Tuesday, 16 de July de 2019

VIVER


Mundo

BBC World News estreia documentário sobre os últimos cinco anos da crise no Brasil

11 Jan 2019    17:14    alterado em 11/01 às 17:14
BBC World News estreia documentário sobre os últimos cinco anos da crise no Brasil

A BBC World News começa a exibir em todo o mundo, a partir deste sábado (12), um documentário sobre os últimos cinco anos da crise brasileira. Chamado “What Happened to Brazil... (O Que Aconteceu com o Brasil...), o documentário é uma série com três capítulos de 23 minutos. O nome do primeiro episódio é “The Dream Dies” (O Fim do Sonho). O do segundo, “Carwash and ‘the coup’” (A Lava Jato e ‘o golpe’). O terceiro: “Divided Nation” (Nação Dividida).

O documentário cobre o período que vai de junho de 2013, quando começaram as manifestações de rua no Brasil, até a eleição e posse de Jair Bolsonaro. Aborda as chamadas jornadas de junho e julho de 2013, a eleição presidencial de 2014, o processo de impeachment, todo o tempo da Operação Lava Jato até a ida de Sergio Moro para o Ministério da Justiça, a greve dos caminhoneiros, o assassinato de Marielle Franco, a intervenção militar no Rio de Janeiro, o governo Temer, a prisão de Lula, as fake news que dominaram as eleições e a vitória de Bolsonaro.
 
Foram entrevistados quatro ex-presidentes: Fernando Henrique Cardoso, Lula, Dilma e Temer. Lula respondeu por carta, porque o documentário não obteve autorização da Justiça para entrevistá-lo em Curitiba. O pedido foi feito depois da eleição, negado pela juíza de primeira instância e encaminhado ao STF (Supremo Tribunal Federal), que ainda não se manifestou.

Personagens centrais, o ministro Ricardo Lewandowski, presidente do STF na época do impeachment, e o ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot também concederam entrevistas. Foram ouvidos ainda cidadãos que viveram a crise dos últimos cinco anos. Bolsonaro e Moro foram convidados a dar entrevistas, mas recusaram. Moro respondeu por escrito à carta de Lula.

O documentário foi produzido pela K.doc, empresa de audiovisual do jornalista Kennedy Alencar, para a BBC World News. A RedeTV! participou como casa produtora e cedeu imagens de arquivos. “Nos últimos cinco anos, cobri como repórter e comentarista esses fatos que mudaram a história do Brasil. Senti necessidade de fazer uma reflexão mais profunda sobre esse período, sem a correria do dia a dia. A ascensão da extrema-direita não veio do nada. Tem tudo a ver com as manifestações de 2013, com o impeachment de Dilma, com o impacto da Lava Jato sobre o prestígio dos políticos e partidos tradicionais e com a forma como a opinião pública reagiu à exposição inédita da corrupção endêmica entre o poder público e o empresariado”, disse o jornalista Kennedy Alencar, idealizador do projeto.
 
A série tem supervisão editorial da BBC. Kennedy Alencar fez a reportagem, as entrevistas e atuou como produtor executivo. A jornalista Daniela Martins fez a direção de produção. No time inglês, o produtor da série é John Thynne. O produtor executivo é Dan Kelly. Ambos da BBC. O roteiro original é de Kennedy Alencar e Daniela Martins. O roteiro final foi feito a quatro mãos: Dan Kelly, Daniela Martins, John Thynne e Kennedy Alencar. Américo Martins, diretor da BBC para as Américas e a Europa, foi o responsável pela parceria entre a K.doc e a BBC World News.

“Para o público brasileiro, é um convite a refletir sobre os acontecimentos recentes da história do país, que radicalizaram a opinião pública e nos trouxeram até o momento atual. O Brasil despontou no cenário mundial como uma potência e tudo se esfacelou em menos de uma década. No exterior, muita gente não entendeu nada. O país perdeu a sua relevância para o resto do mundo e ficou prisioneiro de um enredo interno de crise econômica e instabilidade política. Compreender o que aconteceu me parece fundamental para evitar o aprofundamento da crise e um retrocesso civilizatório”, disse Kennedy Alencar, comentarista da rádio CBN e autor do “Blog do Kennedy”.

Serviço
Onde assistir: 172 da Sky | 202 da NET e 410 (satélite) | 62 (cabo) da Vivo TV.
Estreia no Brasil: 0h30 deste sábado 12/01, com reprise às 6h30. O episódio 1 será reprisado às 12h30 e 19h30 de domingo (13/01). Na segunda, 14/01, haverá reprise à 1h30. Na terça, 15, exibição às 8h30.

Os episódios poderão ser vistos também no BBC i-player.

Hotsite do documentário: https://www.bbc.co.uk/programmes/n3ct5frg

COMPARTILHE:


Confira também:


Inadimplência

Dívidas com cartão de crédito atingem 80,3% dos palmenses

Em segundo lugar do ranking, vem os financiamentos de veículos (22%) e imobiliário (19,8%). Nesta lista, entram ainda os carnês de lojas, cheque especial e empréstimo consignado, por exemplo.

Cidades criativas

Quatro cidades do Brasil concorrem a títulos na Unesco

As regiões pretendem integrar a Rede de Cidades Criativas da entidade. Atualmente, o país conta com oito selos; resultado sai até fim de outubro


Grupo Record

Portal R7 ganha novas cores em ação dia e noite da Benegrip

Benegrip Multi Dia e Noite terá ação digital integrada em multiplataformas do Grupo Record


Tocantins

Grupos de Ajuda Mútua dão apoio a dependentes químicos e familiares durante e após recuperação

A Seciju, por meio da Gerência de Prevenção contra as Drogas e Núcleo Acolher, orienta dependentes e co-dependentes a procurar o serviço desenvolvido pelos grupos de ajuda mútua, como Alcóolicos Anônimos (AA), Narcóticos Anônimos (NA) e Amor- Exigente.


Reforma

Damaso vota por regra de transição diferenciada para professores e policiais


Influencer

Gabriel Farhat comanda direção artística de novo projeto musical


Defensoria

DPE-TO defende criação de ambulatório trans no Tocantins


Palmas

Cine Cultura renova parceria com Sessão Vitrine e promove encontro com o premiado produtor João Vieira na terça, 16


Em Palmas

Membro de grupo estratégico da Embrapa apresentará dados sobre produção e preservação no cerrado e Matopiba


Interior

Polícia Civil prende suspeito de estupro de vulnerável em Itacajá



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira