Sunday, 18 de February de 2018

Sunday, 18 de February de 2018

SAÚDE


UTI

Reunião entre órgãos de controle, SESAU e Intensicare busca solução para a não suspensão dos leitos de UTI

13 Jun 2017

Cinthia Abreu

Com o objetivo de tentar solucionar o impasse entre empresas prestadoras de serviços de UTI – Unidade de Terapia Intensiva e gestão do Governo do Estado, aconteceu na tarde de segunda-feira, 12, na sala do Conselho Superior da DPE-TO – Defensoria Pública do Estado do Tocantins, uma reunião de mediação entre as partes. Em virtude da dívida do Governo do Estado com a empresa Intensicare, estaria em curso a possibilidade da prestadora de serviços suspender os atendimentos, notificando o Estado a desocupar os leitos. 

Na ocasião, foi definido prazo de três dias para que as partes apresentem relação de todos os débitos vencidos do Estado com a Intensicare, para que se apresente uma proposta de pagamento. Após a entrega do relatório de dívidas de ambas as partes será agendada uma nova reunião para acordo, com participação também de representante da Sefaz – Secretaria Estadual da Fazenda. 

O encontro foi proposto pela DPE-TO, por intermédio do Nusa – Núcleo Especializado de Defesa da Saúde, e MPE - Ministério Público Estadual, e contou com a participação do defensor público Arthur Luiz Pádua Marques, da 30ª Defensoria Pública da Saúde, da promotora de Justiça Maria Roseli de Almeida Pery e da procuradora da república Carolina Augusta da Rocha Rosado. Como representantes da Intensicare Palmas, estiveram presentes o diretor Bruno Aquino Monteiro e o advogado Erlon Fernandes. Da SESAU – Secretaria Estadual de Saúde compareceram à reunião o secretário estadual de saúde, Marcos Musafir; o superintendente jurídico Franklin Moreira; a superintendente de Unidades Próprias, Elaine Negre; e o superintendente de Políticas de Atenção a Saúde, Carlos Júnior. 

Dívida

Uma decisão judicial determinou ao Estado o pagamento de 50% da dívida em dez parcelas, porém, segundo o advogado da Intensicare Palmas, Erlon Fernandes, o acordo não foi cumprido, pois os pagamentos não estão sendo efetuados na integralidade e os contratos inadimplentes estão acumulados. "A empresa não tem condições de dar continuidade na prestação dos serviços porque não temos mais suporte financeiro para manter a prestação de serviços", alertou o advogado. O diretor da Intensicare, Bruno Aquino, acrescentou que a empresa arca com serviços que estão além do objeto do contrato, como doação de medicamentos em falta no Estado, enxovais e produtos de limpeza.

O Secretário Estadual de Saúde negou o descumprimento do acordo e afirmou que boa parte das parcelas já foram quitadas, com os recursos do SUS – Sistema Estadual de Saúde, porém, ainda necessita de recursos da Sefaz – Secretaria Estadual da Fazenda para quitar o restante da dívida. Segundo o secretário, os valores pagos não correspondem aos valores cobrados pela empresa em virtude dos descontos de impostos. 

Histórico

Detentora do maior número de leitos no Tocantins, a Intensicare presta serviço ao Estado desde 2012 e o problema na prestação de serviços no fornecimento de leitos de UTI acontece desde o ano de 2014. No mês de março do ano passado, a Intensicare chegou a suspender o atendimento por causa da dívida. 

A empresa oferece serviços de UTI neonatal, pediátrica e adulto, alvo de ação judicial em curso da DPE-TO e MPE. 

Para o defensor público Arthur Luiz Pádua Marques tais problemas são antigos e o principal prejudicado é a população. "Temos que ter cautela e responsabilidade social porque estamos tratando de vidas, de famílias que não podem ficar sem esta assistência. O Estado e a empresa têm que entrar em um acordo para pagamento, mas a empresa não pode interromper o atendimento, mesmo que não receba integralmente", disse.

COMPARTILHE:

O que você achou da notícia?

0

PARABÉNS!
PARABÉNS!

0

BOM
BOM

0

AMEI!
AMEI!

0

KKKK
KKKK

1

ENGRAÇADO
ENGRAÇADO

1

Ñ GOSTEI
Ñ GOSTEI

0

CREDO!
CREDO!

Comentários

comments powered by Disqus


Confira também:


Palmas

Prefeitura não cobrará mais taxa de revisão de IPTU

Zini reafirmou que a Prefeitura está à disposição dos contribuintes que observarem eventuais divergências de valores do imposto.

Amastha

Em vídeo, Amastha detalha descontos do IPTU, reforça diálogo e faz apelo a servidores

Prefeito da Capital reforça que gestão está aberta para atender a contribuintes que observarem eventuais distorções no valor venal do imóvel, base de cálculo do imposto


Ciência & Tecnologia

Aspectos centrais sobre TI na Gestão Institucional - Parte 7

Por Daniel Nascimento-e-Silva*


Palmas

Amastha prestigia abertura de empreendimento que investiu meio milhão de reais em Palmas

O empresário Daniel Oliveira, um dos sócios do Wings, afirmou que o planejamento para a instalação do estabelecimento começou há um ano e meio e há oito meses começou a implantação


Tocantins

Projetos sociais desenvolvidos nas unidades prisionais do Tocantins transformam vidas de detentos


Palmas

Prefeita em exercício entrega chave da cidade para presidente do Comadec


Ataídes

Em reunião com trabalhadores rurais, Ataídes concluiu programação no Bico do Papagaio, nessa quinta


Brasil

Deputados do Tocantins são homenageados por vereadores de todo Brasil


Câmara

Líderes de Câmaras Municipais de todo o país são recebidos na Câmara de Palmas


Irrigação

O que é irrigação inteligente?



  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira