Friday, 05 de June de 2020

VIVER


Cultura

Lançamento de Livro: “Fui Prostituta na terra dos Samurais”

13 Apr 2009

Bianca Aguillara, brasileira, do Pará, foi para o Japão com o marido, onde, escritora, tendo publicado dois livros aqui no Brasil, resolveu investigar a fundo a “Prostituição” daquele País, e foi “viver” nesse mundo, para poder escrever e lançar hoje o “Fui Prostituta na Terra dos Samurais”, pela Editora Interage.

Foram 04 anos de pesquisa. E para isso, Bianca teve que viver aquela realidade, inclusive se “prostituindo”. Caso contrário, não seria aceita. Ali, encontrou garotas e garotos de toda parte do mundo que foram para lá atrás do sonho de se tornarem “modelos”, e acabaram indo trabalhar como “acompanhantes”, passando a viver nas mãos de cafetões, que tem acima deles a famosa “máfia japonesa”. Onde quem não segue as ordens, simplesmente desaparecem.

Bianca resolveu encarar tudo isso para mostrar a todos essa realidade que poucos imaginam existir, onde viu coisas como: homens casados e com filhos, saem à noite e se prostituem travestidos; as drogas são “parceiras” dessas pessoas, que as usam para agüentar as situações mais humilhantes como jogos macabros, onde para satisfazer os parceiros, são queimadas, marcadas a ferro como gado! “O livro é fruto de um sofrimento absoluto vivido nas ruas do Japão. Quando me propus a pesquisar os segredos das noites japonesas, eu jamais poderia imaginar que naquele País calmo, de pessoas serenas, pudesse existir tanta perversidade. São revelações estarrecedoras que mudaram, mudam e mudarão o cenário dessa ilha conhecida mundialmente por sua cultura milenar e mostra o que existe atrás dos bastidores.” Conta a autora.

Essa e outras histórias surpreendentes desse submundo são contadas no livro, que ela acaba de lançar, e já encontrasse nas principais livrarias do País.

Também pode ser encontrado através do site da distribuidora JAJ.

COMPARTILHE:


Confira também:


Pandemia

Tocantins registra 301 casos da Covid-19

Atualmente, o Tocantins apresenta 5.182 casos no total, destes, 1.933 pacientes estão recuperados, 3.160 pacientes estão ainda em isolamento domiciliar ou hospitalar e 89 pacientes foram a óbito.




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira