Wednesday, 26 de February de 2020

VIVER


Clube de Leitura

Celebração ao prazer de ler

04 Feb 2009

Para os amantes da leitura, nada melhor que ter com quem compartilhar suas impressões e sentimentos e até mesmo indicar livros para seus amigos, o que nem sempre tem muito êxito, já que muitos perderam o hábito da leitura ou não se interessam pelo assunto. A partir dessa “solidão” e do desejo de compartilhar, vêm crescendo, a cada dia, os chamados clubes de leitura.

No Clube de Leitura, os participantes têm a oportunidade de trocar idéias, discutir, expor emoções e sentimentos que os livros causam. A idéia tem se difundido tanto que, no Brasil, existem diversos clubes online, além dos grupos que se reúnem em livrarias, em cafés ou em casas. Há também vários clubes que têm se instalado em penitenciárias, bancos, terminais rodoviários, restaurantes e até mesmo em alguns transportes coletivos.

Em Palmas, ainda que discretos, já começam a surgir alguns clubes, como é o exemplo do Clube de Leitura, que se reúne na GEP Livraria. O clube iniciou com indicações, conversas e opiniões a respeito das obras entre funcionários e clientes da livraria. O grupo passou então a se reunir com mais freqüência para debater e trocar livros. Hoje, o clube conta com seis membros “efetivos”, fora os “agregados”, que são membros não-oficiais, ou seja, aquelas pessoas que aparecem de vez em quando para um debate ou outro.

O vendedor Beto Fernandes, um dos membros-fundadores do clube, explica que a ideia nasceu da necessidade de ter com quem conversar sobre os livros. Aos poucos, o grupo foi aumentando e hoje o hábito virou rotina: os leitores costumam se reunir aos sábados pela manhã ou sempre que surge uma oportunidade. “Além de debatermos sobre o conteúdo dos livros, formamos uma espécie de clube de indicação. Se alguém lê um livro e gosta, indica, e os outros todos acabam lendo”, detalha Beto. Há até uma espécie de rodízio de livros. Cada um compra o seu e acabam trocando, até que todos tenham lido.

Mas, para fazer parte do grupo privilegiado de membros do clube, o pretendente tem que seguir alguns pré-requisitos básicos. “Nós adotamos a política do bem cuidar para que o material seja preservado”, explica Beto. Segundo ele, os verdadeiros amantes da leitura sabem valorizar os livros que têm, por isso, a principal exigência do clube é a preservação e, principalmente, a devolução da obra após a leitura. Em segundo lugar, Beto explica que a pessoa que integrar o grupo não pode ter medo de expor suas opiniões, de discutir suas ideias e impressões sobre o livro. Deve ter uma “mente aberta”.

Os clubes de leitura informais são outra alternativa. Formados entre amigos ou até mesmo no local de trabalho, segundo Beto, acabam aproximando as pessoas em amizade e na troca de informações. O Clube serve, principalmente, de estímulo para resgatar o hábito e o gosto pela leitura, que, muitas vezes, acaba se perdendo em meio às atribuições do dia-a-dia. Para Beto, é mais que isso: “O clube é uma válvula de escape, porque é muito frustrante ter uma vastidão de ideias e não ter com quem discutir”, conclui.

 

Dicas

Para saber mais sobre clubes de leitura

Filme: O Clube de Leitura de Jane Austen

Clube de leitura online:

www.clubedaleitura.net, entre outros.

COMPARTILHE:


Confira também:


COVID-19

Confirmado primeiro caso do novo coronavírus no Brasil

Paciente esteve na Itália durante explosão de casos


  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira