Wednesday, 29 de January de 2020

SAÚDE


Bem estar

Academia também é lugar para idosos

17 Jul 2013

Engana-se quem pensa que a academia é lugar só para jovens. Quando a idade avança e a melhor idade vai chegando, a rotina de exercícios físicos aliados a hábitos saudáveis é fundamental para qualidade de vida do idoso. De acordo com o Ministério da Saúde, a queda, que normalmente gera fraturas ósseas, é o principal fator de internações dos idosos. Além disso, dados revelam que, anualmente no Brasil, cerca de 1.500 idosos vão a óbito devido a fraturas no fêmur. As causas mais comuns para as quedas são dificuldade de visão, falta de equilíbrio, perda progressiva da força nos membros inferiores, osteoporose e outros fatores que dificultam a mobilidade. 

 

A musculação é uma das atividades recomendadas para homens e mulheres acima de 60 anos, pois melhora a flexibilidade, o equilíbrio e aumenta a força muscular. Segundo o fisioterapeuta do Hospital Santa Luzia, em Brasília, José Aires de Araújo Neto, os exercícios físicos são importantes em todas as fases da vida, mas para os idosos são imprescindíveis, já que ajudam a prevenir a osteoporose e aumentar o equilíbrio dinâmico na hora de se locomover. “A musculação auxilia indiretamente e diretamente na prevenção de quedas. O fortalecimento dos músculos e o aumento do equilíbrio fazem com que o idoso se sinta mais flexível e seguro ao caminhar”, explica. 

 

Outro benefício dos exercícios físicos é a prevenção de doenças cardiovasculares. Uma alimentação balanceada associada a atividades físicas gera uma maior condição cardiovascular, diminuindo os riscos de infarto e aterosclerose. A socialização é outro fator que influencia na qualidade de vida do idoso. “Academia ao ar livre, equipada com aparelhos com carga livre, ou seja, que não tem levantamento de peso, é uma ótima opção para a realização de atividades em equipe”, alerta o especialista. 

 

A maior preocupação em relação aos exercícios nesta faixa etária é a orientação e o acompanhamento. “Toda atividade física deve ser prescrita por um especialista, fisioterapeuta ou educador físico, para que a frequência e a intensidade dos exercícios sejam adequadas para cada pessoa. A supervisão, no momento da atividade, é importante para garantir a postura e o peso correto, diminuindo os riscos de leões na coluna”, esclarece José Aires. Antes de iniciar as atividades, o idoso deve fazer exames de check-up, para que o médico avalie as contraindicações e restrições, além de indicar a melhor opção esportiva.

 

Fonte: Imagem Corporativa Comunicação

COMPARTILHE:


Confira também:


Contratação

IBGE vai contratar mais 1.627 pessoas no Tocantins para trabalhar no Censo 2020

A coleta de dados do Censo Demográfico será realizada entre agosto e outubro de 2020.


  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira