Friday, 19 de April de 2019

SAÚDE


Sanidade

Adapec realiza monitoramento de granjas de suínos no Tocantins

06 Apr 2019    10:58    alterado em 07/04 às 10:58
Delfino Miranda Adapec realiza monitoramento de granjas de suínos no Tocantins

A Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) está realizando em todo o Estado, o monitoramento de mais de 150 granjas que comercializam suínos. Esta ação faz parte do controle da Peste Suína Clássica (PSC), na área livre da doença e é feita de 6 em 6 meses. O trabalho teve início no dia 1º de abril e segue até o próximo dia 17.
 
Segundo a responsável técnica pelo Programa Estadual de Sanidade de Suídeos, Regina Gonçalves, o trabalho das equipes da Adapec, consiste em visitas as granjas e em coletas de sangue dos animais, que serão enviados para o laboratório Biológico, em São Paulo, para realização dos testes.
 
O presidente da Adapec, Alberto Mendes da Rocha disse que a Agência mantém sempre o monitoramento dessas granjas, como forma de manter o status internacional de zona livre da PSC. “O Tocantins possui uma certificação internacional de controle da PSC, por isso, é importante este monitoramento nas granjas e conclamo os proprietários destas granjas a colaborarem com o trabalho dos nossos técnicos, pois ele é fundamental para o controle de doenças que possam atingir o rebanho de suínos e para o comércio destes animais”, destacou Alberto.
 
Para manutenção do status internacional de zona livre da PSC, a Adapec realiza uma série de ações que inclui: a realização de vigilância ativa periódica nas propriedades de maior risco para PSC; atendimento a notificações de suspeitas de ocorrência da enfermidade; monitoramento sorológico nas granjas de suínos a cada 6 meses; inquérito soroepidemiológico em criatórios de suínos a cada 3 anos; controle do trânsito de suínos, seus produtos e subprodutos, e demais veiculadores do vírus da PSC.
 
A Adapec alerta os produtores rurais para que qualquer sintoma de doenças, relacionados ao rebanho de suínos deve ser notificada à Agência, além disso, manter o cadastro do estabelecimento de criação atualizado junto à Adapec; criar e manter seus animais em condições adequadas de nutrição, manejo e profilaxia de doenças; comunicar imediatamente à Agência qualquer suspeita de doença no rebanho; facilitar todas as atividades relacionadas à Legislação Sanitária Federal e Estadual; não alimentar suídeos com restos de comida, salvo quando submetido a tratamento térmico que assegure a inativação do vírus da Peste Suína Clássica.
 
Dados           
O Tocantins possui um rebanho de suínos de 320.524 animais, com 154 granjas comerciais e criatórios de subsistência cadastrados na Adapec. Os municípios que concentram o maior número de animais são: Porto Nacional, Araguatins, Dois Irmãos, Goianorte e Formoso do Araguaia.
 
Peste Suína Clássica
A PSC, também conhecida como febre suína ou cólera dos porcos, é uma enfermidade contagiosa causada por vírus e muitas vezes fatal aos suínos. Os principais sintomas são: depressão e febre alta, hemorragias, regiões avermelhadas, entre outras.

COMPARTILHE:


Confira também:


Feriado

PRF faz operação especial nas rodovias para feriado de Semana Santa

Segundo a PRF, as maiores preocupações dos agentes são com a embriaguez ao volante, o uso de cinto de segurança e do assento especial para crianças.

Recursos em Brasília

Carlesse solicita ao presidente Bolsonaro a construção da TO 500, recursos para ponte de Porto e apresenta plano de recuperação do Estado

Outro projeto estruturante importante para o Tocantins apresentado pelo Governador, foi o da revitalização do Projeto Rio Formoso, em Formoso do Araguaia. A solicitação do Governo do Tocantins é de um aporte de R$ 400 milhões.




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira