Friday, 17 de August de 2018

Friday, 17 de August de 2018

POLÍTICA


Eleições 2018

PT Nacional tira partido de Amastha e coliga com a senadora Kátia Abreu

23 Apr 2018    17:27    alterado em 23/04 às 17:27
Pedro França - Agência Senado PT Nacional tira partido de Amastha e coliga com a senadora Kátia Abreu Com a decisão do diretório nacional petista, Amastha terá que encontrar um novo nome para a vaga de vice

A Secretaria Nacional de Comunicação do Partido dos Trabalhadores (PT) confirmou na tarde desta segunda-feira, 23, que o diretório nacional anulou os atos da convenção do PT do Tocantins e determinou que a legenda apoie a candidatura da senadora Kátia Abreu (PDT) nesta eleição suplementar para o mandato tampão de governador.

Inicialmente, o PT do Tocantins tinha o deputado estadual Paulo Mourão como pré-candidato ao governo, mas o projeto esbarrou no interesse do diretório nacional em levar a sigla para o palanque de Kátia Abreu. Isto porque, caso eleita, o primeiro suplente da pedetista, Donizeti Nogueira (PT), assumiria a cadeira no Senado Federal até 2022, aumentando a bancada petista no Congresso Nacional.

Kátia Abreu e o PT do Tocantins chegaram a iniciar o diálogo, mas a parlamentar não aceitou a indicação do advogado Célio Moura ou da secretária-geral petista, Márcia Barbosa, para vice-governador na chapa. A pedetista também não quis se licenciar do cargo de senadora por seis meses e rejeitou dar a garantia de que Paulo Mourão seria um dos nomes do grupo para o Senado Federal em outubro.

Sem acordo com a senadora Kátia Abreu, o PT do Tocantins foi para o palanque do ex-prefeito de Palmas Carlos Amastha (PSB), que aceitou o advogado Célio Moura como candidato a vice-governador em sua chapa.

Com a decisão do diretório nacional petista, Amastha terá que encontrar um novo nome para a vaga de vice. Segundo a assessoria do candidato, a coligação – agora com PSB, PCdoB, PTB, PSDC e Podemos – está reunida para definir os novos rumos após a baixa.

O CT tentou contato com dirigentes do PT do Tocantins, mas as ligações não foram atendidas.

Leia abaixo a íntegra do comunicado do diretório nacional petista:

“O Diretório Nacional do PT, reunido nesta segunda-feira (23), em Curitiba, anulou os atos da Convenção do PT Tocantins e determinou a retificação da ata incluindo o partido na Coligação que apoia a candidatura da senadora Kátia Abreu ao governo do Estado nas eleições suplementares de 3 de junho.

Atenciosamente,

Geraldo Magela Ferreira, assessor

Secretaria Nacional de Comunicação/PT”

COMPARTILHE:

O que você achou da notícia?

34

PARABÉNS!
PARABÉNS!

31

BOM
BOM

32

AMEI!
AMEI!

29

KKKK
KKKK

27

ENGRAÇADO
ENGRAÇADO

28

Ñ GOSTEI
Ñ GOSTEI

24

CREDO!
CREDO!

Leia por assunto:

Eleições 2018 Amastha Palmas Tocantins PSDC Kátia Abreu

Comentários

comments powered by Disqus


Confira também:


Ataídes

Ministério Público Eleitoral impugna candidatura de Ataídes de Oliveira

Candidato ao Senado foi condenado por órgão colegiado

Ocorrência

Polícia Civil prende mais um acusado de tráfico de drogas no interior do Estado

De acordo com o Delegado José Lucas Mello, Edinei já estava sendo investigado há dois meses por suspeita de envolvimento com o tráfico de drogas




  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira