Friday, 26 de April de 2019

VIVER


Gastronomia

Chefs tocantinenses participam de vivência da cultura no Parque Indígena do Xingu (MT)

31 Jan 2019    20:08    alterado em 31/01 às 20:08
Chefs tocantinenses participam de vivência da cultura no Parque Indígena do Xingu (MT)

Com o objetivo de promover um intercâmbio gastronômico e a valorização do povo indígena e sua cultura, as chefs de cozinha tocantinenses Malena Mota e Ruth Almeida integram uma equipe multidisciplinar composta por chefs de cozinha e jornalistas que participaram do projeto de imersão na cultura indígena na aldeia Amarü Kamayurá, localizada no Parque Indígena do Xingu (MT), na região conhecida com Alto Xingu. O encontro com os indígenas teve início na sexta-feira, 31, e segue até a próxima quinta-feira, 7.
 
Segundo os organizadores, o projeto é importante para a valorização dos indígenas para a construção da identidade brasileira, pois os indígenas já influenciaram muito, e influenciam até hoje, a cultura dos brasileiros. Outro pilar importante do projeto é preservar a gastronomia indígena para manter viva parte da história do povo brasileiro. “É importante reconhecer as origens da nossa gastronomia e valorizá-la. Garantindo que esses ensinamentos ancestrais sobre a forma de preparar o alimento sejam compartilhados com profissionais da área de gastronomia e comunicação, baseada na valorização e respeito às diferenças culturais”, explica a chef Malena.
 
Durante a estadia do grupo na aldeia, eles terão a oportunidade de aprender as técnicas de cozimento na fogueira e preparo de alimentos; observar como a cultura alimentar e ancestral dos indígenas, a fim de contribuir para que estes conhecimentos sejam multiplicados nos estabelecimentos, restaurantes, feiras e eventos em que os chefs de cozinha estejam presentes, além de conhecer os ingredientes utilizados na alimentação da etnia Amarü Kamayurá, bem como observar de que forma a etnia se alimenta.
 
Para a chef Ruth Almeida, a vivência com os indígenas ultrapassa o campo profissional, pois é também para ela uma transformação da sua vida pessoal, ela acredita também que será uma experiência rica em conhecimentos. “Quem como eu for de alma e mente abertas, saíra de lá uma outra pessoa, e espero passar por isso, tenho certeza que será um marco para uma nova Ruth, para um novo tempo, e vamos trazer de lá bastante experiências das técnicas, dos ingredientes, e redescobrir nossa culinária mãe, que é a indígena, e aprendendo com eles da melhor forma possível que é a simples, pois a simplicidade é tudo, como tirar o sustento da família com essa simplicidade é tudo”, enfatizou a Chef.
 
Ação Social
Em troca da vivência e da rica experiência que os indígenas proporcionarão ao grupo, os participantes doarão materiais para a compra e instalação de luz elétrica, bomba para poço de água e matérias de pesca. “Além de viver esse momento ímpar com nossos irmãos indígenas, queremos contribuir para o bem-estar da comunidade, por isso procuramos saber quais eram as suas principais necessidades para que o grupo pudesse contribuir e expressar nossa gratidão por essa riquíssima experiência de vida”, disse Ruth.
 
Sobre a Aldeia Amarü Kamayurá
Localizada no Parque Indígena do Xingu (MT), na região conhecida com Alto Xingu, trata-se de uma aldeia nova que está sendo construída com o intuito de resgatar os costumes e tradições da etnia Amarü Kamayurá, extinta há um século pelo homem branco. Apenas um pajé dessa etnia sobreviveu, pois estava morando na aldeia vizinha. Ele deixou descendentes, entre eles os nossos amigos cacique Anuiá Amarü Kamayurá, seu irmão Lappa  Kamayurá, e seus familiares. Eles irão nos receber na Aldeia para a realização desta vivência.
 
Chef Ruth Almeida
Nascida em Porto Franco (MA) e criada na região do Bico do Papagaio no Tocantins, Ruth Almeida é filha de trabalhadores rurais analfabetos que comandaram uma família de nove irmãos. Trabalhou como quebradeira de coco e, ainda adolescente, começou a cozinhar para fazendeiros da região com os produtos colhidos na própria roça. No ano de 1991, Ruth Almeida decidiu partir para Palmas e começou a trabalhar como doméstica, como lavadeira, cuidadora de crianças, merendeira em escolas públicas, serviços gerais e cozinheira em hotéis da Capital.
Em 2016, ela descobriu na internet inscrições para o programa “Cozinheiros em Ação”, do canal GNT. Dentre milhares de inscrições, Ruth foi escolhida para participar do programa e garantiu a segunda colocação, com opções de pratos que valorizaram a culinária brasileira, nortista e da roça, definido pelo chef francês e apresentador do programa, Oliveir Anquier como uma “cozinha de amor”. Foi aí que Ruth Almeida decidiu abrir o seu próprio restaurante – o Raízes Gastronômicas, que valoriza a cozinha regional, com produtos do pequeno produtor.
Ruth foi consagrada com o prêmio de Melhor Chef de Cozinha do Tocantins, pelo Prêmio Dolmã 2018. No mesmo ano, foi escolhida como chef de cozinha representante da região Norte na 2ª edição do “Fórum Turistc Brasil”, considerado um dos mais consagrados eventos de turismo da América Latina.
 
Chef Malena Mota
Consagrada embaixadora da gastronomia no Tocantins em 2019, no Enchefs Goiás 2019, Malena Mota, nascida na Bahia, morou por 18 anos no Pará, reside no Estado do Tocantins há 18 anos. Tem formação em Jornalismo pela Universidade Federal do Tocantins (UFT), Mestrado em Comunicação pela Universidade Metodista de São Paulo (Umesp) e Gastróloga pelo Centro Universitário de Maringá (Unicesumar) e Pós-graduanda em Gestão e Estratégica em Negócios Gastronômicos pela Unicesumar. Como jornalista trabalha na Agência Municipal de Turismo de Palmas (Agtur), onde também exerce a profissão de gastróloga, como consultora gastronômica do Festival Gastronômico de Taquaruçu (FGT), organizando desde edital de inscrição, degustação, análise de pratos e coordenando o espaço “Cozinha Show” e júri técnico do evento. Atua também como consultora gastronômica para diversos estabelecimento, e no mês de dezembro inicia uma programação especial na Rádio CBN local, denominada “CBN Sabores”, onde apresentará receitas, dicas, e tudo que envolva o universo gastronômico, também na área de gastronomia é idealizadora do canal “Elas na Cozinha” no Instagram. Também publicou em 2015 o livro “Festival Gastronômico de Taquaruçu”.

COMPARTILHE:


Confira também:


Polícia Civil

PC deflagra Operação "Barulho" no sul do Estado, prende criminosos e apreende armas, drogas e munições

Na operação foram apreendidas quatro armas de fogo, 32 munições de calibres variados, espoletas de ignição armamentista, porção de cocaína e crack

Economia

Governo sanciona lei que busca enquadramento fiscal e retomada de investimentos no Tocantins

Publicação da medida, que faz parte das ações anunciadas pelo Governo, em fevereiro deste ano, ocorre nesta quinta-feira, 25



Água Potável

A pedido da DPE-TO e MPE, Justiça determina fornecimento de água potável para comunidade de Dianópolis

Crise de abastecimento de água no município é recorrente desde o ano de 2017


Segurança nas Escolas

Segurança pública em escolas públicas da capital é discutida em sessão

O trágico caso ocorrido em 13 de março de 2019, na Escola Estadual Professor Raul Brasil cidade de Suzano – SP, foi lembrado pelos parlamentares como um grande exemplo de insegurança que resulta em mortes de crianças e adolescentes inocentes.


Serviço

Obras de melhorias da Energisa seguem em 32 municípios do Estado

Desligamentos são pontuais e não atingem a cidade toda


Tocantins

Pesca amadora e esportiva necessita licença no Tocantins


Naturatins visita aldeia Ktẽpo para diálogo sobre proteção ambiental com lideranças indígenas Xerente


Pesquisa

Lançada primeira Revista Científica do Ceulp/Ulbra


Saúde

Depressão, não deixe o tempo passar


Promoção

Carlesse promove policiais militares e bombeiros e afirma que as duas corporações são as melhores do país


Turismo

Potencial turístico das Serras Gerais é tema de evento em Palmas



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira