Friday, 21 de February de 2020

VIVER


Serviço

Tocantins marca presença na primeira reunião do Programa do Artesanato Brasileiro em 2020

13 Feb 2020
Flavio Cavalera Tocantins marca presença na primeira reunião do Programa do Artesanato Brasileiro em 2020

A definição da agenda do desenvolvimento do artesanato brasileiro no período 2020-23 será o tema principal da primeira reunião de 2020 da coordenação nacional do Programa do Artesanato Brasileiro (PAB) com os representantes regionais e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) nesta quinta e sexta, dias 13 e 14 de fevereiro, no Centro de Referência do Artesanato Brasileiro (CRAB), no Rio de Janeiro. O Estado do Tocantins será representado pela gerente de Fomento e Promoção da Cultura da Agência de Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc) e coordenadora do PAB, Lívia Iwasse.


A pauta do evento traz ainda definições sobre o Prêmio do Artesanato Brasileiro, o Portal do Artesanato Brasileiro, realização de feiras e rodadas de negócios, apoio aos laboratórios técnicos voltados para a competitividade dos produtos brasileiros, e ainda cadastramento de artesãos e ações do Centro Sebrae de Referência do Artesanato Brasileiro.

Em novembro de 2019, Palmas tornou-se a primeira cidade a sediar uma reunião do PAB fora de Brasília, graças a articulação do Governo do Estado, por meio da Adetuc/Superintendência de Cultura. “A vinda dos coordenadores do programa ao Tocantins teve grande importância em nível nacional, e regionalmente trouxe a validação da força do nosso artesanato, que é compreendido pelo governador Mauro Carlesse como legítimo representante da economia criativa tocantinense”, ressalta Tom Lyra, secretário de Indústria, Comércio e Serviços (Sics) e responsável pela Adetuc.

PAB
O Programa do Artesanato Brasileiro (PAB) é gerenciado pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, por meio da Secretariaria Especial de Micro e Pequenas Empresas, e tem o objetivo de promover o desenvolvimento integrado do setor artesanal e valorizar o artesão, elevando seu nível cultural, profissional, social e econômico, atuando na articulação de políticas públicas para o setor.
A base do Programa é o desenvolvimento de políticas públicas de forma integrada com os diversos atores do setor, em especial com a colaboração de todas as unidades da Federação.

COMPARTILHE:


Confira também:


Palmas

CarnaPraça terá programação de três dias e atrações nacionais

Por meio da Agência do Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa, Governo do Estado apoia evento que tem início nesta sexta.


  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira