Palmas, 21/10/2017

Estado

Tocantins

Agricultura apoia a 1ª Caravana Agroecológica e Cultural

  • Mulheres extrativistas do Cantão fazem parte do primeiro grupo a receber a Caravana Agroecológica

Agricultura apoia a 1ª Caravana Agroecológica e Cultural



O Governo do Estado, por meio da Secretaria do Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária (Seagro) e parceiros, estão apoiando a realização da 1ª Caravana Agroecológica e Cultural do Estado do Tocantins. O evento acontece, no período de 22 a 26 de maio, com vistas em comunidades que desenvolvem cultivos agroecológicos e orgânicos no Tocantins. O objetivo é divulgar o cenário da agroecologia tocantinense e formar a 1ª Rede de Agroecologia do Tocantins. Cerca de 300 pessoas devem participar do evento em todo o estado.

As comunidades que serão visitadas pela caravana são: Os assentamentos 1º de maio e Caipó, em Caseara; Canaã, em Araguacema; Mirindiba, em Araguaína; Mariana, em Palmas; o Parque Estadual da APA do Cantão; comunidades rurais ligadas ao Instituto Mangaba, em Goianorte; Comunidade Matinha,em Guaraí e Sistema Agroflorestal da Unitas, na Ulbra de Palmas. Durantes os encontros serão divulgados os produtos agroecológicos e orgânicos e a cultura e tradição das comunidades tocantinenses.

O evento é coordenado pela Unitas Agroecológica em parceria com a Seagro, Rede Norte Agroecológica, Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), Universidade Federal do Tocantins (UFT), Universidade Estadual do Tocantins (Unitins), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e demais instituições que compõem a Comissão da Produção Orgânica no Tocantins (CPOrg-TO).

A diretora de Sociobiodiversidades da Seagro e representante da instituição na CPOrg-TO , Marta Barbosa disse que, em abril desse ano, a Comissão de Produção Orgânica e a Unitas Agroecológica (Ceulp-Ulbra) realizaram a sistematização do evento e agora estão concretizando o sonho da Caravana Agroecológica.  "O evento trará condições para a formação de uma rede estadual de agroecologia no Tocantins, que vai estruturar e organizar as instituições e empreendimentos envolvidas, facilitando o acesso a recursos nacionais e internacionais", afirmou.

Marta Barbosa explicou que existiam vários grupos tralhando com agroecologia, em diversos municípios do Tocantins, mas de forma isolada. "Agora, com as Caravanas Agroecológicas há possibilidades de trabalhar de forma sistematizada", disse. A ação está sendo fortalecida pela Chamada Pública, realizada pelo Ruraltins e Cooperativa de Trabalho Prestação de Serviços Assistência Técnica e Extensão Rural (Coopter).


Sistematização Caravana Agroecológica

Evento realizado pela Associação Brasileira de Agroecologia (ABA), com objetivo de fazer o histórico da Agroecologia no Tocantins, desde a criação do estado.


Programação

Dia 22 – Assentamento 1º de maio e Caipó, em Caseara e no Parque Estadual da APA do Cantão.

Dia 23 – Assentamento Canaã, em Araguacema.

Dia 24 – Comunidades rurais ligadas ao Instituto Mangaba, em Goianorte.

Dia 25 – Comunidade Matinha, em Guaraí (pela manhã). Assentamento Mirindiba, em Araguaína.

Dia 26 – Assentamento Mariana e Sistema Agroflorestal da Unitas, na Ulbra, em Palmas. 


Confira também


Comentários

comments powered by Disqus