Saturday, 21 de April de 2018

Saturday, 21 de April de 2018

VIVER


Seder

Seder envia caminhões-pipa para comunidades rurais da Capital impactadas pela seca

04 Oct 2017

Para superar o déficit hídrico de 250 milímetros na zona rural de Palmas, que provocou a seca de lençóis freáticos, são necessários pelo menos 700 milímetros de chuvas para garantir às comunidades rurais e assentamentos retorno da estabilidade hídrica, segundo informou o municipal de Desenvolvimento Rural, Roberto Sahium.
 
"Para essa quantidade de água ser restabelecida espera-se o retorno das chuvas agora em outubro e que até dezembro se supere essa situação crítica. Por isso, vamos trabalhar até dezembro com caminhões-pipa para garantir estabilidade necessária para essas comunidades", explicou o secretário.
 
A ajuda com caminhões-pipa para abastecimento de comunidades rurais da Capital já está sendo oferecida e faz parte das ações de intervenção autorizadas pelo Decreto Municipal nº 1.466/2017, publicado em 28 de setembro deste ano, estabelecendo situação emergencial por 120 dias para garantir assistência a famílias impactadas pelo problema.
 
Reuniões com produtores rurais
 
O assunto foi tema de reunião do secretário Sahium com presidentes de associações de produtores rurais e Defesa Civil Municipal nesta terça-feira, 3, quando foi discutida a execução de soluções para os reflexos da estiagem na zona rural de Palmas. O encontro aconteceu na sede da Federação das Associações e entidades Rurais do Tocantins (Faerto), na Feira Coberta da Quadra 304 Sul.
 
Entre as intervenções previstas para busca de soluções perenes para o problema que afeta cerca de 370 famílias de assentamentos estão barraginhas que, após construídas, garantirão a armazenagem de água para o próximo período de estiagem. "Faremos na próxima sexta-feira, 6, visitas junto com técnicos do meio ambiente e do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) para avaliar onde será possível erguer as barrraginhas e qual o impacto da obra", explicou Sahium.
 
Assentamentos atingidos pela seca
 
Entre os assentamentos atingidos pelo problema estão os projetos de assentamento Sítio, onde vivem 35 famílias, Veredão e Três Penas, com 80 famílias, Entre Rios, com 205 famílias, e comunidades rurais antigas, algumas até anteriores à criação de Palmas, como São Silvestre, Ponta da Serra, Macacão e Macaquinho, que concentram cerca de 50 famílias. O secretário Sahium lembrou que todas essas comunidades impactadas pela seca são dedicadas à agricultura familiar e em parte responsáveis pelo abastecimento de P almas. Elas produzem arroz milho, feijão, mandioca, leite, melancia, abóbora e criam gado de corte.
 
Atualmente as comunidades rurais impactadas pela estiagem na Capital estão com córregos e cisternas secas em razão da estiagem prolongada e severa que baixou bruscamente o corpo hídrico da região. Apesar de o problema ter sido percebido anteriormente, a informação foi comunicada pelas comunidades ao Município somente em agosto, o que motivou o pedido de ajuda da Defesa Civil Municipal para levantar a situação da comunidade. "Solicitamos à Defesa Civil que fizesse um levantamento e relatasse a situação das comunidades, principalmente na região da Buritirana para que fosse possível tomar alguma providência que amenizasse a falta de água para a população daqueles locais", explicou Sahium, acrescentando que o relatório levou em consideração dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e Instituto Nacional Meteorologia (Inmet), que apontaram  atraso no início do período chuvoso, o que tornou fundamental a publicação do decreto emergencial válido por 120 dias.
 
Segundo o superintendente da Defesa Civil Municipal, Iranilto Sales, a intenção do decreto é "garantir abastecimento de água a essas comunidades que estão sofrendo com a seca de córregos e a baixa de lençóis freáticos que abastecem cisternas destes pontos. Esse problema não foi identificado na zona urbana, apenas na zona rural". Ainda segundo o superintendente, outras medidas também serão definidas com a formação de comitê que estudará diferentes estratégias de ajuda às localidades impactadas p ela Defesa Civil Municipal, a Secretaria de Desenvolvimento Rural, a Fundação de Meio Ambiente e outros parceiros.
 
Programa do Calcário
 
Na reunião de terça-feira, 3, outro ponto apresentado pela Secretaria de Desenvolvimento Rural (Seder) e deliberado com as associações foi o Programa do Calcário, que tem atividades previstas para começar na próxima semana. Através de sorteio ficou definida a ordem de atendimento das comunidades, sendo o Assentamento Mariana, na região São João, a primeira a ser contemplada, em razão de suas terras serem mais baixas, podendo seu atendimento ser prejudicado pelas chuvas. Na sequência, as regiões atendidas serão Taquaruçu Grande, São Silvestre, São João, Jaú e Buritirana. 

COMPARTILHE:

O que você achou da notícia?

6

PARABÉNS!
PARABÉNS!

6

BOM
BOM

7

AMEI!
AMEI!

3

KKKK
KKKK

3

ENGRAÇADO
ENGRAÇADO

3

Ñ GOSTEI
Ñ GOSTEI

6

CREDO!
CREDO!

Comentários

comments powered by Disqus


Confira também:


Vacinação

20ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza começa na próxima segunda-feira, 23

Segundo a diretora de Vigilância Epidemiológica das Doenças Transmissíveis e não Transmissíveis a meta é vacinar pelo menos, 90% dos grupos prioritários

Secretariado

Mauro Carlesse reúne equipe de governo e empossa novos auxiliares

Carlesse reuniu a sua equipe de governo na tarde desta quinta-feira, 19, para discutir a continuidade das ações que já vinham sendo realizadas pela sua gestão



Polícia Civil

Polícia Civil prende suspeito de estuprar e engravidar criança de 11 anos no Extremo Norte do Estado

Policiais Civis da Delegacia de Sítio Novo do Tocantins efetuaram, na manhã desta quinta-feira, (19), a prisão de Emiliano Milhomem de Sousa, de 44 anos de idade


Exames Médicos

Equipes de UTI de Palmas realizam exames médicos gratuitos em 1200 alunos da ETI Almirante Tamandaré

Os atendimentos foram realizados na quarta, 18, e nesta quinta-feira, 19, aos estudantes das 40 turmas da Escola de Tempo Integral


Apaes

Deputada Dorinha indica a Federação das Apaes do TO para o prêmio Brasil Mais Inclusão

O prêmio é destinado a empresas, entes federados (União, estados, Distrito Federal e municípios), entidades ou personalidades que tenham realizado ações em prol da inclusão de pessoas com deficiência


IFTO

Campus Palmas do IFTO contrata professores substitutos


Oi

Oi foca no operacional com lançamento de produtos digitais e apresenta diretrizes do negócio para 2018


Livro

Luana Ribeiro lança livro destinado a vereadores


Amastha

PSB de Amastha mantém mobilização e aguarda definição de tribunal para remarcar convenção


MPE

Irregularidades no laboratório de análises clínicas do município de Palmas motivam ação do MPE


Justiça Eleitoral

Servidores de Palmas reforçarão atendimento da Justiça Eleitoral na Capital


Ciência & Tecnologia

Gerente de Planejamento



  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira