Palmas, 22/11/2017

Estado

Pnae

Educação promove capacitação para os profissionais do Programa de Alimentação Escolar

  • Segundo a da titular da pasta, professora Wanessa Zavarese Sechim, até o mês de outubro, cerca de 500 servidores das 13 Diretorias Regionais de Educação (DREs) serão beneficiados pelas formações

Marcio Vieira

Educação promove capacitação para os profissionais do Programa de Alimentação Escolar



Núbia Daiana Mota / Governo do Tocantins
 
A Secretaria de Educação, Juventude e Esportes do Tocantins (Seduc) realiza, de 15 a 17 de maio, em Paraíso, a primeira etapa da capacitação para os profissionais que operacionalizam o Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) nas unidades de ensino estaduais. O evento de abertura acontece na próxima segunda, 15, no Centro de Ensino Médio José Alves de Assis, com a participação de representantes das 13 Diretorias Regionais de Educação, do Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea/TO) e do Conselho Estadual de Alimentação Escolar (CAE/TO).
 
Segundo a da titular da pasta, professora Wanessa Zavarese Sechim, até o mês de outubro, cerca de 500 servidores das 13 Diretorias Regionais de Educação (DREs) serão beneficiados pelas formações que têm como intuito, oportunizar atualização profissional aos coordenadores de apoio das escolas estaduais que executam o Pnae nas instâncias física, nutricional e pedagógica.
 
De acordo com a secretária, a formação também atende a demanda apresentada pelos conselhos de alimentação escolar e pelos profissionais que atuam na área escolar e que há cerca de dez anos não passam por uma capacitação desta natureza.
 
"Com essa formação, o objetivo maior é valorizar o trabalho desses servidores oferecendo a eles a possibilidade de aperfeiçoar a atuação no Programa Nacional de Alimentação Escolar. Além disso, houve mudanças recentes no programa e que precisam ser efetuadas também no Tocantins para garantir a melhoria constante na qualidade da alimentação que é ofertada aos nossos alunos", explicou a professora Wanessa Zavarese Sechim.
 
Nas 13 DREs, o curso será realizado na modalidade presencial, com três dias de duração. A carga horária total de 24 horas de estudos. Durante a capacitação, serão abordadas temáticas como produção e distribuição da alimentação, prestação de contas, execução pedagógica do programa, princípios do trabalho do manipulador de alimentos, controle social e agricultura familiar no Pnae.  Além de participar da formação, os cursistas serão multiplicadores do conhecimento adquirido aos demais envolvidos na Pnae nas escolas.
Programa de Alimentação Escolar
 
O Pnae existe desde 1955 e contribui para o desenvolvimento, a aprendizagem e o rendimento escolar dos estudantes, além de auxiliar na formação de hábitos alimentares saudáveis. O programa ainda favorece a produção regional e valoriza os alimentos típicos da região que são inseridos nos cardápios da merenda.
 
No Tocantins, cerca de R$ 23 milhões de recursos do Governo do Estado e do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) são investidos, por ano no Pnae para atender aproximadamente 180 mil estudantes da rede estadual.
 
A execução do Pnae é acompanhada e fiscalizada diretamente pela sociedade, por meio do CAE, pelo FNDE, pelo Tribunal de Contas da União (TCU), pela Controladoria Geral da União (CGU) e pelo Ministério Público.


Confira também


Comentários

comments powered by Disqus