Tuesday, 15 de October de 2019

VIVER


Adetuc

Fomento ao etnoturismo no território Xerente ganha destaque no aniversário de Tocantínia

08 Oct 2019    17:22    alterado em 08/10 às 17:22
Fomento ao etnoturismo no território Xerente ganha destaque no aniversário de Tocantínia

O município de Tocantínia, a 80 km de Palmas, festejou nesta segunda, 7, os seus 66 anos de emancipação política. Para comemorar a data, a Prefeitura Municipal realiza uma série de atividades que tiveram início com Alvorada com a Banda da Polícia Militar e seguem até a noite, com show das bandas Forró Traçado e Som na Vitrola. O governador Mauro Carlesse esteve representado pelo presidente da Agência de Desenvolvimento do Turismo e Economia Criativa (Adetuc), Tom Lyra, que acompanhou o início das atividades, incluindo Desfile Cívico e apresentação do Tiro de Guerra 11008, de Miracema.

A programação matutina também contou com a presença da secretária de Educação do Estado, Adriana Aguiar, deputados, o vice-prefeito Nilo Monteiro, vereadores e secretários de Tocantínia. O prefeito Manoel Silvino agradeceu a presença do Estado na festa, por meio dos dois gestores, e elogiou a atuação da Adetuc na nova política de desenvolvimento do turismo e da cultura. Em especial, defendeu a continuidade da parceria entre Governo e Município para o desenvolvimento do etnoturismo na região.

Tom Lyra confirmou o interesse do Governo do Estado em desenvolver um projeto de etnoturismo que atenda às necessidades do povo Xerente, que hoje já corresponde a 70% da população do município e traz consigo um grande potencial cultural para atração de turistas. “O governador Mauro Carlesse está atento a essas características que tornam Tocantínia uma cidade única no Estado, devido a sua população indígena e proximidade com a Capital, Palmas”, lembrou.

O município foi criado em 7 de outubro de 1953 e instalado em 1º de janeiro de 1954. Estima-se uma população de 7,5 mil habitantes. Entre os atrativos turísticos, o município destaca a Praia do Limoeiro, o Balneário Salete e recantos da Piabanha e das Oliveiras, além das aldeias Xerente.


Povo Xerente

Apesar da pouca idade do Estado e do próprio município de Tocantínia, os registros de contatos iniciais com o povo Xerente datam de 250 anos e envolvem muitos momentos de confrontos com os não-índios, em especial posseiros e fazendeiros. Somente em 1972, este povo conquistou sua primeira área demarcada, que foi ampliada para mais 180 mil hectares nos anos de 1990, recebendo o nome de Funil e localizada dentro do município de Tocantínia.

Em 2012, foi aprovado pela Câmara Municipal e Prefeitura de Tocantínia uma Lei tornando a língua indígena Akwé Xerente idioma oficial do município junto com o português.

COMPARTILHE:


Confira também:


Refis Palmas

Defensoria Pública inicia atendimentos jurídicos no Mutirão de Negociações Fiscais

A participação da Instituição na atividade se deve à parceria estabelecida com o Tribunal de Justiça do Tocantins e com a gestão municipal de Palmas

Refis 2019

Parte dos R$ 60 milhões que Município espera receber custeará melhorias na malha viária do Sul de Palmas

O município de Palmas tem a receber R$ 600 milhões. Segundo o Tribunal de Justiça (TJ), parceiro no mutirão, há atualmente 23 mil processos judiciais relativos a débitos fiscais no Município de Palmas em andamento no Judiciário.




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira