Monday, 06 de July de 2020

SAÚDE


No Ligue 180

Violência doméstica, sexual, tentativa de feminicídio e cárcere privado foram as violências contra a mulher mais registradas em 2019

20 Jun 2020

Em 2019, a Central de Atendimento à Mulher, o Ligue 180, registrou 85.412 denúncias de violências contra a mulher. Esses dados revelam mais que números, indicam um comportamento estrutural quando nos referimos a esse gênero estigmatizado historicamente. Diariamente mulheres sofrem violências das mais diversas e a Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju) em favor dessa causa vem fomentar políticas de enfrentamento e prevenção a essas violações, levando informações e apontando caminhos para a denúncia.

A gerente de Políticas e Proteção às Mulheres da Seciju, Flávia Martins, ressalta que “mesmo com o fortalecimento das Políticas de proteção e reforço dos canais de denúncia e de atendimento a essas vítimas, algumas mulheres ainda vivem em situação de violência e não denunciam por medo, vergonha ou por alguma relação de dependência com o agressor. Por isso a necessidade de toda a Rede de Proteção trabalhar para reforçar cada vez mais o apoio às mulheres vítimas de violência”, afirma.

As violências

De acordo com o Balanço 2019 da Central de Atendimento à Mulher, Ligue 180, os principais tipos de violências registradas pelo canal, foram:

•        Violência Doméstica: É todo tipo de violência contra a mulher e a mais recorrente e pode se apresentar de diversas formas, como a violência física, a moral, a psicológica, a patrimonial;

•        Violência sexual: É a utilização da força, ameaça ou constrangimento físico ou moral para práticas sexuais forçadas e pode ser dividida em estupro que é o ato de constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça, a ter conjunção carnal ou a praticar ou permitir que com ele se pratique outro ato libidinoso; e em assédio que é constranger alguém, com o intuito de obter vantagem ou favorecimento sexual, prevalecendo-se o agente da sua condição de superior hierárquico ou ascendência inerentes ao exercício de emprego, cargo ou função.

•        Tentativa de feminicídio: Nova redação dada pela Lei nº 13.104 de 2015 que define a tentativa de homicídio contra a mulher por razões de sua condição de sexo feminino, quando o crime envolve violência doméstica e familiar, e menosprezo ou discriminação à sua condição de mulher.

•        Cárcere privado: Configura-se como uma restrição da locomoção e
autonomia da vítima, sendo caracterizado por um confinamento que
veta a liberdade pessoal, ou seja, detendo a vítima contra a sua vontade

Perfil das vítimas

O Balanço 2019 da Central de Atendimento à Mulher, Ligue 180, apresentou que as mulheres entre 25 e 35 anos foram as que mais sofreram violência doméstica (20.479), seguido pelas faixas etárias de 36 a 45 anos (16.165) e 15 a 24 anos de idade (11.426).

Já quando se fala em violência sexual foram registrados 1.493, o assédio apresentou 758 registros e o estupro 735, as vítimas têm entre 15 a 45 anos. Vale chamar atenção que nesse tipo de crime, a mulher branca foi a que mais registrou denúncia (836), seguido pela mulher declarada parda (663).

Na tentativa de feminicídio, o Balanço de 2019 apontou que foram feitas 7.727 denúncias. Dos 2.511 registros de cárcere privado, as mulheres brancas lideram o número de com 1.090 casos, seguidas pelas declaradas pardas com 933.

Relação da vítima com o agressor

O balanço apontou ainda que os companheiros lideram a lista de agressores quando nos referimos a violências domésticas, representando 33,15% da fatia, seguido por ex-companheiro, 17,94%, e cônjuge com 12,13% dos registros.

Já nas violências sexuais, o agressor desconhecido representa 34,78% dos casos, bem próximo ao índice dos não-informados pela vítima, com 34,48%. A figura do vizinho como agressor também aparece com 13,60% dos índices.

A tentativa de feminicídio obedece os padrões já verificados nas demais violências em que o companheiro somou 3.405 dos casos, o ex-companheiro 1.488, o cônjuge 1.041 casos e o ex-namorado aparece com 358 dos registros.

No cárcere privado, os padrões de relações afetivas com o agressor permanecem, quando comparadas às demais violências, como o companheiro com 1.260 dos casos, o cônjuge com 384 casos, e um dado que chama a atenção, o filho que soma 221 casos desse crime.

Onde procurar ajuda

  • Central de Atendimento à Mulher: Ligue 180

·         Defensoria Pública do Tocantins:

Araguaína e região: 3411-7418

Gurupi: 3315-3409 e 99241-7684

Palmas: 3218-1615 e 3218-6771

Porto Nacional: 3363-8626


·         Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher:

Araguaína: 3411-7310/ 3411-7337

Palmas Centro: 3218-6878 / 3218-6831

Palmas Taquaralto: 3218-2404


·         Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher e Vulneráveis:

Arraias: 3653-1905

Colinas: 3476-1738/ 3476-3051

Dianópolis: 3362-2480

Guaraí: 3464-2536

Gurupi: 3312-7270/ 3312-2291

Miracema: 3366-3171/ 3366-1786

Paraíso: 3361-2277/ 3361-2744

Porto Nacional: 3363-4509/ 3363-1682


·         Disque Direitos Humanos: 100


·         Ministério Público do Estado do Tocantins: 0800 – 646 – 5055


·         Política Militar: 190


·         Site do Ministério dos Direitos Humanos: ouvidoria.mdh.gov.br

COMPARTILHE:


Confira também:


Pandemia

Tocantins registra 195 novos casos da Covid-19

Atualmente, o Tocantins apresenta 12.475 casos no total, destes, 7.712 pacientes estão recuperados, 4.543 pacientes estão ainda em isolamento domiciliar ou hospitalar e 220 pacientes foram a óbito.

Sanidade

Novo caso de mormo no Tocantins é confirmado em São Salvador

A constatação veio após a realização do exame complementar confirmatório western blotting


Taquaruçu

Circo de Família e o amor como resposta

O espetáculo “Circo de Família” será apresentado ao vivo a partir das 10h do dia 05 de julho. Os ingressos podem já podem ser adquiridos a partir do valor de R$ 5,00 na bilheteria online.


Prevenção

Campanha Nacional de vacinação contra Influenza é prorrogada até dia 24 de julho

Com o objetivo de alcançar a meta estabelecida a vacina já foi distribuída para os 139 municípios


Regulação

ATR implementa atendimento presencial por agendamento


Justiça

Produtividade na Justiça Federal no Tocantins ultrapassa a marca de 26 mil processos julgados durante período de trabalho remoto


Tocantins

Monumento Natural Canyons e Corredeiras do Rio Sono completa oito anos de criação


Infraestrutura

Entrega de máquinas fecha ações do Governo do Tocantins em infraestrutura rodoviária no primeiro semestre de 2020


Economia

Intenção de consumo das famílias de Palmas cai novamente em junho


Eleição CREA-TO

Engenheiro Jefferson segue na liderança para Presidente do CRE-TO



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira