Saturday, 14 de December de 2019

SAÚDE


Câncer

Fundação do Câncer promove live com seus especialistas no Dia Mundial do Câncer

22 Jan 2019
Divulgação Fundação do Câncer promove live com seus especialistas no Dia Mundial do Câncer

Como forma de contribuir com o controle e prevenção da doença, a Fundação da Câncer promoverá uma transmissão ao vivo (live) em seu Facebook em 4 de fevereiro, o Dia Mundial do Câncer. A partir das 14h, a Instituição contará com seu time de especialistas para abordar questões relacionadas ao câncer. A live será moderada pela jornalista Katy Navarro e o ator Rodrigo Fagundes. Os dois se revezarão ao longo dos blocos temáticos, conduzindo o bate-papo interativo e em linguagem acessível ao grande público.

 
Entre os temas a serem abordados estão dicas de promoção da saúde e formas de prevenção; os principais tratamentos para o câncer; aspectos emocionais da doença; direitos dos pacientes oncológicos e questões sobre o controle do tabagismo, incluindo esclarecimentos sobre os cigarros eletrônicos. Os especialistas da Fundação também vão esclarecer dúvidas enviadas pelo público sobre os diferentes tipos de câncer, isso tudo em tempo real.
 
O Dia Mundial do Câncer, realizado todo dia 4 de fevereiro, é uma iniciativa da União Internacional de Controle do Câncer (UICC), maior organização mundial de luta contra o câncer. No Brasil, a Fundação do Câncer, membro do UICC há mais de uma década, realiza, todos os anos, ações promocionais com o objetivo de disseminação de informação sobre a doença e conscientização sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce para o controle do câncer.
 
Neste ano, instituições de diversos países se mobilizam em torno do tema “Eu sou e eu vou”, criado pela UICC para incentivar o público a se comprometer com atitudes que poderão prevenir o desenvolvimento da doença. Seguindo essa proposta, pelo segundo ano consecutivo, a Fundação do Câncer, a pedido do grande público, repete o sucesso de sua live do Dia Mundial do Câncer. Nos intervalos, a Fundação divulgará vídeos de depoimentos de anônimos e de pessoas conhecidas do grande público, das mais diferentes áreas, que assumiram o compromisso de adotar novos hábitos saudáveis. A partir do dia 28 de janeiro, esses vídeos serão publicados e estarão disponíveis nas páginas da Fundação do Câncer nas redes sociais (Facebook e Instagram). 
Estatísticas da Agência Internacional de Pesquisa em Câncer (IARC) apontam que, em 2018, ocorreram 18,1 milhões de novos casos de câncer em todo o mundo. No Brasil, o Instituto Nacional de Câncer (Inca) estima que, em 2019, irão ocorrer cerca de 600 mil casos novos de câncer.
 
De acordo com Luiz Augusto Maltoni Jr., diretor-executivo da Fundação do Câncer, a disseminação de conhecimento sobre a doença é fundamental para conter seu avanço. “Muita gente considera o câncer um tabu. Tem até quem acredite que trazer o tema para as discussões cotidianas atrai a doença. Mas é preciso desmitificar essa crença. Basta lembrar que todos temos pelo menos um amigo ou parente que passou por isso. Alguns de nós, inclusive, já o enfrentamos. Ou seja, essa deve ser uma questão de interesse geral. E a melhor forma de combater o câncer é, antes de tudo, disseminar informação. Por isso, é tão importante participarmos de iniciativas globais como o Dia Mundial do Câncer”, explica Maltoni, completando que “essa é uma forma potente de conscientizar o público sobre a importância não só da prevenção, mas também da detecção precoce, que em boa parte dos casos dá maiores possibilidades de cura ao paciente”.
 

Sobre a Fundação do Câncer

A Fundação do Câncer é uma Instituição privada e sem fins lucrativos que há 28 anos atua na pesquisa, prevenção e controle da doença. Algumas das principais iniciativas da Fundação são o desenvolvimento do Programa Nacional de Formação em Radioterapia, em parceria com a Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) e o Instituto Nacional de Câncer (Inca); o apoio ao Programa de Oncobiologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e a gestão operacional do Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea (Redome).

COMPARTILHE:


Confira também:


SSP

Polícia Civil prende três pessoas e apreende 10,5 kg de pasta base de cocaína

Policiais monitoraram por cinco meses atuação criminosa. Droga era oriunda do estado do Mato Grosso.


  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira