Thursday, 21 de November de 2019

VIVER


Esta semana

Começa o Festival do Circo em Taquaruçu; programação é diversificada

04 Jul 2019    23:22
Gabriela Grammont Spicker Começa o Festival do Circo em Taquaruçu; programação é diversificada

Na quarta feira (03) o Festival de Circo de Taquaruçu começa com o espetáculo “Palhaço de La Mancha”, no Circo Os Kaco, às 18h. O espetáculo da companhia manauara, Cacompanhia de Artes Cênicas une o universo literário de Dom Quixote com a espontaneidade da palhaçaria, mesclando a loucura do personagem do livro com a loucura do palhaço.

Ás 20h o Grupo TaquaruCirco se apresenta com o espetáculo IntervenCIRCO. Os jovens artistas locais formado pelos Circo Os Kaco, serão responsáveis pela abertura oficial do Festival e por celebrar os 10 anos do Circo os Kaco.

E a primeira noite termina com show de Allan Giller Branco, o paranaense se apresenta às 21h30, no Circo os Kaco. A entrada é livre e a contribuição do público poderá ser feita através do tradicional chapéu dos artistas.

Mais sobre o "Palhaço de la Mancha"
O Palhaço de La Mancha é o projeto mais recente e absolutamente desafiador da Cacompanhia de Artes Cênicas que busca unir o universo literário de Dom Quixote com a espontaneidade da palhaçaria.  A Montagem traz quatro palhaços andantes que decidem se aventurar nas histórias do Cavaleiro da Triste Figura, a trupe que anda com uma carroça cheia de cacarecos remonta seletas histórias e sagas do herói torto da Mancha. A montagem se deu no primeiro semestre de 2018 com trilha original composta por Yago Reis e atuação de Klindson Cruz, Fernanda Seixas e Jean Palladino.

A Montagem é dirigida por Jhon Weiner de Castro (MG), natural de Ouro Preto e professor da Universidade do Estado do Amazonas. O Convite surgiu em 2017, quando Jean Palladino, que assina a adaptação, já rabiscava as ideias de um espetáculo que mesclasse a loucura de Dom Quixote com a loucura do palhaço.
A livre adaptação é assinada por Jean Palladino que deu base para a encenação de Jhon Weiner de Castro cujo trabalho se concentra no Teatro de Rua, linguagem que a Cacompanhia vem adotando em suas produções.

O espetáculo trabalha os aspectos simbólicos presentes na proposta que une a excentricidade do clown e a poesia presente na obra de Cervantes, os elementos cênicos estimulam a ludicidade do público que viaja com os palhaços nessa contação de história.
Os elementos visuais do espetáculo tiveram concepção coletiva e partiram de uma imagem que se apresentou em meio ao processo criativo, que era a morte de Dom Quixote ao pôr do sol, como se a noite viesse a razão e com ela uma escuridão inquietante que o levaria desse mundo são. A partir disso, a paleta de cores se concentravam em vermelho, amarelo e laranja e suas diversas tonalidades. Assinam a concepção de figurino Dione Maciel e adereços de Paulo Tiago e Francine Marie, a cenografia fica por conta de Jhon Weiner e Klindson Cruz.

O espetáculo nos aponta um caminho, uma aventura contra os moinhos desse fazer teatral na cidade, é indo a rua que nos colocamos em fronte de batalha, considerando a conjuntura política do país que necessita cada vez mais que vozes sejam escutadas, indo ao encontro do público que esvazia constantemente as salas de espetáculos. Neste processo cada palhaço e palhaça elegeu uma aventura do engenhoso fidalgo para encenar, assim dando a direção olhares multifacetados da obra, almejando encontrar uma similaridade entre os arquétipos dos personagens principais com as características de cada palhaço e palhaça.

A Companhia se dedica a espetáculos de rua numa postura política, criando mecanismos de acesso ao ir até o público para popularizar esta arte tão necessária saindo da comodidade das salas de espetáculo e provocando-se como fazedor teatral e como formador de plateia. Nada mais necessário que levar Cervantes em tempos tão delicados politicamente, economicamente e socialmente, quando a cultura vai mal o país vai mal e é o papel do artista ir para esse enfrentamento como Dom Quixote vai em busca do seu ideal de mundo. É com esse intuito que a Cacompanhia vem produzindo trabalhos na rua, o que nos trouxe a necessidade de um olhar mais experiente desse universo para levantar as estruturas desta aventura quixotenana.

COMPARTILHE:


Confira também:


Hospital de Amor

Com apoio de voluntários da AL, unidade do Hospital do Amor de Palmas será entregue em 2020

A construção do Hospital do Amor em Palmas está orçada em R$ 120 milhões e contempla três unidades: de diagnóstico, tratamento e de prevenção e pesquisa.

Refis 2019

Refis 2019 já negociou R$ 96,6 milhões, mas débitos ainda podem ser regularizados até 30 de novembro

O secretário de Finanças, Rogério Ramos alerta para que os contribuintes fiquem atentos para não perderem a oportunidade de negociar seus débitos e ficarem em dias com os tributos municipais.



Segurança

Carlesse busca mais recursos para Segurança Pública em audiência com ministro Moro

Reunião ocorrida nesta quarta-feira, 20, no Ministério da Justiça e Segurança Pública, serviu também para apresentação do plano de investimentos dos recursos já assegurados


Vestibular Unitins

Estão abertas as inscrições para primeiro vestibular do novo Câmpus da Unitins em Paraíso

As inscrições são feitas exclusivamente pelo site da instituição www.unitins.br. As provas serão aplicadas no dia 19 de janeiro e as aulas já começarão em fevereiro, seguindo o calendário acadêmico dos outros câmpus já existentes, Palmas, Araguatins, Augus


Museu

Palacinho é reaberto e ex-governador Siqueira Campos homenageado

Obras de manutenção e reabertura foi fruto de parceria do Governo do Estado e do Grupo Amigos do Palacinho


Sarampo

Segunda etapa de vacinação contra o sarampo segue até dia 30 de novembro


Novembro Azul

Acreditar Tocantins: Pesquisa revela que 31% dos homens não têm o hábito de ir ao médico regularmente


Museu Histórico

Palacinho reabre com expografia e projeto museológico renovados


Estradas

Governo conclui obras de melhoria de estradas vicinais que ligam aldeias indígenas na região noroeste do estado


Bloqueio de Celulares

Celulares pré-pagos desatualizados são bloqueados hoje em 17 estados


Educação Superior

Unitins lança Vestibular com 120 vagas para novo Câmpus de Paraíso



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira