Thursday, 18 de July de 2019

SAÚDE


VSR

Sociedade Brasileira de Imunização recomenda imunização para bebês contra o vírus Sincicial Respiratório

11 Mar 2015

Hoje, estima-se que cerca de 9,2%% dos nascimentos no Brasil ocorrem antes do período considerado normal (a partir de 37 semanas) – porcentagem que cresce a cada ano. Os bebês prematuros têm maior risco de serem hospitalizados em decorrência do VSR do que um bebê nascido a termo.
 
"Para os bebês prematuros, a infecção pelo VSR é um problema sério e de saúde pública", afirma Dr. Renato Kfouri,  da Sociedade Brasileira de Imunizações. "De todos os bebês infectados pelo vírus, 30% terão problemas por longo prazo, como crises de chiado repetidas e asma. Os problemas causados pelo vírus sincicial respiratório podem ser prevenidos e é importante que os médicos orientem as famílias sobre isso". O VSR – Vírus Sincicial Respiratório é de caráter sazonal e sua circulação pode variar de região para região no país. Dados oficiais do sistema de vigilância epidemiológica para influenza demonstram picos de circulação do VSR entre os meses de janeiro a junho com maior circulação desse vírus nos meses de abril a maio nas regiões Sudeste, Nordeste e Centro-Oeste. No Sul, o pico de VSR ocorre mais tardiamente, entre junho e julho. Na região nordeste o VSR circula especialmente no primeiro semestre, no período de chuva intensa na região, com pico de ocorrência no mês de abril.3
 
Para crianças acima de dois anos de idade ou adultos com condições normais de saúde, a infecção por VSR pode ser confundida com um simples resfriado. Mas em crianças prematuras ou portadoras de doenças cardíacas congênitas e displasia broncopulmonar (DBP), o vírus pode dobrar o tempo de hospitalização da criança, ou sua permanência em unidades de tratamento intensivo, devido a problemas respiratórios. O VSR também pode ser  responsável por hospitalizações constantes (três vezes mais do que bebês nascidos a termo). Bronquiolite e pneumonia são as consequências mais comuns e o VSR pode levar também a criança apresentar um chiado recorrente, que pode perdurar até os 13 anos de idade.
 
"Como o vírus pode ser facilmente transmitido de uma pessoa para outra, pelo contato com secreções, quando um caso surge numa unidade neonatal, o número de casos pode crescer rapidamente", afirma Dr. Kfouri.
 
Imunização: A Sociedade Brasileira de Imunização e a Sociedade Brasileira de Pediatria recomenda a imunização contra o VSR, que reduz em 55%o risco de internação  naqueles bebês prematuros, incluindo aqueles com DBP e reduz em 45% o risco de internação dos bebês com cardiopatia congênita4. A imunização para bebês prematuros, ou com cardiopatia congênita, ou broncodisplasia pulmonar, está disponível pelo SUS, em todos os Estados brasileiros e é recomendada nos meses de maior circulação do vírus.
 
Para mais informações sobe os cuidados com prematuro e o calendário específico de vacinações, acesse www.sbim.org.br

COMPARTILHE:


Confira também:


Propriedade Rural

Recadastramento obrigatório de propriedades rurais vai até 31 de julho

Toda propriedade localizada no estado do Tocantins deverá ter cadastro atualizado no serviço oficial e deverá realizá-lo no município de origem do imóvel

Alphaville

MPTO atua e empresas são obrigadas a adequar sistema de iluminação de condomínio de Palmas

A sentença que estipula a adequação no sistema de iluminação do condomínio foi proferida pelo juiz Pedro Nelson de Miranda Coutinho, da 3ª Vara Cível de Palmas.



História de transformação

Dona Naninha e família são homenageadas em evento em Natividade (TO)

Doceira famosa pelo biscoito Amor Perfeito teve trajetória registrada em mini documentário produzido pela BRK Ambiental e foi aplaudida em exibição para população da cidade


IML

Em apenas 5h, peritos do IML do Tocantins identificam cadáver carbonizado pela arcada dentária

Procedimento realizado na capital identificou corpo de vítima de incêndio na região Sudeste do Tocantins a partir do confronto entre arcada dentária e prontuário odontológico.


TJTO

Juíza determina que o Estado e o município de Palmeirópolis forneçam, em 10 dias, remédio contra hanseníase a paciente

O descumprimento da sentença acarretará em multa diária de R$ 1mil (individualizada em R$ 500,00 para cada uma das partes requeridas - Estado e o Município) e limitada a R$ 30mil


Formação

Unitins traz Viviane Mosé para evento de qualificação de professores


Luto

Morre a Auditora Fiscal Elizabeth Leda, aos 73 anos


Norte do TO

Polícia Civil prende mais um suspeito de participar de homicídio de adolescente em Araguaína


Cidades criativas

Quatro cidades do Brasil concorrem a títulos na Unesco


Grupo Record

Portal R7 ganha novas cores em ação dia e noite da Benegrip


Tocantins

Grupos de Ajuda Mútua dão apoio a dependentes químicos e familiares durante e após recuperação



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira