Friday, 20 de September de 2019

VIVER


Comportamento

Pesquisa aponta perfil sexual do brasileiro

29 Jul 2008

Os brasileiros ganham mais um título mundial: o de maior confiança na hora H. Os dados são da pesquisa internacional The Face of Global Sex 2008: Sexual Confidence, que tinha como intuito oferecer uma perspectiva sobre as variáveis que influenciam as pessoas a tomarem decisões confiáveis sobre uma vida sexual saudável, além de constatarem dados como a idade em que as pessoas costumam iniciar a vida sexual ativa. Ainda de acordo com a pesquisa, os brasileiros são os que mais costumam buscar ajuda e orientação em relação ao sexo. Buscando - uma vez ou outra – orientações de especialistas para ajudar no convívio conjugal.

“Os brasileiros, neste caso, são mais esclarecidos”, é o que aponta a psicóloga Luiza B. Silva. Para ela, o brasileiro peca apenas em assuntos polêmicos “como a questão do homossexualismo” e a visão pragmática da submissão da mulher. “O brasileiro é o mais confiante no ato sexual, mas não abre mão de problemas no cotidiano”, diz a psicóloga ao relacionar a “confiança” apenas na hora do sexo.

Para a especialista em sexualidade Ana Virginia Gama, o sexo dos brasileiros vem atendendo a alterações introspectivas de como se tem encarado o prazer a dois. “O sexo não é mais uma atividade puramente instintiva e reprodutiva, mas algo aprendido, um potencial que pode ser atingido - ou não - segundo uma orientação educacional”, explica.

No Brasil, o número de pessoas que buscam orientação sexual e terapias para casais cresce a cada ano. A psicoterapeuta comportamental Lucilene Prado diz que a “conversa” pode tornar a relação afável e duradoura, mas, para isso, ela tem que começar dentro de casa. “É essencial que haja um canal de comunicação aberto para os parceiros expressarem suas preferências, fantasias e desagrados. E acima de tudo, fazer isso com respeito, carinho, sem ofensas ou cobranças”.

 

Cansaço e rotina são os principais vilões

Os brasileiros, no entanto, enfrentam outros problemas em relação ao sexo (quase quanto à freqüência em que o praticam). O cansaço e a rotina são os principais vilões da vida sexual, assim como a vontade do parceiro “em mudar a cabeça do outro” e a forma de agir sob os lençóis. Para a psicoterapeuta, o melhor remédio para esses casos “é sempre se colocar no lugar do outro”. “Um dos aspectos importantes é a aceitação. Temos uma dificuldade imensa de aceitarmos as diferenças. Muitas vezes, o casal passa uma vida inteira tentando fazer do outro a sua cópia. É um completo narcisismo!”, orienta.

A chamada “confiança sexual” tem que ser dia-a-dia, mesmo em casos em que os parceiros não estabelecem vínculos conjugais fixos: casados ou namorados. De acordo com Lucilene Prado, o brasileiro autoconfiante não tem medo da rejeição, por isso é mais seguro na hora de dar prazer à outra pessoa. A especialista Ana Virginia fala da importância da autoconfiança afetiva: “A relação sexual é onde colocamos toda nossa intimidade e, se há insegurança, esta poderá bloquear a resposta sexual, devido a baixo-estima e a vergonha de si e do outro. Portanto, se eu não tenho uma comunicação transparente com o meu par, torna-se mais difícil satisfazer um ao outro”, orienta.

Os especialistas são unânimes em afirmar que dar asas à imaginação é um excelente revigorante, assim como estabelecer o respeito nas decisões conjugais. Apimentar o sexo com filmes eróticos e viagens românticas, reservar um tempo só para o casal e curtir o corpo do parceiro sem a pressão de ser a Gisele Bündchen ou o Brad Pitt pode surtir efeito. Para eles, o negócio é “arriscar”, procurar novas possibilidades e criatividades na vida afetiva. E, claro, nunca se prender a sentimentos que baixem a auto-estima do casal. “É necessário reconhecer a importância da comunicação a dois, para que, a partir daí, haja mais intimidade e transparência entre o casal. Precisamos entender o amor com três H: humildade, humor (quem não brinca não sabe amar) e, principalmente, honestidade”, finaliza a especialista Ana Virginia.

COMPARTILHE:


Confira também:


Economia

MP da liberdade econômica é sancionada; veja os principais pontos

Lei entra em vigor na data da publicação, ainda nesta sexta-feira

PPA

Governo abre consulta pública do PPA 2020-2023 e reafirma gestão voltada às necessidades da população

O vice-governador Wanderlei Barbosa destacou a relevância do formato de consultas públicas adotado pelo Governo do Estado, em que foram ouvidas milhares de pessoas de todas as regiões do Tocantins.



Operação Ruptura

Polícia Civil deflagra operação ruptura e prende vários criminosos em Araguaína

Operação resultou na prisão de um indivíduo considerado o chefe do tráfico de drogas em Araguaína


Saúde

Hospital Regional de Miracema amplia serviços e realiza cirurgia inédita

A equipe responsável pelo procedimento foi composta pelo médico urologista Danilo Maranhão; o anestesista Paulo Márcio; o médico auxiliar Jobel Egito e as equipes de enfermagem, técnica de enfermagem e limpeza.


Agenda

Em Brasília, parlamentares do Tocantins buscam recursos para obras

Para o Delegado Rérisson as reuniões foram bastante positivas.


Seu Bolso

Energisa prorroga campanha para negociação de dívidas


Premiação

Nota Quente paga R$ 10.935,88 neste sábado, 21


Saúde

Profissionais de saúde alertam sobre cuidados com as altas temperaturas na Capital


Drogas

Polícia Civil prende quatro traficantes e apreende mais de 30kg de maconha em Gurupi


Honraria

Participante de programa do Instituto TIM vence prêmio global da ONU


Agrotóxicos

Assembleia debate uso de agrotóxico em audiência proposta por Zé Roberto Lula



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira