração da paisagem, sendo indicadas atividades em conformidade com suporte ambiental. Subdivide-se em Áreas para: Conservação Ambiental e do Patrimônio Natural; Corredor Ecológico Tocantins-Araguaia; Ocorrência de Cavidades Naturais; e Proteção de Captação de Água para Abastecimento Público.
 
A Zona C - Áreas Prioritárias para Unidades de Conservação de Proteção Integral engloba áreas que ainda mantém características naturais relevantes para conservação ambiental, que devem ser objeto de ações específicas.
 
Quanto às Zonas D e E, abrangem, respectivamente, Unidades de Conservação de Uso Sustentável, e Áreas sob Administração Federal.
Proteção de Captação de Água para Abastecimento Público,
 
O ZEE é um instrumento da Política Nacional do Meio Ambiente, regulamentado pelo Decreto Federal nº 4.297/2002, que objetiva, em linhas gerais, viabilizar o desenvolvimento sustentável a partir da compatibilização do desenvolvimento socioeconômico com a conservação ambiental. Este instrumento de gestão territorial tem por finalidade orientar o planejamento, a adequação e a implementação das políticas públicas destinadas a fomentar o desenvolvimento socioeconômico de longo prazo.
 
O ZEE do Estado do Tocantins foi formulado de forma a subsidiar a conservação da biodiversidade e dos recursos hídricos, e promover a recuperação da capacidade ambiental, sem prejuízo ao uso econômico dos recursos naturais.
 
Com a aprovação desta Lei, o Estado instrumentaliza o processo de gestão territorial, legalizando a incorporação das diretrizes contidas no Plano de ZEE nas etapas de elaboração de projetos e licenciamento ambiental executado pelo Naturatins – Instituto Natureza do Tocantins, bem como no planejamento e implementação das políticas públicas dos órgãos estaduais. Além disso, com a aprovação do documento, o Tocantins torna-se elegível na obtenção de recursos federais que estão atrelados à existência e aprovação do ZEE em nível estadual, como os recursos vinculados à regularização fundiária.

COMPARTILHE:


Confira também:


Araguaína

MPF ajuíza Ação Civil Pública contra Claro e Anatel por má prestação de serviços em Araguaína e região

A Ação Civil Pública tem como objetivo reconhecer o vício de qualidade na prestação de serviço de telefonia móvel da Claro em Araguaína e região.

TJTO

Desembargador Ronaldo Eurípedes nega pedido de liberdade provisória a Iury Italu Mendanha

E arrematou sua decisão ponderando que, “em detida análise da ação penal originária, não se verifica desídia ou omissão, seja da autoridade judiciária ou do Ministério Público, que estão exercendo seus respectivos encargos de forma devida e em conformidade


Seciju

Governo do Tocantins realiza dia D de atendimentos em alusão ao Dia Internacional dos Direitos Humanos

Ação foi realizada através de parceria entre diferentes secretarias de estado e contou com emissão de documentos, realização de palestras e outras atividades.


Sustentabilidade

Comitê das Bacias Hidrográficas dos Rios Lontra e Corda elege novos membros e mesa diretora

O Comitê de Bacia Hidrográfica é um órgão colegiado da gestão de recursos hídricos, com atribuições de caráter normativo, consultivo, e deliberativo que integra o Sistema Estadual de Gerenciamento de Recursos Hídricos.


Boas novas

Governo apresenta resultados de projetos do Turismo de Base Comunitária no Jalapão, em Brasília


Europa

Comitiva do Tocantins é recebida na Embaixada Brasileira em Madrid


Melhorias

Rodovia que liga Taquaruçú a Buritirana recebe manutenção corretiva e preventiva


Intercâmbio Cultural

Vice-governador e Presidente da Ilha Príncipe manifestam Interesse em Programa de Intercâmbio Cultural


Palmas

Relatório final da LDO é aprovado em sessão extraordinária


CGE

Combate à Corrupção é tema de evento realizado pela Controladoria e parceiros



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira