Sunday, 22 de September de 2019

SAÚDE


Sesau

Casos de Sarampo em estados vizinhos causam preocupação na Saúde

23 Feb 2019    00:24    alterado em 23/02 às 00:24
Nielcem Fernandes Casos de Sarampo em estados vizinhos causam preocupação na Saúde

Secretaria de Estado da Saúde e Secretarias Municipais de Saúde estão em alerta para a possível reintrodução do vírus do Sarampo no Tocantins, que desde 2000 não registra nenhum caso da doença. A preocupação dos setores da Saúde é em virtude do registro de epidemia no estado do Amazonas com 9.803 casos confirmados, Pará com 62 casos, Bahia com três casos e Distrito Federal com um registro, todos estados que fazem divisas ou que o Tocantins serve de rota de acesso, que aliado à baixa cobertura de vacinação da população deixa grande parte dos tocantinenses suscetíveis a pegar a doença, que pode levar ao óbito.

A técnica de Doenças Imunopreveníveis da SES/TO, Eliana Ribeiro Oliveira afirmou que a vacina Tríplice Viral utilizada para imunização do sarampo, caxumba e rubéola é a forma mais eficaz de se prevenir contra estas doenças. “A Tríplice Viral está dentro do calendário básico de vacinação, sendo aplicada em crianças com 12 meses e adultos jovens até 29 anos e também na faixa etária de 30 a 49 anos. A vacina e gratuita sendo disponível em todas as unidades Básicas de Saúde e todos podem ter acesso a esta vacina em algum período da vida, facilitando a possibilidade de imunização. A preocupação do Estado está na falta de interesse da população, uma vez que a baixa procura está deixando a população vulnerável ao vírus”, explicou a Eliana.

No Tocantins a cobertura vacinal da tríplice viral em 2018 foi de 83,24%, sendo que o mínimo necessário seria de 95% da população alvo. Eliana informa ainda que o Estado está em constante contato com os municípios para reforçar a busca ativa dos faltosos, principalmente crianças de 01 ano.
Até o momento no Brasil foram registrados surtos de sarampo nos Estados do Amazonas (9.803), Romaima (355), Pará (62), Rio Grande do Sul (46), Rio de Janeiro (19), Sergipe (4), Pernambuco (4), São Paulo (3), Bahia (3), Rondônia (2), Distrito Federal (1). Também já foram confirmados 12 óbitos por sarampo no Brasil.

A Doença
O Sarampo é uma doença infecciosa exantemática aguda (manchas na pele), altamente transmissível e contagiosa, que pode evoluir com complicações e levar ao óbito. A transmissão ocorre de pessoa a pessoa, por meio de secreções respiratórias, no período de quatro a seis dias antes do aparecimento do exantema.

COMPARTILHE:


Confira também:


CPI

DPE-TO vai informar dados de reclamações à CPI em Gurupi sobre BRK Ambiental

Comissão da Câmara de Vereadores de Gurupi solicitou apoio informativo para fundamentar relatório sobre suposta má-prestação de serviço pela BRK Ambiental

Diz Tiago Dimas

Desenvolvimento de pesquisas são imprescindíveis e cortes de bolsas do CNPq preocupam

Tiago Dimas fez questão de lembrar que neste ano mesmo o IFTO conseguiu patentear a produção do adubo em cápsula.


Araguaína

Polícia Civil realiza busca e apreensão em residência de servidores lotados na Assembleia Legislativa

De acordo com a Polícia Civil, os dois servidores residem em Araguaína e não cumprem as atividades para as quais foram nomeados.


Norte do TO

Energisa realiza troca de lâmpadas e cadastro na tarifa social em Araguaína

O caminhão permanece na cidade por 10 dias, em três bairros, levando informação e diversão, além de troca lâmpadas e cadastro na tarifa social


Operação Ruptura

Polícia Civil deflagra operação ruptura e prende vários criminosos em Araguaína


Saúde

Hospital Regional de Miracema amplia serviços e realiza cirurgia inédita


Agenda

Em Brasília, parlamentares do Tocantins buscam recursos para obras


Seu Bolso

Energisa prorroga campanha para negociação de dívidas


Premiação

Nota Quente paga R$ 10.935,88 neste sábado, 21


Saúde

Profissionais de saúde alertam sobre cuidados com as altas temperaturas na Capital



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira