Monday, 18 de March de 2019

SAÚDE


Panorama

16,2 milhões de mulheres brasileiras não vão ao ginecologista há pelo menos um ano

08 Mar 2019    23:53    alterado em 08/03 às 23:53
16,2 milhões de mulheres brasileiras não vão ao ginecologista há pelo menos um ano

Uma pesquisa da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia -  FEBRASGO revelou que aproximadamente 16,2 milhões de mulheres não fazem consultas no ginecologista ou obstetra há mais de um ano. Outras 4 milhões nunca procuraram atendimentos com o médico ginecológico.
 
A pesquisa apontou também quais os motivos as mulheres entrevistadas alegam para não procurar o médico. “Não preciso ir, pois estou saudável” correspondeu a 31% das respostas; “Não considero importante ou necessário ir ao médico ginecologista” foi a resposta de 22% das entrevistadas; não ter acesso ao médico no local onde mora  totalizou 12%; ter vergonha, 11%; e não ter tempo, 8%.
 
O levantamento ouviu 1.089 mulheres com mais de 16 anos de todas as classes sociais, em todo o país. Não realizar o exame preventivo pode causar inúmeros problemas à saúde da mulher, como explica o ginecologista da Acreditar Tocantins, Dr. Tárcio Ribeiro Callou
 
“O câncer de colo de útero é um deles e o mais grave. É um dos que mais mata mulheres no Brasil, principalmente porque, em boa parte dos casos, a descoberta é tardia”, informa o médico.
 
A estimativa também indicada pela pesquisa é de que 20% das mulheres com mais de 16 anos correm o risco de ter algum problema ginecológico e não fazem ideia disso.
 
Dados
Segundo o Instituto Nacional do Câncer – INCA, no ano de 2018 foram estimados 16.370 novos casos de câncer de colo do útero em mulheres no Brasil. Muitos dos casos estão ligados à falta de prevenção.
 
Normalmente não existem os primeiros sintomas do câncer de colo do útero. Na maioria dos casos, o câncer é identificado durante o exame de Papanicolau ou apenas nas fases mais avançadas.
 
“O (a) ginecologista é o (a) profissional de confiança da mulher, é uma relação importante a ser estabelecida. A visita precisa ser regular, um compromisso que a mulher deve ter com ela mesma”, conta Dr. Tárcio.
 
Procure um ginecologista
Já entre as mulheres que procuram o ginecologista, os principais motivos são a necessidade de esclarecer algum problema ginecológico (20%), a suspeita ou confirmação de gravidez (19%) e a prevenção (54%).
 
A pesquisa da FEBRASGO apontou também que, quando se trata do acesso ao ginecologista entres as que vão com regularidade, a média da idade para a primeira vez é de 20 anos.
 
Fatores do câncer colo de útero
São vários os fatores de risco para a incidência de câncer do colo do útero, entre eles estão os fatores sociais, hábitos de vida e fatores ambientais, tais como baixas condições sócio-econômicas, atividade sexual precoce, muitos parceiros sexuais, vício de fumar e falta de higiene.

COMPARTILHE:


Confira também:


Inadimplência

Endividamento cai e inadimplência volta a subir em Palmas

Realizada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo em parceria com a Fecomércio Tocantins, a pesquisa ouviu cerca de 500 famílias em Palmas no final de janeiro.

Norte

Saúde negocia com profissionais para iniciar serviço de radioterapia em Araguaína

A liberação da máquina trará maior comodidade aos pacientes atendidos na Unacon/HRA, pois não necessitarão se deslocar para outro estado para realizar o tratamento


Boa forma

Diva Fitness choca seguidores nas redes sociais com foto de seu antes e depois

A Diva Fitness Gabi Lubies revela os segredos de sua surpreendente transformação física ao longo de dois anos e meio de treinos e dedicação


DERFRVA

Polícia Civil recupera camionetes e motocicleta roubados em Palmas

De acordo com o delegado Anderson Casé, a equipe da DERFVA vem intensificando o combate a furtos e roubos de veículos automotores em todo o Estado do Tocantins.


Universidade

UFT abre processo para selecionar 18 professores efetivos; inscrições de 21 de março a 8 de abril


Brasília

Tiago Dimas assume cargo na Comissão de Desenvolvimento Econômico


Araguaia

Governador Carlesse sanciona Lei que veda exercício da advocacia por servidores da Defensoria Pública


AL

Júnior Geo apresenta PL para a isenção da taxa de inscrição em concursos públicos para os doadores de sangue e medula óssea


Interior

Energisa: obras de melhorias na rede de energia seguem 26 municípios no Estado


Palmas

Roberto Pires destaca conformidade dos processos do SESI e SENAI em seminário



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira